terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Operação Primus cumpre buscas e prisão relativas ao tráfico de drogas em Alto Paraíso de Goiás


A Polícia Civil de Goiás, por meio da equipe do Grupo de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Planaltina de Goiás, com o apoio da Delegacia de Polícia (DP) de Alto Paraíso, deflagrou a Operação Primus na última quinta-feira (10).

A operação deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão na residência de uma investigada e ao mandado de prisão temporária expedido em desfavor de outro indivíduo. Os dois são investigados por tráfico de drogas.

O homem que foi preso mantinha uma residência em Sobradinho (DF) e outra em São Jorge, distrito de Alto Paraíso. Os policiais civis ainda realizaram uma busca na residência do investigado preso, onde localizaram porções de droga, papel filme, balança de precisão, uma faca com resíduos de maconha e máquinas de cartão (possivelmente utilizadas na venda de drogas).

A Operação Primus, cujo nome em latim significa “o primeiro”, foi assim batizada por ser a primeira após a reativação do Genarc de Planaltina e é um desdobramento das investigações iniciadas com a prisão em flagrante do primeiro investigado, uma mulher que foi candidata a vereadora na cidade de Alto Paraíso.

De acordo com a investigação, esta investigada recebia drogas do homem agora preso para venda. Ambos operavam a traficância na região de Alto Paraíso e São Jorge. As drogas eram levadas de Brasília para distribuição a usuários na região da Chapada dos Veadeiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário