sábado, 5 de dezembro de 2020

Exames de Maguito Vilela mostram controle inflamatório dos pulmões


Os exames laboratoriais e de imagem realizados no prefeito eleito Maguito Vilela (MDB) mostraram um controle no quadro inflamatório dos pulmões. É o que informa o boletim médico divulgado na sexta-feira (4) pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

O emedebista está internado na unidade em São Paulo desde um agravamento no quadro de Covid-19. Sem o vírus no corpo, de acordo com os mais recentes testes RT-PCR realizados, ele segue tratando a inflamação causada pelo novo coronavírus.

O boletim também informa que Maguito segue traqueostomizado e entubado. Segundo o hospital, ele está com controle adequado da oxigenação e permanece estável hemodinamicamente. O prefeito eleito ainda está com suporte da oxigenação por membrana extracorpórea (ECMO), que tem o objetivo de possibilitar ventilação protetora pulmonar e, com isso, o ajuda a respirar, mas em parâmetros mínimos. O objetivo é que ele aos poucos consiga continuar a recuperação sem o auxílio do equipamento.

Histórico

O então candidato a prefeito foi internado no dia 22 de outubro e levado para a UTI no dia 26, quando ainda estava no Hospital Órion em Goiânia. O candidato foi transferido para o Albert Einstein no dia 27.

O emedebista foi entubado pela primeira vez no dia 30 de outubro, quando apresentou piora no estado de saúde. Após sinais de melhora, o paciente retornou para a respiração espontânea e ficou quase uma semana consciente na UTI.

O candidato foi entubado novamente no dia 15 de novembro, após apresentar piora pulmonar inflamatória e infecciosa. Ele passou por traqueostomia no dia 24 de novembro.

Segundo Daniel Vilela, no domingo (29) à noite, uma enfermeira informou Maguito da vitória na disputa pela Prefeitura de Goiânia, em um momento em que os médicos tinham diminuído a sua sedação. Daniel disse que na hora o prefeito eleito lacrimejou. A equipe do emedebista está esperançosa com sua saída da sedação para que possa atuar na transição de governo.

No início desta semana, exames comprovaram a ausência do vírus que causa a Covid-19 do corpo de Maguito. Com isso, na quinta-feira (3), ele foi transferido para uma UTI comum. Antes Maguito estava em uma ala reservada para pacientes com coronavírus.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário