quarta-feira, 24 de junho de 2020

Apenas quatro cidades em Goiás não registraram casos suspeitos de coronavírus



Campos Verdes, Guarinos, Novo Planalto e Palestina de Goiás são os únicos entre os 246 municípios goianos que ainda não registraram casos suspeitos do novo coronavírus (Sars-CoV-2), o que mostra o avanço da doença pelo interior de Goiás, segundo os dados desta terça-feira (23) do painel Covid-19, da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO).

Contudo, no sistema do governo estadual tem uma incongruência. Pelo painel, a cidade de Cristinópolis, que comemora hoje 67 anos, não conta sequer com casos suspeitos, mas a prefeitura divulgou no início deste mês o primeiro paciente infectado pelo vírus que, inclusive, já se recuperou da doença.

Sobre os dados, a SES-GO sempre ressaltou que os números são dinâmicos e passíveis de mudanças após investigação mais detalhada de cada situação. “Os boletins são elaborados a partir dos dados inseridos nos sistemas e-SUS VE e SIVEP Gripe, do Ministério da Saúde, pelas diversas instituições de saúde cadastradas no Estado, conforme endereço de residência informado pelos usuários.

Os dados podem ser alterados para mais ou para menos conforme investigação das Vigilâncias Epidemiológicas Municipais e atualização das fichas de notificações pelos municípios nos sistemas oficiais. Diante de eventuais inconsistências nos números, estes serão atualizados a partir das correções feitas pelas cidades nos sistemas de notificação”, ressaltou a pasta.

Nas outras quatro cidades a reportagem apurou com as autoridades de saúde locais que nenhum caso suspeito realmente foi computado. Ainda pelo dispositivo de monitoramento do Estado, 201 cidades registraram casos confirmados de Covid-19.

O boletim epidemiológico de hoje da SES-GO detalhou que Goiás registrou, no total, 17.629 pacientes infectados pelo coronavírus e 917 confirmações nas últimas 24 horas. Neste mesmo período, 18 novas mortes foram registradas e o Estado agora contabiliza 329 vítimas da Covid-19. No Estado, há 47.356 casos suspeitos em investigação e 39 óbitos suspeitos sendo analisados.

Interior

Muitos municípios do interior têm se destacado pelo aumento expressivo de notificações na última semana. São vários cenários distintos, que vão desde Rio Verde que assumiu o topo da lista dos municípios com mais registros neste fim de semana, até municípios pequenos, como Iaciaria e Guarani de Goiás, que não apareciam no boletim no dia 15 e agora já estão, respectivamente, com 11 moradores infectados cada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Destes municípios, três se destacam pelo aumento expressivo de casos após semanas de relativa estabilidade nos dados repassados ao Ministério da Saúde (que serve de banco de dados para os relatórios da SES-GO): Itumbiara, Inhumas e Quirinópolis. Os três se encontram no grupo de cidades que estavam com mais de 10 casos que apresentaram um aumento de mais de 100% no boletim estadual. Em comum, as três prefeituras informam que passaram a testar mais seus moradores.

Em Quirinópolis, a situação é ainda mais grave, pois os números que constam no boletim – como em todos os casos em que o aumento é rápido e expressivo em uma cidade – estão defasados. A cidade estava com mais de 80 casos há uma semana e agora já são 228. No relatório estadual foi de 28 para 76. O prefeito Gilmar Alves da Silva (MDB) diz que após a explosão de casos em Rio Verde, a 112 km da cidade, passou a testar mais os moradores e trabalhadores que atuam em potenciais focos de disseminação da Covid-19.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário