segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Flores de Goiás e Posse-GO irão receber mais verba do FPM em 2021



Dados da Federação Goiana de Municípios (FGM) informam que dez cidades goianas aumentaram a estimativa de habitantes de 2019 para este ano em número suficiente para receber um aumento na verba do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Com isso, a partir de janeiro de 2021, deve haver um aumento de R$ 180 mil de recursos para esta dezena, segundo o presidente da FGM, prefeito Cunha (PSDB), de Porteirão.

Tiveram aumento: Caldas Novas (mais 2.034 habitantes); Chapadão do Céu (319); Crixás (487); Flores de Goiás (448); Jaraguá (827); Jataí (1.183); Montividiu (276); Posse (514); Senador Canedo (3.080); e Trindade (2.224). O número tem como base estimativa da população apresentada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última semana.

Segundo o IBGE, na última quinta-feira (27), o Brasil chegou a 211,8 milhões de habitantes em 2020. Goiás, 7.113.540 (crescimento de 0,77%, em relação a 2019). Uma vez que a estimativa populacional serve de parâmetro para o Tribunal de Contas da União (TCU) realizar o cálculo dos coeficientes do FPM, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) realizou um estudo sobre a distribuição do fundo em 2021.

Os critérios atualmente utilizados para o cálculo dos coeficientes de participação dos Municípios estão inseridos na Lei n.º. 5.172/66 (Código Tributário Nacional) e no Decreto-Lei N.º 1.881/81.

Sem cortes

De acordo com a FGM, enquanto não ocorre o Censo Demográfico (previsto para 2021), a Lei 165/19 determina o cálculo do coeficiente do exercício de 2018 para rateio do fundo. Ou seja, não pode haver cortes até 2021.

Contudo, diferente de 1.569 municípios do País, as cidades goianas não tiveram redução da população. O Estado manteve faixa de crescimento, informa a Federação.

Fonte: Mais Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário