sexta-feira, 10 de abril de 2020

Um dos bandidos mais procurados do país morre em confronto com a polícia na região de São João D’aliança/GO



Paulo Pereira Amorim, o Paulo de Magnólia, individuo conhecido em todo o país por sua alta periculosidade e por seu envolvimento em roubos a bancos e carros fortes, morreu após entrar em confronto com policiais da CPE de Formosa (antiga CPT) na quinta-feira (9).

As equipes da CPE receberam informações repassadas pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar em Goiânia de que Paulo estaria passando por Formosa e seguiria em destino ao Estado de Tocantins, onde praticaria um roubo a carro forte.

De posse das informações, as equipes intensificaram as buscas pela GO-118 e localizaram Paulo e um outro individuo em trânsito em uma Fiat-Strada já na altura do município de São João D´Aliança.

Diante da localização, foi dada voz de parada aos ocupantes, porém o condutor desobedeceu, empreendeu fuga, ingressou em uma estrada vicinal que dá acesso à Água Fria e colidiu, logo em seguida, com um barranco.

Após o acidente, os dois ocupantes desembarcaram rapidamente do carro e passaram atirar contra os policiais, que revidaram e alvejaram os dois bandidos. Na sequência, Paulo e o outro indivíduo que ainda não foi identificado foram encaminhados ao Hospital Municipal de São João D´Aliança, onde foram constatados os óbitos.

Em poder dos acusados, foram encontrados dois revólveres calibre .38 e 9 munições deflagradas e 3 intactas. Já no interior do carro, foi encontrado um fuzil de calibre .223. A perícia foi acionada e compareceu ao local dos fatos para os procedimentos de praxe. O armamento apreendido foi apresentado na Delegacia de Alto Paraíso.

Paulo Magnólia já havia sido baleado pela polícia no ano de 2018 após se envolver em um roubo de mais de 92 milhões de reais a um banco e a uma empresa de valores no Estado do Maranhão. Ele também já havia sido preso pela Polícia Federal anteriormente após ser flagrado com três toneladas de maconha e um rifle no sertão baiano, além de possuir mandados de prisão por roubos a instituições financeiras na Bahia, em Sergipe, Minas Gerais e São Paulo.

Fonte: Ocorrências Policiais

Nenhum comentário:

Postar um comentário