sábado, 31 de outubro de 2020

Suspeito de executar advogados em Goiânia morre durante confronto com a PM em Tocantins


Um dos suspeitos de ter participado da execução dos advogados Marcus Aprígio Chaves e Frank Alessandro Carvalhaes de Assis, em Goiânia, na última quarta-feira (28), morreu em um confronto com a Polícia Militar de Tocantins, na noite desta sexta-feira (30).

Segundo informações da TV Anhanguera, o confronto ocorreu na saída de Porto Nacional para Silvanópolis, na parte sul da cidade. O Instituto Médico Legal foi acionado.

O primeiro suspeito de envolvimento no crime, Pedro Henrique Martins Soares, de 25 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (30), em Porto Nacional, na região metropolitana de Palmas. O segundo suspeito, Jaberson Gomes, de 24 anos, estava sendo procurado pela polícia. Uma força-tarefa composta por cinco delegados e 30 policiais civis foi montada para solucionar o caso.

O crime ocorreu dentro do escritório das vítimas, no Setor Aeroporto. A suspeita até o momento, é de que o crime foi motivado por uma desavença durante um processo, no qual as vítimas tiveram resultado favorável.

Segundo as investigações, os dois suspeitos teriam se hospedado em um hotel no Centro de Goiânia no último domingo (25), três dias antes do crime. A Polícia Civil e a Secretaria de Segurança Pública de Goiás informaram que seguem apurando o caso.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário