sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Goiás se prepara para receber pacientes de Manaus 'sem prejudicar a população goiana', diz secretário


Goiás se prepara para receber pacientes com Covid-19 de Manaus, devido à crise no sistema de saúde do Amazonas. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, tudo está sendo organizado para que o atendimento seja feito "sem prejudicar a população goiana".

"Toda a rede está se mobilizando para que possa, eventualmente, receber os pacientes de Manaus. [...] Há um pedido do Ministério da Saúde que pode chegar a 120 pacientes. Dentro desses 120, há uma sensibilização nacional, existem 61 crianças hoje internadas que correm risco de ficar sem oxigênio", disse.

Dentre as unidades de saúde com melhor estrutura para receber esses pacientes em Goiás, Ismael avaliou que o Hospital das Clínicas (HC), em Goiânia, é o mais preparado, já com 20 leitos prontos.

Superintendente do HC, José Garcia garantiu que esse atendimento pode ser feito com segurança.

“Estamos totalmente habilitados para recebe-los, sem nenhum risco para a população goiana, sem risco de falta de insumos ou de vagas para nosso estado e cidade”, disse.

Ainda de acordo com o superintendente, o HC tem condições de expandir o número de leitos de enfermaria em até 100 e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em até 60.

Segundo José Garcia, os goianienses também não precisam se preocupar com disseminação de novas modalidades da Covid-19 por esses pacientes.

“De acordo com informações de comissões científicas, temos oito novas cepas [variantes] diferentes [do coronavírus] no Brasil. No entanto, elas não costumam circular pelo transporte de pessoas doentes. Esse transporte é feito com controle de risco absoluto. [...] Normalmente, as cepas se movimentam com a população, pela circulação cotidiana”, explicou.

Situação em Manaus

A capital amazonense enfrenta colapso no sistema de saúde porque, com aumento recorde de internações por Covid-19, passou a sofrer com falta de oxigênio. Na quinta-feira, o governo estadual informou que 235 pacientes infectados com coronavírus começaram a ser transferidos para outros estados.

Segundo informações do Ministério da Defesa, há voos programados para Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba. Além de hospitais de Goiás, também podem receber pacientes unidades de saúde em Pernambuco, Ceará e Distrito Federal.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário