A1

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Família de Formosa-GO encontra irmão que estava desaparecido há 35 anos: 'Muito emocionante'



Liomar Xavier de Sena saiu de casa para um passeio e não voltou mais, em Formosa. Por causa do coronavírus, parentes não puderam se abraçar, mas se viram por meio de uma videochamada.

Após 35 anos sem notícias de Liomar Xavier de Sena, de 58 anos, a família o encontrou em um lar de idosos, na cidade de Vianópolis, região central de Goiás. Em 1985, ele saiu de casa, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal, para um passeio, como costuma fazer, mas não voltou.

"Foi muito emocionante ver que ele está tão bem. Para ser sincero, todos acreditávamos que ele tinha sido morto e enterrado em algum lugar. A única pessoa que tinha esperança de encontrar ele vivo era minha mãe, que, infelizmente, não está mais aqui pra poder ver que ele apareceu", disse Marcelo José de Sena, de 48 anos, irmão de Liomar.

A família o encontrou por meio do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos em Goiás (Plid), do Ministério Público de Goiás. Foi durante uma ligação feita pela Kérima Ferreira Sobrinho, gestora do projeto, que as primeiras informações sobre Liomar apareceram.

"Eu estava ligando nos abrigos para saber se os idosos estavam em dia com a vacina da gripe. Foi quando aproveitei a ligação para informar sobre o programa que temos para localizar pessoas desaparecidas, que é comum serem encontradas nesses lares. E em um deles eu fiquei sabendo da história do seu Liomar, que só se lembrava do nome da mãe, mas que foi suficiente para localizarmos duas possíveis famílias", contou.

Marcelo foi a primeira pessoa da família a saber que o irmão poderia estar vivo.

"Quando minha esposa me passou o telefone e me falou que era uma mulher do Ministério Público perguntando se eu tinha um irmão desaparecido, eu nem acreditei. Depois de tanto tempo, saber que ele tá vivo, parece coisa de outro mundo", disse.

Por conta da pandemia do coronavírus, a família e Liomar ainda não puderam se encontrar pessoalmente, mas o primeiro contato virtual já foi realizado. Em uma videochamada feita entre ele e os irmãos, todos puderam conversar por alguns minutos e garantiram que, quando a direção do abrigo autorizar a visita, irão se reencontrar.

Segundo Marcelo, os irmãos também manifestaram o desejo de transferir Liomar para uma instituição mais próxima de onde eles vivem.

Busca por desaparecidos

De acordo com Kérima, o Plid apoia promotorias no sentido de localizar pessoas e incluir registros de ocorrências no sistema nacional. O programa foi estruturado em 2018, em uma parceria do MP-GO com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-GO) e o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO).

Quem desejar buscar informações sobre alguém desaparecido pode entrar em contato com o MP-GO pelo e-mail plid@mpgo.mp.br.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário