A1

terça-feira, 30 de junho de 2020

Divinópolis de Goiás tem 15 casos confirmados de coronavírus



A Secretaria de Saúde de Divinópolis de Goiás, divulgou na noite de terça-feira (30) que foi confirmado mais um caso do novo coronavírus no município.

O município agora tem um total de 15 casos confirmados. Um dos pacientes está internado no hospital de campanha.

O município tem 15 casos confirmados, 66 casos em monitoramento, 10 suspeitos, 41 descartados e 133 notificados. A maioria dos casos foram registrados no Distrito de Vazante.

Os casos suspeitos encontram-se em isolamento domiciliar, sendo monitorado pela equipe da saúde. As pessoas com as quais os pacientes suspeitos tiveram contato, estão sendo orientados e notificados.

A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis lembra a importância de que todos fiquem em casa e só saiam quando necessário. E, ainda, que sigam os cuidados com a higienização e o uso de máscaras para proteção e álcool em gel.



Ronaldo Caiado diz que espera adesão de todas as 246 cidades de Goiás a decreto que fecha atividades não essenciais de forma alternada



O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disse nesta terça-feira (30) que espera a adesão de todas as 246 cidades do estado ao decreto que determina o fechamento alternado de atividades não-essenciais. Algumas cidades, no entanto, já afirmaram que vão manter a flexibilização e permitir o funcionamento de algumas áreas, principalmente, o comércio.

O decreto publicado pelo governo, que começou a vigorar nesta terça-feira, estipula o sistema "14 por 14". Ele se caracteriza por, inicialmente, fechar todos os setores que não forem considerados essenciais e, posteriormente, liberar e reabertura pelo mesmo período.

A medida foi aconselhada por um estudo da Universidade Federal de Goiás (UFG) como forma de evitar o aumento de infectados pelo coronavírus, consequentemente, o colapso do setor hospitalar. No entanto, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), cada município tem autonomia para deliberar sobre medidas de isolamento. Caiado espera que haja uma adesão integral ao decreto.

"Sinceramente, diante do quadro que foi apresentado pela UFG, com base científica, espero a adesão dos 246 municípios do estado de Goiás. Todos eles estão analisando meu decreto hoje. Eu acredito que nas próximas horas vão se pronunciar", afirmou Caiado.

Embora a Prefeitura de Goiânia já tenha anunciado que irá acatar as medidas determinadas por Caiado, outros municípios informaram que vão seguir deliberações próprias, como Aparecida de Goiânia. Outras cidades procuradas pela reportagem ainda estão analisando a situação para decidir que decisão tomar.

Baixo isolamento

Caiado creditou o aumento de casos no estado principalmente ao baixo índice de isolamento registrado no estado nos últimos dias. Segundo ele, o ideal é entre 50% e 55%, sendo que, atualmente, Goiás tem números bem abaixo desse montante.

"[Se tivesse em 50%] estaria controlado [o número de casos]. Se tivesse isolamento de 50%, nós não estaríamos nessa situação hoje. Teríamos uma condição hoje dentro do que estávamos prevendo, ou seja, uma contaminação suportável e uma demanda dentro daquilo que é a capacidade do estado de ofertar ao cidadão. Hoje temos 36%, quase isolamento algum", afirmou.

Ele destacou que a implantação do novo protocolo, que prevê 14 dias com total isolamento, deve fazer que a curva de casos baixe nos próximos 30 dias. Com a queda, explica, seria possível reabrir os estabelecimentos com "equilíbrio".

"Nós sabíamos que o processo iria intensificar. A disseminação, você não consegue controlá-la. Nos 39 primeiros dias, nós tínhamos 100 casos confirmados. Hoje, tem 23 mil casos, mais de 1 mil casos por dia", detalha.

Fonte: G1

São Domingos-GO: em live, prefeito vai falar dos desafios políticos e da Covid-19


Posse-GO chega a 28 casos confirmados de Covid-19



A Secretaria de Saúde de Posse, no nordeste goiano, divulgou o boletim epidemiológico nesta terça-feira (30), o município tem 28 casos confirmados do novo coronavírus e 73 pessoas em monitoramento.

Há um óbito sob investigação pelo Comitê Especial de Óbito Covid-19 do Estado de Goiás, onde é preciso aguardar a decisão final emitida pelo Comitê, do que, de fato, causou a morte do paciente.

Segundo a Secretaria de Saúde, por precaução, os pacientes em monitoramento seguem em isolamento domiciliar, sem exigência de notificação para coleta de exames, por tanto, não são classificados como casos suspeitos para realização do teste.

Posse tem 28 casos confirmados, 73 monitorados, 4 suspeitos, 24 descartados, 12 recuperados e 1 óbito confirmado e 1 óbito suspeito.

A Secretaria lembra que o distanciamento social ainda é uma medida necessária para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.


Iaciara-GO registra a primeira morte por Covid-19


Imagem Ilustrativa


O município de Iaciara, no nordeste goiano, confirmou nesta terça-feira (30), a primeira morte pelo novo coronavírus. As informações foram divulgadas pelo boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde.

O Blog apurou que o paciente é um idoso, tinha outras comorbidades e estava internado em estado grave no hospital de campanha.

O paciente foi diagnosticado com o vírus em Iaciara, devido o agravamento do quadro de saúde foi transferido para o hospital de campanha, nesta terça-feira, ele não resistiu e veio a óbito.

Iaciara tem 9 casos confirmados, 13 suspeitos, 21 descartados, 86 monitorados, 4 curados e 1 óbito.

O Blog Antônio Carlos vem alertando quase que diariamente para a população seguir as ações preventivas, como lavar as mãos de maneira adequada, evitar aglomerações, usar máscaras e, principalmente, sair de casa somente quando for estritamente necessário, para assim controlar a disseminação do coronavírus na cidade.



Polícia Civil vai fazer testagem para Covid-19 de servidores das regionais de Formosa, Campos Belos e Posse-GO



A Polícia Civil, por meio da Divisão de Proteção à Saúde do Servidor (DPSS), apresenta cronograma de testagem do novo coronavírus (Covid-19), para os servidores.

O cronograma vai de 30 de junho a 11 de julho.

O cronograma de testagem para a doença será feito por regionais, conforme a seguinte ordem: Itumbiara; Jataí e Mineiros; Iporá e Aragarças; Goiás; Jussara; Porangatu; Uruaçu; Ceres e Goianésia; Formosa, Posse e Campos Belos.

Já foram feitas testagens, em parceria com a SPTC, até o momento, nas regionais de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade, Anápolis, Luziânia, Rio Verde, Catalão, Jataí, Águas Lindas e toda Administração e Delegacias Especializadas. 


Posse-GO: Isaque precisa da sua ajuda



O pequeno Isaque de apenas 5 meses de vida precisa da sua ajuda. A família dele reside na cidade de Posse, no nordeste goiano.

Desde que nasceu Isaque está internado no hospital. Ele tem um grave problema no intestino, uma síndrome chamada DIM (Síndrome de Inclusão de Microvilosidades do Intestino) Mortalidade Intestinal, ele não absorve nada.

Existe um tratamento, mas não é 100% de cura. A família conseguiu uma vaga no centro especializado em São Paulo chamado Menino Jesus e necessita de recursos para custear as despesas.

Para ajudar o pequeno Isaque acesse o site clicando em vakinha/ajudaisaque e faça sua contribuição de qualquer valor.

DNIT realiza obras de manutenção na BR-020



O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está realizando as obras de fresagem, recomposição do revestimento com CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) e remendos profundos na rodovia BR-020, em Goiás e no Distrito Federal.

De acordo com a Autarquia, as obras estão ocorrendo, atualmente, próximo à cidade de Formosa, em Goiás, entre os Kms 14 e 16, e seguirão até o Km 105, em Flores de Goiás.

Ainda de acordo com o Dnit, já no segmento da BR-020, que passa pelo Distrito Federal, estão sendo realizados serviços de microrrevestimento no segmento localizado entre os Kms 52 e 42, em sentido decrescente.

Esses serviços são parte de um contrato de Crema que tiveram início em agosto de 2018 com previsão de término para julho de 2021. Ao todo serão restaurados 252,50 quilômetros da BR-020 no Estado de Goiás e 33,30 no Distrito Federal.

Fonte: Comunicação do Dnit

Prefeitura de Campos Belos-GO divulga concurso público com 31 vagas



A Prefeitura de Campos Belos, no nordeste goiano, torna pública a abertura de um Concurso Público com foco em selecionar profissionais para preenchimento de vagas de cargos efetivos do município.

Ao todo são 31 oportunidades, além de formação de cadastro reserva, em funções de níveis fundamental incompleto, médio e superior.

As oportunidades de nível fundamental incompleto são nas funções de Agente de Serviços Gerais (5), Agente de Serviços de Higiene e Alimentação (7), Auxiliar de Pedreiro e Motorista (2). Já as vagas de nível médio são para Agente Administrativo (3), Técnico em Enfermagem (5) e Técnico em Laboratório.

Por fim, as oportunidades de nível superior são para as funções de Biomédico (1), Enfermeiro (1), Fisioterapeuta (1), Fonoaudiólogo (1), Nutricionista (1), Odontólogo (1), Professor de Artes, Professor de Ciências, Professor de Geografia, Professor de História e Professor Pedagogo.

Dentre as vagas citadas acima, há aquelas que se enquadram nos itens especificados no edital.

Vale ressaltar que os aprovados atuarão em jornada de trabalho de 20 a 40 horas semanais, com remuneração de R$ 1.045,00 a R$ 3.026,66, conforme o cargo pretendido.

As inscrições deverão ser feitas exclusivamente via internet, por meio do site da organizadora do Concurso Público, Itame, a partir das 10h do dia 3 de agosto até às 23h59 do dia 23 do mesmo mês (horário de Brasília/DF), com taxa de R$ 50,00 para cargos de nível fundamental, R$ 60,00 para nível médio e R$ 90,00 para nível superior.

Ao candidato que não possuir acesso à internet, um espaço será disponibilizado na Prefeitura para a formalização das inscrições.

Já a seleção dos candidatos será feita por meio de prova objetiva para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório, com questões conforme o cargo pretendido, podendo conter temas das áreas de língua portuguesa; matemática; conhecimentos específicos, de legislação e gerais; e noções de informática, além de prova de redação para o cargo de professor.

As provas objetivas estão previstas para serem realizadas no dia 4 de outubro. Caso seja necessário, em razão da quantidade de candidatos participantes, as provas serão aplicadas também no dia 3 de outubro.

O prazo de validade deste Concurso Público será de dois anos, contados da data da homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogado por uma única vez e por igual período.

Fonte: PCI Concursos

Covid-19: Prefeito de Divinópolis de Goiás se reúne com comerciantes e Líderes Religiosos



O prefeito de Divinópolis de Goiás, Charley Tolentino, realizou uma série de reuniões via internet com comerciantes e líderes religiosos do município.

As reuniões foram realizadas durante toda está segunda-feira (29), dividindo por setores do comércio local.

O prefeito fez questão de ouvir todas as demandas e sugestões dos comerciantes e dos líderes religiosos.

“Gostaríamos de adotar medidas de acordo com a realidade do nosso município, mas infelizmente não podemos tomar nenhuma decisão precipitada”, disse o prefeito.

Na oportunidade, foi apresentada aos participantes a evolução do cenário da pandemia no município e as medidas de combate à Covid-19 que foram implantadas.

Além dos comerciantes e líderes religiosos, o presidente da CDL de Campos Belos Divino Nascimento foi convidado para participar.

Os participantes puderam tirar dúvidas sobre a fala do governador e sobre a organização do funcionamento do comércio, para funcionar com segurança e evitar a propagação do vírus.




Divinópolis de Goiás tem 14 casos confirmados de coronavírus e 70 pessoas em monitoramento



A Secretaria de Saúde de Divinópolis de Goiás, divulgou na noite de segunda-feira (29) que foi confirmado mais um caso do novo coronavírus no município. Chegando no total de 14 casos confirmados.

Um dos pacientes está internado no hospital de campanha. Dos 14 casos confirmados, 10 são do Distrito de Vazante.

O município tem 14 casos confirmados, 70 casos em monitoramento, 12 suspeitos, 23 descartados e 119 notificados.

Os casos suspeitos encontram-se em isolamento domiciliar, sendo monitorado pela equipe da saúde. As pessoas com as quais os pacientes suspeitos tiveram contato, estão sendo orientados e notificados.

A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis lembra a importância de que todos fiquem em casa e só saiam quando necessário. E, ainda, que sigam os cuidados com a higienização e o uso de máscaras para proteção e álcool em gel.


Prefeitura de Simolândia-GO entrega novo posto de saúde para a população



A Prefeitura de Simolândia, no nordeste goiano, concluiu e entregou nesta semana a Unidade Básica de Saúde Mãe Joana. Com capacidade de atender centenas de pessoas por semana o prédio ficou por anos inacabado e abandonado e nesta gestão foi concluído com recursos próprios.

A nova UBS possui consultórios, salas de curativo, sala de vacina, sala de procedimentos, sala de reunião, sala de observação, expurgo e esterilização, além de espaço para dentista, e com o diferencial de espaço para a saúde bucal.

O prefeito Ademar destacou que é "necessário melhorar as estruturas físicas das unidades, colocar médicos e remédios à disposição da população, porém isso de nada adianta se o atendimento aos usuários for de péssima qualidade. Nossa gestão colocou médicos a disposição da população como nunca teve na cidade, melhoramos o atendimento e oferecemos serviços de qualidade para a população”, disse.

Para a secretária de saúde, Jhneffer Clísia, a nova unidade de saúde, é uma construção mais moderna e funciona. "Vai oferecer ótimas condições de trabalho às equipes médicas, conforto e tratamento mais humanizados aos pacientes”, completou.

Participaram da solenidade o Prefeito Ademar, primeira-Dama Cleonice, vice-prefeito Cisquim, presidente da Câmara Municipal, vereadores, servidores e comunidade.

Fonte: Prefeitura de Simolândia

São João D’Aliança-GO registra 51 casos confirmados de coronavírus



O município de São João D’Aliança, no nordeste goiano, teve aumento considerável do novo coronavírus nos últimos dias.

São 51 casos confirmados de coronavírus, 29 suspeitos e 33 descartados.

Secretaria de Saúde está realizando a sanitização de pontos onde existe maior número de circulação de pessoas, como é o caso dos estabelecimentos comerciais e das agências bancárias. Locais públicos também foram alvo da sanitização.

O município adotou também a barreira sanitária para ter controle de quem acessa a cidade.

Outra ação de grande importância foi a realização de testes rápidos em todos os profissionais da saúde. Com o apoio da Polícia Militar, a Administração Municipal está também, intensificando as ações de fiscalização durante todos os dias da semana.

É importante que todos fiquem em casa e só saiam quando necessário. E, ainda, que sigam os cuidados com a higienização e o uso de máscaras para proteção e álcool em gel.

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Confira o decreto que determina o fechamento do comércio em Goiás a partir desta terça-feira



Altera o Decreto nº 9.653, de 19 de abril de 2020.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, também tendo em vista que o Ministério da Saúde, por meio da Portaria nº 454, de 20 de março de 2020, declarou, em todo o território nacional, o estado de transmissão comunitária do novo coronavírus (COVID-19), e considerando:

– que o Estado de Goiás decretou a situação de emergência em saúde pública por meio dos Decretos nos 9.633, de 13 de março de 2020, e 9.653, de 19 de abril de 2020;

– o propósito e abrangência do Regulamento Sanitário Internacional, promulgado pelo Decreto Federal nº 10.212, de 30 de janeiro de 2020, de prevenir, proteger, controlar e dar uma resposta de saúde pública contra a propagação internacional de doenças, de maneiras proporcionais e restritas aos riscos para a saúde pública, e que evitem interferências desnecessárias com o tráfego e o comércio internacionais;

– o acionamento de novo nível (nível 3) do Plano de Contingência da Secretaria de Estado da Saúde, conforme recomendações do Ministério da Saúde;

– a necessidade de manter o funcionamento da rede de atenção à saúde, em decorrência do aumento exponencial na demanda de serviços de saúde;

– a delegação da ANVISA à autoridade sanitária estadual para fazer recomendações e restrições de fluxos e acessos de pessoas ou produtos;

– a recomendação do Comitê de Operações Estratégicas – COE, do Estado de Goiás;

– o Relatório de Assessoramento Estratégico elaborado pelo Instituto Mauro Borges, Secretaria de Estado da Economia de Goiás, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, Universidade Federal de Goiás;

– os estudos da Universidade Federal de Goiás sobre as projeções de casos, confirmados, a necessidade de leitos de UTI e os óbitos em decorrência da Covid-19; e – as notas técnicas nos 09 e 10 emitidas pela Secretaria de Estado da Saúde, que dispõem sobre as medidas de prevenção e controle de ambientes e pessoas para evitar a ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL contaminação e propagação do novo coronavírus durante o funcionamento das atividades econômicas liberadas das medidas restritivas,

DECRETA:

Art. 1º O Decreto nº 9.653, de 19 de abril de 2020, passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 2º Para o enfrentamento da emergência em saúde decorrente do coronavírus, adota-se o sistema de revezamento das atividades econômicas organizadas para a produção ou a circulação de bens ou de serviços, iniciando-se com 14 (quatorze) dias de suspensão seguidos por 14 (quatorze) dias de funcionamento, sucessivamente.

§ 1º São consideradas essenciais e não se incluem no revezamento de atividades previsto neste artigo:

I – farmácias, clínicas de vacinação, laboratórios de análises clínicas e estabelecimentos de saúde, excetuando-se os procedimentos de cirurgias eletivas e reduzindo-se a 50% a oferta de consultas e procedimentos ambulatoriais, não abrangendo, neste caso, os serviços de atenção primária à saúde, os quais devem funcionar em sua capacidade máxima, inclusive com atendimento à demanda espontânea;

II – cemitérios e serviços funerários;

III – distribuidores e revendedores de gás e postos de combustíveis;

IV – supermercados e congêneres, não se incluindo lojas de conveniência, ficando expressamente vedado o consumo de gêneros alimentícios e bebidas no local, bem como o acesso simultâneo de mais de uma pessoa da mesma família, exceto nos casos em que necessário acompanhamento especial;

V – hospitais veterinários e clínicas veterinárias, incluindo os estabelecimentos comerciais de fornecimento de insumos e gêneros alimentícios pertinentes à área; VI – estabelecimentos comerciais que atuem na venda de produtos agropecuários;

VII – agências bancárias e casas lotéricas, conforme disposto na legislação federal;

VIII – produtores e/ou fornecedores de bens ou de serviços essenciais à saúde, à higiene e à alimentação;

IX – estabelecimentos industriais de fornecimento de insumos/produtos e prestação de serviços essenciais à manutenção da saúde ou da vida humana e animal;

X – serviços de call center restritos às áreas de segurança, alimentação, saúde e de utilidade pública;

XI – atividades econômicas de informação e comunicação;

XII – segurança privada;

XIII – empresas do sistema de transporte coletivo e privado, incluindo as empresas de aplicativos e transportadoras;

XIV – empresas de saneamento, energia elétrica e telecomunicações;

XV – hotéis e correlatos, para abrigar aqueles que atuam na prestação de serviços públicos ou privados considerados essenciais ou para fins de tratamento de saúde, devendo ser respeitado o limite de 65% (sessenta e cinco por cento) da capacidade de acomodação, ficando autorizado o uso de restaurantes exclusivamente para os hóspedes, devendo ser observadas, no que couber, as regras previstas no art. 6º deste decreto, e protocolos específicos estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde e disponibilizados na página eletrônica www.- saude.go.gov.br;

XVI – estabelecimentos que estejam produzindo, exclusivamente, equipamentos e insumos para auxílio no combate à pandemia da COVID-19;

XVII – assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;

XVIII – obras da construção civil de infraestrutura do poder público, de interesse social, penitenciárias e unidades do sistema socioeducativo, bem assim as relacionadas a energia elétrica e saneamento básico e as hospitalares, além dos estabelecimentos comerciais e industriais que lhes forneçam os respectivos insumos;

XIX – atividades comerciais e de prestação de serviço mediante entrega (delivery);

XX – atividades destinadas à manutenção, à conservação do patrimônio e ao controle de pragas urbanas;

XXI – atividades de suporte, manutenção e fornecimento de insumos necessários à continuidade dos serviços públicos e das demais atividades excepcionadas de restrição de funcionamento;

3 XXII – desde que situados às margens de rodovias: a) borracharias e oficinas mecânicas; e b) restaurantes e lanchonetes instalados em postos de combustíveis;

XXIII – o transporte aéreo e rodoviário de cargas e passageiros, observados os protocolos estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde e disponibilizados na página eletrônica www.saude.go.gov.br;

XXIV – atividades administrativas necessárias ao suporte de aulas não presenciais;

e XXV – estágios, internatos e atividades laboratoriais das áreas de saúde.

……………………………………….........................................................................................

§ 5º As atividades econômicas em funcionamento por serem consideradas essenciais ou aquelas retomadas após o período de suspensão deverão também observar as normas específicas para o combate da COVID-19 editadas por conselhos profissionais das profissões regulamentadas.

.................................................................................................................................. .

§ 7º Também se inserem no sistema de revezamento previsto no artigo 1º as atividades de organizações religiosas.” (NR)

“Art. 3º Após o período de suspensão, todas as atividades econômicas e não econômicas poderão retomar seu funcionamento por 14 (quatorze) dias, observados os protocolos específicos, exceto as seguintes:

I – todos os eventos públicos e privados de quaisquer natureza, desde que presenciais, inclusive reuniões e o uso de áreas comuns dos condomínios, tais como churrasqueiras, quadras poliesportivas, piscinas, salões de jogos e festas, academias de ginástica, espaços de uso infantil, salas de cinemas e/ou demais equipamentos sociais que ensejem aglomerações e que sejam propícios à disseminação da COVID-19;

.................................................................................................................................. .

V – aulas presenciais de instituições de ensino público e privadas;

VI – cinemas, teatros, casas de espetáculo e congêneres;

VII – bares, boates e congêneres;

VIII – academias poliesportivas;

e 4 IX – salões de festa e jogos.” (NR)

“Art. 6º As atividades econômicas e não econômicas em funcionamento por serem consideradas essenciais ou aquelas retomadas após o período de suspensão, além da adoção dos protocolos específicos estabelecidos pela Secretaria de Estado da Saúde e disponibilizados na página eletrônica www.saude.go.gov.br, devem:

.................................................................................................................................. .

Parágrafo único. Os restaurantes no período em que autorizados a funcionar, além de protocolos específicos, deverão observar a lotação máxima de cinquenta por cento de suas capacidades de acomodação.” (NR)

“Art. 12 .......................................................................................................

§ 1º Qualquer denúncia acerca de eventual desobediência a este decreto poderá ser efetivada por meio do Sistema de Ouvidoria do Estado de Goiás, coordenado pela Controladoria-Geral do Estado, ou mediante o número 190 da Polícia Militar.

§ 2º O descumprimento das regras estabelecidas neste Decreto e nos protocolos específicos da Secretaria Estadual da Saúde poderá, mediante fiscalização das Vigilâncias Sanitárias estadual e municipais, ensejar multa e interdição dos estabelecimentos.” (NR)

Art. 2º Os serviços nas repartições públicas estaduais, inclusive unidades de atendimento Vapt-Vupt, funcionarão, durante o período de suspensão, em regime de teletrabalho ou permanecerão em desocupação funcional por calamidade pública quando não couber o teletrabalho, podendo os titulares respectivos adotarem regime de trabalho presencial quando indispensável ao funcionamento da unidade.

§ 1º O disposto neste artigo não se aplica aos órgãos ou às entidades que, por sua natureza ou em razão do interesse público, desenvolvam atividades de indispensável continuidade, como as unidades de saúde, policiamento civil e militar, bombeiro militar, assistência social e Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes – GOINFRA. § 2º No período em que não estejam suspensas as atividades econômicas, o regime de trabalho dos servidores observará, no que couber, o disposto no Decreto nº 9.634, de 13 de março de 2020 e as portarias editadas pela Secretaria de Estado da Administração.

§ 3º A Secretaria de Estado da Administração poderá editar normas complementares para regulamentação do disposto neste artigo. Art. 3º Ficam revogados os parágrafos 3º e 6º do art. 2º, os arts. 14, 15, e o parágrafo único do art. 17, do Decreto nº 9.653, de 19 de abril de 2020.

Art. 4º Este Decreto entra em vigor em 30 de junho de 2020. 5

Goiânia, de de 2020; 132o da República.

Niquelândia-GO registra a primeira morte por Covid-19



Niquelândia, no Norte de Goiás, registrou nesta segunda-feira (29) a primeira morte pelo novo coronavírus (Sars-Cov2). A vítima é uma mulher de 74 anos que estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha (HCamp) de Goiânia desde a última quarta-feira (17).

Secretária de Saúde do município, Maria Aparecida Gomes explicou que após dar entrada em um hospital particular de Niquelândia, o quadro de saúde da mulher piorou muito rápido. Ela foi entubada e transferida para Goiânia, onde morreu nesta madrugada. O sepultamento será em Goiatuba, na região Sul do Estado.

Maria Aparecida disse ainda que aproximadamente seis familiares que tiveram contato com a vítima testaram positivo para a Covid-19, mas apresentam sintomas leves e estão sendo acompanhados pelas autoridades sanitárias.

De acordo com a titular da pasta, o município aguarda o resultado do exame de um óbito suspeito. Esta outra vítima foi internada na quinta-feira (25) e morreu na sexta-feira (26). Amostras foram recolhidas e encaminhadas para Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO).

Até a noite deste domingo (28), Niquelândia registrava 57 casos confirmados sendo 17 recuperados, 38 em isolamento domiciliar e 2 hospitalizados. De acordo com o boletim, a cidade possui ainda 24 casos em investigação, onde 22 estão em isolamento e 1 internado.

De acordo com o Portal Excelência Notícias, a vítima é Marilice Dias dos Santos que deixa marido, dois filhos e cinco netos.

Fonte: O Popular

Maurides Rodrigues avança com Cidadania em Minaçu-GO



O Cidadania23 já tem um nome forte do partido consolidado na disputa pela prefeitura de Minaçu. Contando com o apoio do vice-governador de Goiás, Lincoln Tejota, Maurides Rodrigues é oficialmente pré-candidato na disputa pelo Executivo Municipal. 

“Temos trabalhado com a força política e a credibilidade que nosso presidente regional e vice-governador Lincoln Tejota tem aqui na região. E buscado apoio para fortalecer cada vez mais nossa base local”, diz ele.

Prefeito em Minaçu de 2013 a 2016, Maurides conhece bem a cidade e os problemas que afligem os mais de 31 mil moradores, como a necessidade de geração de emprego e renda e melhorias na infraestrutura da cidade.

Como propostas, Maurides defende o fortalecimento do setor industrial, para geração de novos empregos.  “Apostamos ainda no potencial turístico local e no incentivo à piscicultura de Minaçu”, diz ele.

Para Maurides, a disputa pelo voto nessas eleições, vão envolver mostrar a capacidade de trabalho e a capacidade de agregar apoios maiores que viabilizem sustentação às propostas. “Estamos buscando uma chapa bem competitiva, e temos recebido todo apoio do nosso presidente Lincoln Tejota para nossa composição”, finaliza.

Após anúncio, comunidade de Alto Paraíso-GO espera implementação de parque nas Cataratas dos Couros




Uma demanda antiga da população de Alto Paraíso de Goiás, na região da Chapada dos Veadeiros, o Parque Estadual da Catarata do Rio dos Couros foi anunciado neste fim de semana pelo governador Ronaldo Caiado (DEM). A comunidade local comemorou a medida e espera agora que a unidade de conservação, a ser criada por decreto e terá gestão compartilhada com a prefeitura do município, seja implantada.

A área pertence ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). “São mais de 5 mil hectares de área de cerrado preservada, totalmente pública, prioritária para conservação e que hoje está vinculada ao Incra”, detalhou a secretária de Estado da Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Andréa Vulcanis.

Na sexta-feira (26), a secretária Andréa Vulcanis e o prefeito de Alto Paraíso de Goiás, Martinho Mendes da Silva, enviaram um comunicado conjunto ao superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Igor Soares Lélis, solicitando que seja dado prosseguimento aos atos necessários que estão sob instância do órgão visando a criação da área protegida.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de Alto Paraíso de Goiás, Martinho Mendes da Silva, disse que a área era motivo de grande preocupação. Ele cita que houve diversas conversas junto ao Incra sobre a possibilidade de ser criado um parque no local e também destacou a gestão compartilhada. “A parceria com o Estado visa um bem maior que é a proteção daquele espaço tão singular para o nosso município.”

No Instagram, o governador Ronaldo Caiado anunciou ontem: “Goiás é abençoado por ter este tesouro da humanidade que é o Cerrado. É preciso defender nossa casa. Por isso, decidi criar o Parque Estadual das Cataratas do Rio dos Couros.”

Grupo de trabalho

Nos próximos dias, de acordo com a Semad, será criado grupo de trabalho para aperfeiçoar os estudos e documentos necessários para a criação da unidade de conservação. O grupo também deverá estabelecer os termos do acordo interinstitucional que tem como objetivo regular as ações entre as partes.

Com a pandemia do novo coronavírus, o processo de implantação do parque terá um desafio extra. “Estamos estudando formas alternativas e legais de realizarmos as audiências públicas, usando como exemplo iniciativas recentes bem-sucedidas, inclusive com maior participação social por meio de webinares”, relata Vulcanis.

Histórico

Integrante da Rede Mais Cerrado e proprietário de um camping na região, Bruno Mello lembra que a área estava pleiteada no processo de ampliação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV), mas acabou ficando de fora. “Com a gestão estadual as possibilidades de recursos estão mais garantidas, e com a gestão compartilhada com o município fica uma novidade que, sendo bem gerida, poderá nos dar um parque protegido e com participação da sociedade civil.”

Ex-chefe do PNCV e responsável pelo processo de ampliação, o biólogo Fernando Tatagiba explica que os estudos do Ministério do Meio Ambiente (MMA) da época indicavam o complexo das Cataratas do Rio dos Couros como propícia para entrar na área de proteção. “Não houve entendimento e, para a ampliação avançar, a área foi retirada.” Para o especialista, trata-se uma iniciativa muito acertada, porque o local é de extrema relevância sócioambiental. “Ali há um assentamento, mas a área da cataratas é a reserva ambiental do assentamento. Vai gerar oportunidades aos moradores associadas à conservação.”

Tatagiba, no entanto, destaca a importância dos próximos passos. “Criar o parque por decreto é um ato importantíssimo. Mas é fundamental que não pare por aí. É um primeiro passo. Logo em seguida é preciso de um plano de manejo, e que se se implemente esse parque de preferências de forma participativa, com um conselho consultivo e equipe técnica.”

O Nordeste goiano, durante décadas, foi conhecido como cinturão da miséria de Goiás, apesar de ser uma joia ambiental. Historicamente a região carece da presença permanente do governo. Apesar de ter uma Área de Proteção Ambiental estadual (a APA do Pouso Alto) e uma unidade de proteção ambiental, a Estação Ecológica de Nova Roma, a Chapada não possui escritório do órgão estadual.

Mais recentemente, graças ao turismo de natureza e à proximidade com Brasília, a situação da Chapada dos Veadeiros tem mudado. Para o secretário de Turismo de Alto Paraíso, Moisés Neto, a implantação do parque anunciado é importante. "Muda totalmente pois passamos a ter com receita para o município", diz.

Ações detectam 1.725 hectares de desmatamento irregular na região

O anúncio do parque ocorre após ações que flagraram uma série de desmatamentos na região, considerada a última fronteira agrícola do Estado. “Se por um lado a Semad fiscaliza, por outro protege a natureza e, como terceiro elemento que está chegando logo em seguida, já prepara as licenças simplificadas, com procedimento mais ágil e eficaz”, destaca.

Nas duas últimas semanas, três ações de fiscalização envolvendo a Semad e a Delegacia Estadual de Meio Ambiente (Dema) detectou 1.725 hectares de desmatamento e aplicou 13 autos de infração que totalizam R$ 3,236 milhões. As providências administrativas continuam para e devem completar 2.500 h, totalidade dos 24 alvos de investigação.

Até este domingo (28), os desmatamentos ilegais destinados à agricultura e mineração estavam concentrados em Cavalcante. O prefeito do município está entre os autuados

Fonte: O Popular

Ronaldo Caiado pede apoio para lockdown de 14 dias em Goiás: 'Cada prefeito vai responder pelo caos'




O governador Ronaldo Caiado (DEM) pediu apoio a prefeitos para o lockdown alternativo de 14 dias, em Goiás. O pedido foi feito após a Universidade Federal de Goiás (UFG) divulgar um novo estudo que estima um colapso hospitalar em julho, com a necessidade de 2 mil leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e 18 mil mortes por Covid-19 até setembro.

"Se tivesse autonomia do Supremo, decretaria fechamento do comércio no esquema 14 por 14, em Goiás", disse o governador.

No dia 15 de abril, o Supremo Tribunal Federal decidiu que os municípios têm poder para determinar regras de isolamento, quarentena e restrição de transporte e trânsito em rodovias em razão da epidemia do coronavírus. O governador ponderou, nesta manhã, que os prefeitos precisam rever as flexibilizações e ofereceu apoio da polícia, caso eles queiram adotar o fechamento já a partir de terça-feira (30).

"Isso é imoral, desumano, eu não posso aceitar que haja omissão de autoridades. A responsabilidade é de todos nós. Cada prefeito e cada prefeita vai responder pelo caos nos seus municípios. Reflitam bem, analisam bem. Fornecerei as minhas polícias a todos os prefeitos que quiserem que haja cumprimento 14 por 14", disse o governador.

Conforme último boletim epidemiológico, divulgado no domingo (28), o estado tinha mais de 22 mil casos confirmados de coronavírus, sendo 435 mortes. Na live desta manhã, o secretário Estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, lamentou mais nove mortes na noite de domingo para esta segunda-feira só no Hospital de Campanha de Goiânia.

Fonte: G1

domingo, 28 de junho de 2020

Goiás entra na fase mais crítica da pandemia da Covid-19



Goiás entra, a partir de agora até o final de julho, no período mais crítico da pandemia causada pelo novo coronavírus. Para equilibrar o número de casos com a capacidade de atendimento hospitalar, o governador Ronaldo Caiado convoca para uma videoconferência, nesta segunda-feira, dia 29, a partir das 8 horas.

A reunião será com prefeitos e representantes dos poderes Legislativo e Judiciário goianos. A imprensa poderá acompanhar o encontro que será online.

De acordo com Caiado, são necessárias novas ações para que não faltem leitos de UTI aos goianos. Ele lembra que as medidas duras tomadas em março, quando se tornou o primeiro governador a baixar a quarentena no País, foram determinantes para que cerca de três mil vidas fossem poupadas, segundo apontou recente estudo divulgado pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

Ainda de acordo com o governador, como o Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu aos municípios a prerrogativa de deliberar e agir para conter a disseminação da Covid-19, é preciso que todos estejam cientes do quadro que Goiás vive.

“É momento de todos refletirem e assumirem responsabilidades. Não adianta um prefeito fazer a tarefa de casa, e outro liberar tudo [comércio, festas etc.]. As ações têm que ser unânimes”, defendeu Caiado. Se nada for feito, alertou, a média de mil casos/dia, pode dobrar para dois mil por dia.

Além do decreto de isolamento social, que levou Goiás a atingir quase 70% de atendimento a este critério, o governador atuou para estruturar os hospitais com leitos para Covid-19 no interior que, até então, só possuíam leitos de UTI em três cidades – Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis.

Hoje, com empenho do Governo de Goiás, já foram abertas dezenas de leitos pelo interior. “Temos oito novos hospitais em oito regiões e pudemos, finalmente, regionalizar a saúde no Estado”, disse. A rede estadual já conta atendimento aos pacientes goianos com Covid-19 nas cidades de Goiânia, Águas Lindas, Luziânia, Trindade, Porangatu, Catalão e Anápolis.

Já está prevista, para os próximos dias, a abertura de unidades em Itumbiara, São Luís de Montes Belos, Formosa e Jataí, e o Governo de Goiás trabalha para ampliar ainda mais, por meio de parcerias, o número de leitos no Estado.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Nova operação encontra mais de 1 mil hectares de desmatamento em Cavalcante-GO



A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) encontrou mais de 1 mil hectares de desmatamento em uma propriedade rural de Cavalcante, região nordeste de Goiás. O proprietário foi autuado em R$ 2,1 milhões pela supressão irregular de 1.029 hectares. Desses, mais de sete estavam dentro de Área de Proteção Permanente.

A ação integra a Operação Presença, que descobriu desmatamento em área pertencente à comunidade kalunga, que reúne famílias remanescentes de escravos. Na ocasião, ao menos 530 hectares de mata virgem foram devastados.

Realizada pela Semad com apoio do Grupo Tático 3, polícias Civil e Militar, a operação começou na segunda-feira (22), menos de 20 dias depois da descoberta de minerações sem qualquer licenciamento e supressões vegetais irregulares em áreas públicas e particulares.

Uma delas pertence ao prefeito de Cavalcante, Josemar Saraiva Freire (PSDB), que, segundo a Semad, emitiu licenças sem validade para o desmatamento de propriedades de sua posse.

A Reportagem entrou em contato com o prefeito às 9h32, por mensagem, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Área kalunga

No último dia 4, a Semad já havia localizado um pedaço de terra nativa pertencente ao território kalunga sendo desmatado. Na ocasião, mais de 500 hectares foram destruídos.

À época, a Semad havia informado que multou os responsáveis em R$ 300 mil. Porém, o órgão atualizou os valores nesta quarta-feira (24). No total, as multas somam mais de R$ 5 milhões.

Na primeira operação, além de embargar a área, os fiscais também apreenderam 300 toneladas de calcário, minério usado para preparar o solo para o plantio.

Fonte: G1

sábado, 27 de junho de 2020

Divinópolis de Goiás: Evento pode ter espalhado coronavírus no Distrito de Vazante. Já são 9 casos confirmados na comunidade



Um evento realizado no Distrito de Vazante, no município de Divinópolis de Goiás pode ter sido o responsável por ter espalhado o novo coronavírus na comunidade.

O evento realizado na semana passada reuniu algumas pessoas, inclusive estava no evento uma pessoa que já estava infectada com o vírus e não sabia. Essa pessoa veio de Goiânia.

O resultado desse evento foi bastante preocupante, o vírus se propagou e até o momento 9 pessoas testaram positivo no Distrito Vazante e outras várias pessoas são suspeitas ou estão em monitoramento.

Na cidade de Divinópolis são três casos confirmados, um do funcionário do mercado que foi até Brasília e um homem que não sabia que estava infectado com o novo coronavírus e acabou transmitindo a doença para seus pais.

Um caso também foi registrado no Assentamento Riacho Seco, esse caso o paciente também pode ter sido infectado pelo caso registrado no Distrito Vazante.

São três focos do vírus no município, o foco mais preocupante é no Distrito de Vazante.

A Secretaria de Saúde está focada no combate a disseminação do vírus no município. Todos os casos confirmados, suspeitos e monitorados estão sendo acompanhado de perto.

Ao todo são 13 casos confirmados, 46 em monitoramento, 12 suspeitos e 13 descartados. 1 paciente teve agravamento no quadro de saúde e precisou ser removido para hospital de campanha.

As famílias e os casos suspeitos continuam em isolamento domiciliar, assim como todos os notificados, sendo acompanhado pela equipe de saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis lembra a importância de que todos fiquem em casa e só saiam quando necessário. E, ainda, que sigam os cuidados com a higienização e o uso de máscaras para proteção e álcool em gel.

Mulher de Alvorada do Norte-GO ganha R$ 5 mil em sorteio na Live do cantor Gusttavo Lima



Uma mulher de Alvorada do Norte, no nordeste goiano, foi uma das sortudas e faturou R$ 5 mil na live do Boteco Especial do Gusttavo Lima, realizada na noite de sexta-feira (26).

Além de Gusttavo Lima, Live de São João teve a participação dos cantores Felipe Araújo e Jonas Esticado.

Para participar do sorteio era necessário compra um título de capitalização Mega Sorte no valor de R$ 15. Foi sorteado uma caminhonete zero KM e 10 prêmios de R$ 5 mil. 

A única sorteada do estado de Goiás foi uma mulher moradora de Alvorada do Norte. Ela ganhou R$ 5 mil. As informações estão no site https://www.megasorte.com/


Alvorada do Norte-GO: Prefeita determina o fechamento da Praia do Povo por causa do coronavírus




A prefeitura de Alvorada do Norte, no nordeste goiano, através da prefeita Iolanda Holiceni, determinou o fechamento do acesso e a praia do Povo por causa do novo coronavírus.

Apesar das recomendações para ficar em casa, muitas pessoas estavam frequentando a praia do Povo.

O município tem 5 casos confirmados de coronavírus e a medida e para conter a disseminação do vírus na cidade.

A rodovia BR-020 corta pela cidade de Alvorada do Norte, centenas de pessoas passam pela cidade diariamente.

A Secretaria de Saúde alerta à população para ficar em distanciamento social e usar máscaras ao sair de casa.

Sobe para 22 o número de casos confirmados de coronavírus em Posse-GO


A Secretaria de Saúde de Posse, no nordeste goiano, divulgou o boletim epidemiológico nesta sábado (27), confirmando mais três casos do novo coronavírus, chegando no total de 22 casos positivos.

Há um óbito sob investigação pelo Comitê Especial de Óbito Covid-19 do Estado de Goiás, onde é preciso aguardar a decisão final emitida pelo Comitê, do que, de fato, causou a morte do paciente.

Segundo a Secretaria de Saúde, por precaução, os pacientes em monitoramento seguem em isolamento domiciliar, sem exigência de notificação para coleta de exames, por tanto, não são classificados como casos suspeitos para realização do teste.

São contabilizados casos em monitoramento para área endêmica, pacientes que foram removidos para área com casos positivos, e os casos em monitoramento por alto risco de contágio, pessoas que tiveram contato direto ou indireto com paciente testado positivo para Covid-19.

Posse tem 22 casos confirmados, 03 suspeitos, 19 descartados, 132 monitorados, 1 óbito confirmado e 1 óbito em investigação.

A Secretaria lembra que o distanciamento social ainda é uma medida necessária para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.


Divinópolis de Goiás tem 13 casos confirmados de coronavírus



A Secretaria de Saúde de Divinópolis de Goiá divulgou na noite deste sábado (27) o Boletim Epidemiológico do coronavírus.

A Secretaria confirmou 13 casos positivos, 12 suspeitos, 46 em monitoramento, 21 descartados e 93 notificados.

Ainda segundo a Secretaria, os casos estão sendo conduzidos de acordo com o protocolo do ministério da saúde.

As famílias e os casos suspeitos continuam em isolamento domiciliar, assim como todos os notificados, sendo acompanhado pela equipe de saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis lembra a importância de que todos fiquem em casa e só saiam quando necessário. E, ainda, que sigam os cuidados com a higienização e o uso de máscaras para proteção e álcool em gel.


Chapada dos Veadeiros: Governo prepara parque em área alvo de desmatamento



Depois de dois episódios de desmatamento ilegal desde o início de junho, inclusive do prefeito de Cavalcante, o governo de Goiás tem planos para criar um parque estadual na região da Chapada dos Veadeiros. Já em fase de elaboração, a unidade de conservação deve ser criada na cidade de Alto Paraíso, na região turística da catarata do Rio dos Couros, em uma área de 5 mil hectares.

A ideia é que o parque seja gerido em conjunto pelo governo de Goiás e pela prefeitura de Alto Paraíso – o processo já está andamento e envolve área vinculada ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

A titular da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Goiás (Semad), Andréa Vulcanis, já enviou um ofício, assinado em conjunto com o prefeito Martino Mendes (PR), para pedir que a superintendência regional do Incra dê início ao procedimento no que tange à área sob instância do órgão federal – o assentamento Esusa.

Um grupo de trabalho também deve ser criado nos próximos dias para discutir estudos e documentações da área – o processo envolve georreferenciamento da área, formação de conselho gestor e criação de um plano de manejo.

Se sair do papel, o parque, cuja criação se discute há anos, integrará outras áreas de proteção ambiental (APAs), como a de Pouso Alto, e reservas de patrimônio natural. A região goiana já tem o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, tombado como patrimônio mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Áreas ameaçadas

Nesta semana, o governo de Goiás deflagrou na região a Operação Presença, que identificou desmatamento ilegal e mineração sem licenciamento e multou em R$ 169 mil o prefeito de Cavalcante, Josemar Saraiva Freire (PSDB), que também teve duas máquinas apreendidas por desmatar o Cerrado nativo da região. Ele alegou ter documentos para fazer a “limpeza do pasto”, mas foi contestado pela Semad.

No início do mês, habitantes do território quilombola Kalunga e guias turísticos da Chapada dos Veadeiros denunciaram o desmatamento de mais de mil hectares de cerrado, na cidade de Cavalcante. As regiões devastadas estão não só no território Kalunga, como também em uma parte da APA de Pouso Alto.

Fonte: Metrópoles

Coronavírus: Alto Paraíso de Goiás prorroga fechamento do comércio até 15 de julho



A Prefeitura de Alto Paraíso (GO) decidiu manter o comércio fechado até 15 de julho diante da pandemia do novo coronavírus. A cidade é um dos principais pontos turísticos da Chapada dos Veadeiros.

O prefeito de Alto Paraíso, Martinho Mendes, sancionou, na quinta-feira (25/06), o decreto que prorroga o fechamento das atividades.

De acordo com o boletim informativo da Covid-19 divulgado pela prefeitura, Alto Paraíso tinha seis casos confirmados de coronavírus e dois aguardando resultado dos exames até essa quinta-feira.

O Comitê de Emergência para Ação ganhou quase três semanas a mais de trabalho a fim de para preparar um documento sobre a reabertura segura e entregá-lo ao prefeito e ao Ministério Público.

O grupo, que se reuniu pela primeira vez no dia 15 de junho, é formado por equipe das secretarias de Saúde, Turismo, Educação e Proteção Social. Ainda integram o colegiado convidados da sociedade civil, que incluem consultores técnicos e representantes da comunidade de Alto Paraíso e São Jorge.

“No comitê, são levantados assuntos como matriz de risco e vulnerabilidade. Este comitê tem o objetivo de auxiliar a Administração Pública nos protocolos para uma reabertura segura para todos, garantindo ao máximo a tranquilidade quando o assunto for atendimento de possíveis infectados pelo Covid-19”, disse a prefeitura, em nota.

“Todas as medidas tomadas têm como maior foco a segurança dos nossos munícipes”, afirmou.

Confira a integra do decreto:

 

Fonte: Metrópoles

Homem arma emboscada para assaltar o próprio primo, em Campos Belos-GO



Um homem armou uma emboscada para assaltar o próprio primo, na cidade de Campos Belos, no nordeste goiano.

O homem e o primo procuraram a Polícia para relatar um assalto a mão armada nas proximidades de um motel no Setor Don Alano, ocorrido no início da noite da última quarta-feira. Os bandidos teriam levado a quantia de R$ 1.500,00.

Aos policiais o homem e a vítima relataram que estavam indo ver uma motocicleta, pois a vítima tinha interesse em adquirir um veículo e foram assaltados durante o trajeto.

Dois criminosos armados abordaram a dupla e anunciaram o assalto e levaram o dinheiro. Narra os fatos que os criminosos estavam encapuzados.

Demonstrando nervosismo desproporcional, aos fatos e as narrativas controversas, despertaram suspeita ao homem, que em uma nova indagação dos policiais sobre os pontos obscuros da narrativa, resolveu revelar a verdade dos fatos e confessou ter armado a emboscada contra o próprio primo.

O homem contou para a polícia que estava passando por dificuldade financeira e seu primo o procurou com a intenção de comprar uma motocicleta e viu ali uma oportunidade de ganhar o dinheiro do primo.

Aos policiais, o homem disse que chamou dois homens que são irmãos de sua namorada para simular o assalto. O homem disse que a parte dele era levar o primo até o local da emboscada onde os dois cunhados estavam armados.

O Homem informou a polícia para onde os comparsas teriam indo. A Polícia iniciou as buscas pela região, localizaram os dois que saíram pulando muros e deixou parte do dinheiro roubado no assalto para trás, cerca de R$ 450,00.

Na busca pelo restante do dinheiro, os policiais encontraram um motor de motocicleta com numeração raspada e objetos e um simulacro de arma de fogo usada para cometer o assalto.

O caso foi apresentado na Delegacia de Polícia de Campos Belos para providências cabíveis. Um veículo utilizado no assalto foi apreendido. Os dois irmão ainda não foram localizados pela polícia.

Os suspeitos estavam cumprindo regime semiaberto devido a pandemia do novo coronavírus.