quinta-feira, 3 de setembro de 2020

Alvorada do Norte-GO: Filhos do deputado Iso Moreira trocavam nome em contrato social de posto de combustível sempre que eleitos prefeitos



O promotor que conduz as investigações da Operação Zaratustra, Douglas Chegury, deu detalhes da operação que apurou o esquema que fraudava licitações para fornecer combustível à Prefeitura de Alvorada do Norte, no nordeste goiano.

Tudo começou quando Alessandro Moreira, filho do deputado Iso Moreira (DEM), foi eleito prefeito no município, em 2003. O Posto Serra Bonita, de propriedade da família há muitos anos, estava no nome de Alessandro.

“O posto não poderia fornecer combustível à prefeitura, porque a lei de licitações proíbe que um servidor público ou alguém que representa o município contrate uma empresa que é dele mesmo. O que eles fizeram? Tiraram o posto do nome do Alessandro e colocaram em nome de Davi Moreira, outro filho do deputado”, explicou o promotor.

Durante os dois mandatos de Alessandro Moreira, o posto foi fornecedor do município. “Até que Davi também foi eleito prefeito para dois mandatos. Tiraram novamente do nome de Davi e colocaram em nome de dois laranjas, assessores do deputado [Iso Moreira]”, contou. “Quando deixaram de ser prefeitos, o posto voltou para o nome de seu filho Alessandro e do deputado. Fizeram operações fraudulentas no contrato social da empresa para poderem fornecer combustível ao município.”

Conforme também disse Chegury, foram apreendidos do gabinete e da casa de seus filhos computadores e documentos. “Passarão por análises para gente reforçar o que já temos na investigação.” Em Alvorada do Norte, as apurações sobre o Posto Serra Bonita estão em andamento há três meses. “O próximo passo é estender o período investigado até 2020, para apurar se aconteceu também durante os últimos quatro anos”, falou.

O deputado Iso Moreira se pronunciou por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa. O comunicado diz que os fatos relatados serão esclarecidos e demonstrarão que não há conduta incriminatória que possa macular a presente legislatura por ele exercida, muito menos por fatos pretéritos não diretamente vinculados à sua pessoa. Veja a nota na íntegra:

Nota do deputado Iso Moreira

Em resposta às notícias veiculadas hoje (3) sobre a operação em curso pelo Ministério Público de Goiás, envolvendo o nome do deputado estadual Iso Moreira, este informa que está em contato com sua assessoria jurídica, com o fim de tomar conhecimento das alegações que lhe são imputadas, e que irá se pronunciar oportunamente, tão logo isso ocorra. De acordo com o parlamentar, os fatos relatados serão esclarecidos e demonstrarão que não há conduta incriminatória que possa macular a presente legislatura por ele exercida, muito menos por fatos pretéritos não diretamente vinculados à sua pessoa.

Fonte: Jornal Opção

Nenhum comentário:

Postar um comentário