sábado, 11 de abril de 2020

São Domingos/GO: Vereador desafia parlamentares a doarem salários para a compra de cestas básicas para famílias carentes



O vereador Odair José, de São Domingos, no nordeste goiano, está disposto a doar seu próximo salário para comprar cestas básicas para famílias carentes, desde que todos os vereadores do município façam o mesmo.

O vereador desafia os outros 8 vereadores para que façam o mesmo e tenham a mesma atitude e juntos colaborem de forma concreta com a população do município.

Cada vereador de São Domingos ganha em média R$ 4 mil por mês, juntos os 9 vereadores totalizam o valor de R$ 36 mil por mês, valor que daria para comprar 400 cestas básicas a R$ 90 reais cada.

O objetivo do vereador que propõe esse desafio não é aparecer, e sim estimular os colegas a tomarem atitudes, devido a situação que a maioria da população está vivenciando e esse valor revertido em cestas básicas ajudaria muitas famílias no município.

E aí vereadores, topam o desafio?

2 comentários:

  1. Caro vereador Odair, creio ser de suma importância a atitude que o senhor está tomando de ajudar as pessoas com seu salário, porém, há uma dúvida que tenho de tirar. Realmente há necessidade do senhor fazer uma boa ação apenas se outros fizerem? Pois creio eu que temos gastos diferentes, e fins diferentes para o nosso dinheiro. A ajuda para os outros ocorre o ano inteiro e um ato radical feito de última hora, não supre a falta dele o resto do ano. E tendo em vista que o senhor realmente tem vontade de ajudar os outros, porque por em jogo a vontade de outros? O senhor não precisa dos outros para receber e tão pouco para doar, não concorda? Então seria ainda mais bonito se a sua atitude realmente influenciasse ao invés de forçar, os outros a colaborar.

    Att, Vereador Josemir

    ResponderExcluir
  2. Realmente é um gesto nobre de sua parte vereador, eu vou mais além os vereadores tinha de pressionar o executivo para doar o dinheiro da merenda escolar que não ta servido nas escolas assim como todo dinheiro dos aluguéis de ônibus escolar,que o município tem que pagar todo mês, como os ônibus não estão rodando então ta sobrando esse dinheiro, que pode ser revertido em cestas básica.

    Ass Helder R.Souza

    ResponderExcluir