quinta-feira, 15 de outubro de 2020

PF realiza operação para investigar denúncia de fraude em concurso da Saneago


A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã de quarta-feira (14) uma operação que apura suspeitas de fraude em um concurso da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago). Entre os alvos, estão dois candidatos aprovados para o cargo de analista jurídico, cujo salário é de mais de R$ 9 mil. O processo seletivo ocorreu em 2018.

São cumpridos três mandados de busca e apreensão. Além dos candidatos, também é alvo das ordens judiciais o coordenador do concurso à época. Nenhum dos três teve o nome divulgado.

A reportagem entrou em contato com a Saneago, por email, às 10h14 de quarta-feira, pedindo a posição do órgão sobre o assunto e questionando se os candidatos investigados estão trabalhando na empresa. Ainda não houve retorno.

De acordo com a PF, as investigações começaram depois que Reitoria da Universidade Federal de Goiás (UFG), responsável pelo concurso por meio de seu Centro de Seleção, denunciou o caso após verificar as respostas dos candidatos na prova discursiva.

De acordo com a PF, "ficou constatado que dois candidatos apresentaram respostas perfeitamente idênticas ao gabarito oficial".

A reportagem também pediu um posicionamento da UFG sobre a operação, por email, às 10h20, e aguarda resposta.

Os envolvidos podem responder pelo crime de fraude em certame de interesse público, cuja pena pode chegar a até quatro anos de prisão, além de multa.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário