quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

Saiba como estão as investigações do caso de homem natural de São Domingos-GO que ficou famoso ao velar a mãe sozinho e foi assassinado para ter dinheiro de vaquinha furtado


José Ricardo Fernandes, 44 anos, natural de São Domingos, no nordeste goiano, morreu no dia 12 de julho após ser agredido e ter o corpo queimado dentro do apartamento em que morava, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital.

Ele ficou famoso nas redes sociais após velar a mãe sozinho. A suspeita é que o crime tenha sido planejado por uma mulher que queria ficar com o dinheiro arrecadado por ele em uma campanha para pagar o tratamento de hemodiálise.

Foram presos Bárbara Morais dos Santos e Matheus Teixeira Carneiro, ambos de 22 anos. Os dois foram denunciados por homicídio qualificado e furto.

O que aconteceu desde então

Bárbara, que teria planejado o crime, e Matheus, suspeito de ser um matador de aluguel, foram presos no dia 14 de julho. No dia 4 de dezembro, a mulher foi liberada e está sendo monitorada com tornozeleira eletrônica. O Ministério Público, no entanto, recorreu da decisão.

O Ministério Público denunciou os dois no dia 22 de julho e a Justiça aceitou a denúncia no dia 29 do mesmo mês.

A audiência de instrução sobre o caso aconteceu no dia 25 de novembro, quando foram ouvidos os réus e testemunhas sobre o caso.

Próximos passos

A defesa entrou com recursos no processo. O juiz Leonardo Fleury Curado Dias vai decidir se os réus vão a júri popular ou não.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário