terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Goiás passa de 8 mil mortes por coronavírus


O número de mortos por coronavírus em Goiás segue a esteira dos dados sobre contaminados, que acendeu alerta nos órgãos de saúde. A quantidade de pessoas que morreram por complicações da Covid-19 chegou a 8.014 nesta segunda-feira (15), de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

O comunicado diário com o balanço informava 7.984 mortes até as 15h40. Porém, o número foi atualizado no painel da Covid-19 poucos minutos depois.

Segundo o boletim, 373.305 registros de infectados foram contabilizados até esta segunda-feira. Destes casos, a SES diz que 358.433 pacientes se recuperaram da doença. Outros 316.552 casos suspeitos são investigados.

Ocupação de UTIs

A rede pública estadual de saúde tem 274 leitos de UTI exclusivos para Covid-19. Nesta segunda-feira, a taxa de ocupação está em 95%. Na enfermaria, o número está em 61%.

A lotação das UTIs do Hospital de Campanha de Goiânia (Hcamp), por exemplo, chegou a 100% na manhã desta segunda-feira. O índice baixou para 98% às 17h30.

O balanço sobre a ocupação das UTIs mostra ainda que seis unidades estavam com 100% de ocupação às 17h30:

HCamp de Luziânia

HCamp de Porangatu

Hospital Municipal Dr. Evaristo de Mineiros

Hospital Nars Faiad de Catalão

Hospital de Doenças Tropicais (HDT) de Goiânia

Gastro Salustiano Hospital de Goiânia

Já na rede municipal de Goiânia, dos 206 leitos de UTI destinados a pacientes com coronavírus, 70% estão ocupados. Na enfermaria, o índice é de 60%.

A superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, diz que o estado e os municípios estão trabalhando para evitar o colapso do sistema de saúde.

“Está sendo feito um trabalho de leitos disponíveis para que a gente possa ampliar [a quantidade de vagas]. Pode chegar ao momento em que, se essa transmissão continuar acelerada, que a gente não consiga ampliar leitos conforme a necessidade. A partir do momento que a transmissão aumenta demais, a gente vai ver jovens sendo internados e perdendo a vida”, disse.

Vacinação

Um levantamento realizado pela SES-GO apurou que até esta segunda-feira foram aplicadas 177.062 doses das vacinas contra a Covid-19 em todo o estado.

Goiás recebeu 356.280 doses, sendo 290.780 da CoronaVac e 65.500 da AstraZeneca. Destas, foram distribuídas 300.698 doses, sendo 235.198 da CoronaVac e 65.500 da AstraZeneca.

Evolução dos casos

Casos confirmados:

O governo estadual registrou os três primeiros casos de Covid-19 em 12 de março;

Em 6 de maio, Goiás ultrapassou 1 mil casos confirmados e atingiu 45 mortes;

Em 15 de junho, o estado contabilizou 10 mil casos de coronavírus e 226 mortes;

Em 14 de agosto, o estado ultrapassou 100 mil casos confirmados da doença;

No dia 18 de agosto, o estado registrou o recorde de casos, com 4.128 novas confirmações e 128 mortes por Covid-19 em um dia;

Goiás ultrapassa 150 mil casos em 9 de setembro;

Em 18 de dezembro, o número dobrou, ultrapassando 300 mil casos;

A Secretaria de Saúde informou no dia 30 de janeiro que foram registrados 350 mil casos;

Goiás registrou 370 mil casos confirmados em 12 de fevereiro.

Mortes confirmadas:

A primeira morte por coronavírus registrada em Goiás foi em 26 de março;

A marca de 1 mil mortes foi registrada em 16 de julho, dois meses após o início da pandemia em Goiás;

No dia 18 de agosto, o estado registrou o recorde de mortes, com 128 novas confirmações em um dia;

A marca de 3 mil mortos foi atingida em 28 de agosto;

Em 7 de outubro, Goiás ultrapassou as 5 mil mortes pela doença;

Goiás chegou a 8 mil mortes em 15 de fevereiro de 2021.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário