terça-feira, 2 de março de 2021

Após 14 casos de Covid-19 em uma semana, comunidade quilombola pede testagem em massa da população


Após a confirmação de 14 casos de Covid-19 em moradores da comunidade quilombola, no período de uma semana, a Associação Quilombola Kalunga (AQK) solicitou às autoridades estaduais e municipais que realizem a testagem em massa da população.

Segundo a associação, 12 kalungas testaram positivo para o coronavírus em Monte Alegre de Goiás, no nordeste do estado, e outros dois na comunidade do Vão de Almas, também na região da Chapada dos Veadeiros. Os casos foram confirmados por meio de testes realizados pelas secretarias municipais de Saúde de Cavalcante e Monte Alegre de Goiás.

Em um comunicado, a AQK informou que enviou ofício ao secretário estadual de Saúde e aos secretários de Saúde de Monte Alegre de Goiás, Cavalcante e Teresina de Goiás.

A reportagem solicitou informações às referidas secretarias, por e-mail, entre 7h22 e 7h32 desta terça-feira (2), e aguarda retorno.

De acordo com o presidente da AQK, Jorge Moreira de Oliveira, a comunidade kalunga enfrenta sérias dificuldades de acesso a serviços de saúde, incluindo a situação das estradas.

“Diante da pandemia, o problema da qualidade das estradas se tornou ainda mais grave, pois dificulta e até impede o acesso dos kalungas aos serviços de saúde. Também aguardamos ansiosos a chegada da vacina para o nosso povo”, afirmou.

Em nota, ele destacou a urgência da implementação, pelo governo federal, de um Plano Nacional de Enfrentamento à Pandemia de Covid-19 voltado para a proteção das comunidades quilombolas, determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 23 de fevereiro.

A reportagem solicitou, por e-mail, às 8h48 desta terça-feira, posicionamento do Ministério da Saúde sobre a implementação do plano de enfrentamento voltado às comunidades quilombolas. Porém, não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

O presidente da associação também pediu que os moradores da comunidade redobrem os cuidados para evitar a contaminação por Covid-19, usando máscaras e álcool gel e evitando aglomerações.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário