sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Caiado diz que variantes da Covid-19 chegaram em Goiás por Brasília


O governador Ronaldo Caiado (DEM) disse que as variantes do coronavírus do Reino Unido e da África do Sul chegaram em Goiás pelo Aeroporto Internacional de Brasília e que as pessoas contaminadas com Covid-19 residentes do Entorno do Distrito Federal podem ter contraído o vírus na capital federal.

A declaração do governador foi feita em entrevista ao POPULAR ao comentar uma declaração do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), afirmando que 25% dos pacientes em leitos de UTI em Brasília são oriundos de Goiás, principalmente do Entorno.

O novo impasse entre as duas autoridades começou na última terça-feira (23), quando Ibaneis cobrou de Caiado que assumisse o atendimento dos moradores do Entorno que estão indo á Brasília, ameaçando fechar a divisa com Goiás.

“Estes pacientes trabalham onde? Eles se contaminaram onde? Por onde o vírus entrou no Brasil? Por onde esta nova variante entrou em Goiás? Todas elas pelo aeroporto de Brasília. Naquele momento nós, goianos, iríamos isolar Brasília, porque ela é a grande importadora do vírus? O vírus não entrou (no Brasil) pelo Entorno. Ninguém do Entorno foi passear na Europa, passar o Natal de 2019 em Miami ou Paris. Por esse motivo iríamos isolar a fronteira com o Distrito Federal?”, disse o governador.

Em seguida, Caiado ressaltou que com sua afirmação não está responsabilizando a população de Brasília pela contaminação, que Goiás está solidário à situação do DF e que o sentimento deveria ser recíproco por parte do colega. “Essas pessoas (que viajaram) têm culpa? Não, elas foram contaminadas. Se eu fosse demagogo, faria o fechamento da fronteira de Brasília. Você acha que algum cidadão do Entorno foi para o Reino Unido ou para a África do Sul?”

Para o governador goiano, as falas de Ibaneis neste momento da epidemia são uma tentativa de desviar o foco da mídia das acusações de corrupção envolvendo o governo distrital. “Se eu fosse demagogo ou quisesse esconder algum escândalo do governo, aí ia propor o fechamento de fronteira”, comentou, citando reportagem publicada em uma revista de circulação nacional com denúncias envolvendo a gestão de Ibaneis.

Caiado também comparou a declaração de Ibaneis sobre fechar a divisa com Goiás com a situação do abastecimento de água na capital federal, basicamente feita a partir da captação do Rio Descoberto, em Águas Lindas, enquanto, segundo o democrata, por muitos anos a população da cidade do entorno “passava sede” com água de cisterna e caminhões pipas.

“Você acha que é compatível um governador do estado vir com essa linha de ameaça de fronteira? Realmente é somente uma mente doentia a caminhar por este lado. Goiás sempre foi um estado solidário”, afirmou o governador.

Ainda na entrevista, Caiado comentou outras suspeitas de corrupção envolvendo o secretariado de Ibaneis e disse que não sabia “até onde chega a proporção do desvio do dinheiro da saúde” no Distrito Federal. “O secretario de transporte (do DF) está envolvido em todo nível de corrupção”, acrescentou.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário