sábado, 22 de agosto de 2020

Também com Covid-19, mãe de Cauan é internada no mesmo hospital onde ele e o pai estão em UTI



A mãe do cantor Cauan, da dupla com Cleber, precisou ser internada no mesmo hospital que o cantor e o pai estão, o Anis Rassi, em Goiânia. De acordo com o último boletim médico divulgado, Shirlei Máximo apresentou complicações em decorrência da Covid-19 e foi levada, na manhã deste sábado (22), para uma enfermaria da unidade.

De acordo com o comunicado, após Shirlei passar por exames e avaliação médica, foi constatada uma complicação chamada Tromboembolismo Pulmonar, na qual o sangue coagula no interior de alguns vasos sanguíneos e pode ser deslocar dentro dos mesmos. No entanto, ela está estável e respirando sem necessidade de oxigênio.

Já Cauan, que está há 10 dias internado para se tratar de complicações do coronavírus, continua reagindo positivamente ao tratamento com antibióticos e corticoides ao apresentar uma melhora clínica neste sábado. O quadro geral, porém, ainda é considerado grave, e por isso, ele é observado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Já o pai do artista, João Luiz Máximo, que também está infectado com o coronavírus, continua internada na UTI da unidade. De acordo com a família, ele evolui bem e os exames não apresentaram alterações significavas de ontem pra hoje.

A atualização do estado de saúde foi divulgada pela família após a equipe médica do hospital comparar os exames diários com os dias anteriores (leia a íntegra abaixo).

Evolução do Cauan

A infecção desencadeada pelo coronavírus chegou a comprometer 75% da funcionalidade dos pulmões. Após o tratamento na UTI, o quadro foi reduzido para 60%, na terça-feira (18), conforme revelou uma tomografia. Esse quadro se manteve estável no boletim desta sexta-feira.

Os sintomas da Covid-19 se manifestaram em 7 de agosto, com dores no corpo e febre, e, no dia seguinte, o artista recebeu a confirmação da doença. Cauan foi internado no dia 12 de agosto, na Clínica do Esporte. Na ocasião, ele já estava com 50% dos pulmões comprometidos.

Familiares contaminados

O irmão do sertanejo, Fernando Máximo, conseguiu se curar da doença no mês passado, após ficar 10 dias internado numa UTI.

O irmão do cantor é médico e secretário estadual de Saúde de Rondônia. Ele está em Goiânia para acompanhar de perto o tratamento de Cauan.

A namorada do cantor, Mariana Guimarães Moraes, também está infectada. Ela ficou alguns dias com o artista no hospital, sendo observada pela equipe médica junto com ele, mas foi liberada para se tratar em casa assim que Cauan precisou ser transferido para a UTI.

Tratamento

O artista está fazendo três modalidades de fisioterapia na UTI: cardíaca, pulmonar e motora. O irmão de Cauan explicou que a cardíaca ajuda a fortalecer os músculos do coração; a pulmonar tem o mesmo objetivo, mas força os pulmões a funcionarem melhor; e a motora é para os músculos do corpo não atrofiarem por ele ficar muito tempo deitado e sem praticar exercícios físicos.

Sobre o tratamento com remédios, o irmão diz que ele recebe hidratação constante pelas veias, faz uso de antibióticos, anticoagulantes e corticoides.

Cronologia:

7 de agosto: manifestação dos primeiros sintomas
12 de agosto: Cauan é internado na Clínica do Esporte com Covid-19 e 50% dos pulmões comprometidos
15 de agosto: Cauan é transferido para o IOG e dá entrada na UTI
16 de agosto: Boletim médico aponta comprometimento de 70% dos pulmões do artista
17 de agosto: Novo boletim aponta quadro grave e piora após resultados de exames
18 de agosto: Cauan é transferido para o Hospital Anis Rassi; irmão relata melhora na infecção pulmonar

Boletim médico

Cauan Máximo continua internado na UTI, em estado grave, estável hemodinamicamente, com importante melhora clínica e também dos exames de sangue. Mantém-se em oxigenioterapia contínua (24h/dia), usando máscara de VNI e CAF para auxiliar na respiração. Deve fazer nova tomografia amanhã.

O pai do Cauan, João Luiz Máximo, também evoluiu bem, continua na UTI, mantém-se dependendo de oxigenioterapia contínua (24h/dia), usando máscara de VNI. Os exames dele não apresentaram alterações significavas de ontem pra hoje.

A mãe de Cauan, Shirlei Máximo, que já estava confirmada com Covid, fez exames de acompanhamento da doença e a angiotomografia mostrou 10% de comprometimento pulmonar pelo vírus e apresentou ainda uma complicação chamada TEP (Tromboembolismo Pulmonar), na qual o sangue coagula no interior de alguns vasos sanguíneos e pode ser deslocar dentro dos mesmos.

No caso de Shirlei, graças a Deus, o TEP foi pequeno e levou a poucas repercussões. Ela também teve que ser internada, mas em apartamento fazendo uso de vários medicamentos e fisioterapia. Ela está estável e respirando sem necessidade de oxigênio.

Agradecemos a todos os fãs, amigos e à imprensa pelo carinho com o Cauan neste momento tão difícil, pra ele e para todos. Solicitamos que continuem as orações e as mensagens positivas para o Cauan e agora para os pais dele, o que será muito importante para a recuperação deles.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário