A1

sábado, 6 de junho de 2020

Bolsonaro visita Comando de Artilharia do Exército em Formosa-GO




O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visita, neste sábado (6), o Comando de Artilharia do Exército que fica em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Ele chegou de helicóptero ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mais próximo do local, na BR-020, sem máscara, e abraçou e tirou foto com policiais. O presidente ainda acenou para motoristas e até um ciclista que passou por ele.

Decreto publicado pela Prefeitura de Formosa afirma que o uso de máscara na cidade é considerado obrigatório para tentar evitar a contaminação por coronavírus. Quem descumpre a medida pode ser multado em até R$ 100.

Por meio de nota, a Prefeitura de Formosa informou que, "em relação ao não uso de máscara do presidente e de alguns agentes da PRF, cabe ao comando do Forte Santa Bárbara fiscalizar, porque se trata de uma instalação do Exército Brasileiro".

A reportagem pediu por e-mail, às 10h15, notas ao Palácio do Planalto e à assessoria da PRF devido ao descumprimento da decisão municipal e aguarda retorno.

Após cerca de uma hora no posto da PRF, ele voltou ao helicóptero e voou até o Comando de Artilharia, que fica dentro do Forte de Santa Bárbara, por volta de 10h50.

Durante inauguração do primeiro hospital de campanha do governo federal, na sexta-feira (5), em Águas Lindas de Goiás, o presidente anunciou a visita. Ele também convidou o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) para ir ao local, mas o goiano ainda não tinha sido visto no Comando de Artilharia do Exército até a última atualização desta reportagem.

“[...] Amanhã volto a Goiás de forma informal na região de Formosa pra dar um tiro lá; tá convidado, Caiado. Um abraço a todos. Até a próxima oportunidade”, afirmou o presidente ao final da inauguração do Hospital de Campanha de Águas Lindas.

Comando de Artilharia

Atualmente sediado no Forte Santa Bárbara, em Formosa, o Comando tinha como base Porto Alegre (RS) até janeiro deste ano. O local é a unidade do Exército Brasileiro responsável pela artilharia de mísseis e foguetes.

A sede tem aproximadamente 64 km quadrados disponíveis para serem utilizados como campo de instrução militar, onde seria possível realizar lançamentos de treinamento com facilidade.

À época da transferência da sede, o vice-presidente, Hamilton Mourão, afirmou que a alteração favorecia o desenvolvimento do programa Astros 2020, que desenvolve o lançamento de mísseis e foguetes com tecnologia brasileira.

"Nós temos agora uma capacidade maior [de fogo]. Mas o foco é a questão da tecnologia que está embutida aqui. São pouquíssimos os países que têm essa tecnologia. Está indo muito bem”, avaliou o vice-presidente, na ocasião.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário