segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Homem natural de Formosa-GO percorre o Brasil e países da América do Sul de bicicleta: ‘Colecionando histórias’

 

O músico Saulo Corrêa dos Santos, de 36 anos, mantém, desde a infância, uma paixão por andar de bicicleta. Fascinado por aventuras, o goiano, natural de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, já percorreu mais de oito estados brasileiros sobre duas rodas. Agora, ele quer encarar um novo desafio: viajar, de bicicleta, até a Colômbia e países vizinhos na América do Sul.

Desde 2016, o goiano já percorreu mais de 7 mil km na bike, passando por cidades de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Maranhão, Piauí e Ceará. Tudo começou quando Saulo ganhou uma motocicleta de um primo, mas decidiu trocá-la por uma bicicleta. Segundo o músico, a aventura teve início com apenas R$ 27 e o desejo de colecionar histórias.

“Eu sou músico e queria ter experiências de fazer música, juntar valores, virtudes e sabedoria, aí eu fui partindo. Isso foi muito enriquecedor para mim, acho que nenhuma faculdade paga isso e assim vou tendo uma vida real, junto com a natureza e as pessoas. A graça não é moto, carro ou luxo, para mim não tem sentido, é a bike e colecionar histórias”, diz.

Aventuras

Saulo conta que as viagens têm inspiração em um filme que ele assistiu quando criança. “Eu vi um filme de uns meninos que tinham bandeirinhas nas bicicletas e eles atravessavam de uma cidade para outra, aí eu falei: 'Um dia eu vou fazer isso'”, conta.

Para bancar as viagens, Saulo faz “bicos” pelas cidades que percorre. Por onde passa, sempre com seu violão a tiracolo, Saulo registra os percursos e pontos turísticos em seu perfil nas redes sociais.

Ele conta que cuida da alimentação para conseguir manter a rotina intensa na estrada. “Não como nada de carne, procuro proteger muito minha saúde, como castanhas, óleos, tudo que me ajuda a proteger nas viagens”, diz.

Pedal no exterior

Na última sexta-feira (11), Saulo cruzou a divisa do Mato Grosso do Sul com a Bolívia para conhecer a Colômbia e outros países da América do Sul.

“Fiz uma volta pelo Brasil em 2011, aí conheci dois colombianos, que até trouxe para minha casa. Agora estou indo para a casa de um deles, na Colômbia. Vou ultrapassar a fronteira, primeiro vou até a Bolívia, depois Peru, Equador e Bogotá”, disse.

É justamente a oportunidade de fazer novos amigos o que mais motiva Saulo a continuar pedalando país afora. O músico conta que até ficou um tempo sem viajar para aguardar a formatura da irmã, e também para fazer companhia para a mãe, que sente muito a falta do filho. No entanto, ele não fica muito tempo longe das estradas. “É o que gosto de fazer e eles torcem demais por mim”, conclui.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário