A1

segunda-feira, 15 de junho de 2020

4 Perguntas para Fabrício Alves – vereador e pré-candidato a prefeito de Posse-GO



O Blog Antônio Carlos está iniciando um série de entrevistas com pré-candidatos a prefeito de municípios do Nordeste Goiano.

O primeiro entrevistado do quadro ‘4 Perguntas’ é o vereador e pré-candidato a prefeito de Posse (GO), Fabrício Alves (PRTB).

Blog AC: Qual será seu principal lema de campanha e cite bons motivos para conquistar o eleitor?

Fabrício:

Qual lema de campanha você já viu ser seguido, ou cumprido?
Nenhum.

Esse lance de "Lema de Campanha" é só enrolação, é "171" Eleitoral, não vou ter; aliás não tenho lema nem de campanha.

Tenho compromissos:
De não roubar, de não desperdiçar os recursos que são arrancados na carne de todos, com futilidades e outras coisas piores...

De ter transparência, de não mentir, de abrir a administração pra qualquer um fiscalizar.

De aplicar corretamente os recursos que vierem, consultando a comunidade, sem arrogância.

De estar plenamente satisfeito com o salário que o povo vai me pagar, e não receber propina, e punir quem ousar fazer isso dentro da minha gestão.

Enfim; Meu lema, se é que existe um é ser Honesto.

E compreendo se algumas pessoas duvidam, afinal, a quanto tempo somos enganados não é mesmo?

Falar na terceira pessoa de mim mesmo é terrível. E não se deve falar em votos em pré-campanha, pois a lei proíbe.

Mas, posso falar o que dizem da minha pessoa e que acaba chegando até a mim.

Dizem que eu não tenho capacidade administrativa, mas, não sabem que fui assalariado a vida inteira e com esse pouquinho, construí e deixei uma casinha pra minha ex-esposa e meus filhos, ajudei a construir a da minha mãezinha, aqui e acolá, sobrava um tiquinho pra ajudar um amigo ou amiga, nunca faltou pra nos alimentarmos bem graças a Deus!

Administrar muita grana não deve ser mais difícil que ter uma renda pequena e fazer milagres com ela.

Sou cumpridor de compromissos e homem de uma palavra só. Não sei enganar ninguém e tenho coragem de correr atrás de benefícios.

Quando é para os outros eu sou pidão. E quem pede recebe.

Terei uma equipe competente, honesta e alinhada. É isso, falar pelos cotovelos também não é meu perfil, o povo cansou de enganação.

Blog AC: Quais políticas de emprego e renda pretende implantar no município para alavancar a economia local?

Fabrício:

Nós vimos a administração atual e seu grupo prometer como diz o ditado: Até lotes no céu e ser a maior decepção do povo de Posse.

Por isso tenho muito cuidado pra não cair na mesma cilada da soberba e da arrogância de afirmar que vou transformar Posse numa cidade da Europa.

Mas, afirmo que podemos avançar muito, pois ainda não possuímos nem o básico que é: Ruas pavimentadas e limpas com jardinagem pra deixar tudo bonito, o Hospital deve ser acoplado a esse velho prédio da prefeitura pra formar um centro integrado de saúde pra fugirmos de alugueis abusivos por conta sabe-se lá de quais acordos debaixo do pano.

Nas comunidades da zona rural, as pequenas propriedades precisam produzir e serem lucrativas, pras famílias não precisarem abandonar um trabalho de uma vida inteira, as vezes apenas por falta de orientação e informação, e uma série de outras coisas que num momento oportuno vou poder apresentar pra sociedade de Posse.

Blog AC: Educação, saúde, segurança, qual será a sua prioridade e por quê?

Fabrício:

Segurança é dever do Estado e não do município, mas, uma guarda municipal de trânsito é uma ideia a ser discutida com a sociedade e avaliar os prós e contras.

Acho que professores devem ser valorizados e terem escolas melhores equipadas, e terão se Deus quiser, pois vamos correr atrás.

Incluindo a modernização do ensino, trazendo essa molecada pro foco do ensino e do esporte, fornecendo à eles a oportunidade de preencher o tempo com coisas boas, e automaticamente as drogas não serão opção.

Em relação a Pandemia, não tem muito o que fazer, pois todos, todos nós vamos acabar pegando! Mas, uma barreira sanitária nas entradas da cidade já deveriam estar funcionando.

Vejo também que deveremos mudar completamente a forma como olhamos o mundo daqui pra frente.

O mundo acalorado, como conhecíamos, com festas em excesso, multidões etc, este nunca mais veremos.

Vencemos outras crises, e vamos vencer esta também. Claro: Temos que saber resguardar idosos e Pessoas enfermas do pior.

Deus sabe o que faz, eu confio que tudo isso é pra nós tornamos pessoas melhores.

Blog AC: Quais os planos e políticas tem em mente para enfrentar problemas sociais alarmantes como a violência, drogas e pandemia?

Fabrício:

Não tem resposta fácil pra essa pergunta aí, e como eu disse: não prometo lotes no céu.

Mas, falando de segurança por exemplo: Polícia de Posse enfrentou na década de 90 e no início dos anos 2.000, gangues, quadrilhas, e tudo quanto foi coisa ruim, e reconheço o mérito de hoje termos uma cidade relativamente segura, em comparação com as do sudeste por exemplo.

Mas, a Polícia, assim como qualquer instituição tem as laranjas podres, que são uma em cada 1.000, e é preciso que a sociedade pressione pra expurgar estes indivíduos que mancham a história dessa classe que na absoluta maioria das vezes, nos honra e nos protege.

A violência só se justifica quando é contra um Bandido.

Lembrar que tenho o apoio do meu amigo e irmão Deputado Paulo Trabalho.

Que é alguém que como eu sonha com uma Posse melhor pra todos, aliás, sonha não! Está correndo atrás!

Costumo dizer que vamos ver muita coisa boa a respeito dele, e quem duvida é só pagar pra ver.

No mais agradecer pela oportunidade e me colocar à disposição sempre que possível for para ser entrevistado.

Muito obrigado pelo espaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário