segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Cavalcante-GO registra as duas primeiras mortes por Covid-19


Cavalcante, no Nordeste goiano, registrou no domingo (20) duas mortes por Covid-19, as primeiras no município desde o início da pandemia do coronavírus (Sars-CoV-2).

Perderam a luta para o vírus o pároco local, padre Marcelo Victor Mendonça Filho, de 48 anos, e a enfermeira Adenilce Cesáreo Torres, de 42. A morte de ambos comoveu os moradores do município de cerca de 10 mil habitantes localizado ao norte da Chapada dos Veadeiros.

Padre Marcelo, pároco da matriz local, Igreja Senhora Sant’anna, chegou à cidade em janeiro de 2019. Desde o dia 27 de agosto ele estava internado no Hospital Alvorada de Brasília depois de manifestar sintomas da Covid-19. Já Adenilce, que é descendente da comunidade quilombola Kalunga, também ficou internada vários dias no Hospital de Campanha de Águas Lindas, no Entorno do Distrito Federal.  A enfermeira vinha trabalhando na saúde pública de Teresina de Goiás, município a 24 quilômetros de Cavalcante.

Pelas redes sociais amigos lamentaram a morte de Adenilce. “Ela era um exemplo de dedicação na luta pela atenção e atendimento à saúde de nosso povo de Cavalcante”, disse Vilmar Costa.  “Você era um exemplo como profissional e um ser humano incrível que certamente nos fará muito falta”, comentou no Facebook Tiago Carlos, colega de trabalho da enfermeira em Teresina de Goiás.

A morte de Adenilce, que embora residisse em Cavalcante, deixou em alerta a Associação Quilombola Kalunga (AQK) que teme o avanço do vírus pelo Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Kalunga.

Na semana passada, integrantes da comunidade criticaram a presença no local para um evento religioso de políticos do município e da primeira-dama de Goiás, Gracinha Caiado. “Por mais que estivessem usando máscaras e álcool gel, não respeitaram o distanciamento e o contato físico com os locais, disse uma moradora do Vão do Moleque, uma das comunidades do sítio quilombola.  

Números da Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Goiás deste domingo (20) mostravam que Cavalcante contava com 47 casos confirmados de Covid-19 e 36 suspeitos. A prefeitura local inseriu uma nota de luto em sua página na internet para homenagear o pároco e a enfermeira.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário