quarta-feira, 10 de março de 2021

Campos Belos-GO: Mulher denuncia que o pai e a mãe morreram com Covid-19 à espera de UTI: ‘Muita dor’


Dois dias depois de o pai morrer com Covid-19, a autônoma Claudimeire Damasceno perdeu a mãe, Claudina Damacena Reis, de 68 anos, para a mesma doença, nesta quarta-feira (10), em Campos Belos de Goiás, no nordeste goiano.

Segundo ela, os pais morreram sem conseguir vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o que causa “muita dor” à família.

Claudina ficou internada por 12 dias, no hospital municipal da cidade. Já a morte de Manoel Cruz aconteceu na última segunda-feira (8), após 10 dias de internação. Nesta quarta-feira, o idoso completaria 68 anos.

A filha do casal lutou para conseguir uma vaga de UTI para eles. Em uma entrevista à TV Anhanguera, concedida na terça-feira (9), ela disse que “tudo o que queria” era salvar a vida da mãe, enquanto havia tempo.

“Tudo que nós queremos é salvar a vida da minha mãe, porque meu pai faleceu por falta de UTI. E minha mãe está entubada já tem 3 dias. Não é fácil perder um pai e uma mãe assim”, disse, antes da morte da mãe.

Antes de a idosa morrer, a Secretaria Estadual de Saúde informou que estava com uma força-tarefa para diminuir a fila de internação de pacientes graves no estado. Disse ainda que devido à grande demanda, o tempo de espera das vagas está maior, mas que monitorava para conseguir um leito de UTI para Claudina.

Leitos de UTI

Até as 14h desta quarta-feira (10), dos hospitais da capital que têm UTI Covid-19, 21 estavam com 100% dos leitos ocupados. A lista de ocupação de cada um foi retirada do Painel da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO).

A SES explica que alguns hospitais registram mais de 100% de ocupação porque pacientes dão entrada com outra doença e depois descobrem que também estão com Covid-19. A partir daí, a pessoa é isolada em outra área, mas a quantidade de leitos para coronavírus continua a mesma.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário