segunda-feira, 20 de julho de 2020

Governo de Goiás instala links para acesso à internet via satélite em escolas de comunidades rurais, Kalunga e indígenas




Escolas rurais e de comunidades quilombolas Kalunga e indígenas de cinco municípios goianos agora estão conectadas à Internet via satélite. O serviço foi disponibilizado às unidades escolares após uma parceria do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

O objetivo é dar condições técnicas para a realização do programa GoiásTec, promovido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

As conexões, via satélite da Telebrás, possuem velocidade de 10 megabites por segundo (Mbps) de download e 1 megabits por segundo de upload e possibilitarão o acesso à internet e a sua aplicação no ensino a distância nas regiões Central e Nordeste de Goiás. Além disso, o serviço permitirá a realização de treinamentos e capacitações remotas de servidores e o desenvolvimento de programas sociais nessas comunidades.

Para a coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais e presidente de Honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, a conexão à internet vai aos encontro dos esforços do Governo de Goiás no combate às desigualdades regionais. “A chegada da internet a essas comunidades representa uma grande mudança na vida de muitas famílias. Recentemente, o Governo de Goiás e a Enel levaram a energia elétrica para a comunidade Kalunga do Vão do Moleque e agora mais esse grande avanço que vai em muito auxiliar nesta grande prioridade do governador Ronaldo Caiado, que é o combate às desigualdades regionais em nosso Estado”, disse.

Técnicos das Secretarias de Desenvolvimento e Inovação e de Educação realizaram testes nos links já instalados com a finalidade de checagem do potencial de uso para o ensino a distância. A testagem foi feita a partir do estúdio do Itego, em Goiânia, e obteve resultados positivos tanto em qualidade de áudio e vídeo quanto na interação entre professor e aluno, fundamental para que o processo de aprendizagem remota seja eficiente.

“Os testes demonstraram o potencial desta solução na medida em que estabelece canais de comunicação, seja para programas educacionais ou mesmo sociais, tais como: assistência e saúde. As conexões satelitais permitirão estender, com eficácia, ações do Governo de Goiás às comunidades mais remotas”, explica o superintendente de Operação e Serviços da subsecretaria de Tecnologia da Informação da Sedi, Wagner Gomes.

Escolas beneficiadas

Na comunidade Kalunga, localizada no município de Cavalcante, a internet via satélite foi instalada na Escola Estadual Calunga I, com extensão para as escolas municipais Joselina Francisco Maia e Vereador Anedino de Deus Coutinho, ambas na área rural. 
Nos municípios de Posse e Nova Crixás, foram beneficiadas as seguintes escolas: Escola Estadual Povoado Nova Vista, Colégio Estadual do Povoado Barreiro e Colégio Estadual Basílio Evangelista Rosa.

Já em Flores de Goiás, o acesso ao serviço foi disponibilizado no Colégio Estadual Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, com extensão para o Assentamento São Vicente. Também foram contemplados o Colégio Estadual Júlio César Teodoro, com extensão para a Escola Municipal Canabrava, na Fazenda Canabrava; e a Escola Municipal Santa Maria, no Povoado de Santa Maria.

Em Rubiataba, foram contemplados o Colégio Estadual Antônio Braga, com extensão ao povoado de Bragolândia, e a Escola Estadual Indígena Cacique José Borges.

Programa GoiásTec

O GoiásTec – Ensino Médio ao Alcance de Todos é um programa do Governo de Goiás que visa, por meio da Seduc, oferecer o Ensino Médio em unidades escolares da zona rural, distritos e regiões de difícil acesso ou com falta de professores de áreas específicas de conhecimento, por meio da transmissão de aulas via satélite.

No último dia 9, o Governo de Goiás sancionou a lei estadual nº 20.802, que institui o GoiásTec nas escolas da rede estadual de ensino. Antes da promulgação da lei, o programa já havia sido implantado em algumas unidades escolares de Goiás por meio do decreto estadual nº 9.619, publicado em fevereiro deste ano.

“Com o GoiásTec, podemos levar aprendizagem para todos os cantos do Estado, independente da quantidade de alunos que lá esteja, e garantimos professores especialistas para dar a melhor aula para os estudantes. É um projeto ousado e inovador que assegura a educação para todos”, pontua a secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli.

Atualmente, o programa está em curso em regiões de 65 municípios goianos, incluindo comunidades Kalunga, e conta com a participação de 1.945 alunos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário