segunda-feira, 22 de março de 2021

Com quase 2 mil doses de coronavac armazenadas, vacinação contra a covid-19 está praticamente paralisada há 15 dias em Monte Alegre de Goiás


Monte Alegre de Goiás, cidade de 8,6 mil habitantes no nordeste goiano, está com a vacinação contra a Covid-19 praticamente paralisada há 15 dias e 1,9 mil doses da Coronavac armazenadas, o que seria suficiente para atender 22% da população.

Até o momento, apenas 348 pessoas foram vacinadas, sendo 214 entre os dias 8 e 22 de março.

O município é um dos três que receberam doses extras na quinta das sete remessas até agora para vacinar a comunidade kalunga. Os outros são Cavalcante e Teresina de Goiás, onde a campanha de imunização avança mais rápido. Estas três cidades tem doses suficientes para vacinar, respectivamente, 25,79%, 26,39% e 31,52% de seus moradores. Monte Alegre só imunizou 3,94%.

O motivo da paralisação é, segundo a prefeitura, um suposto surto de Covid-19 entre os Kalunga da região do Riachão, que teria sido comunicado pela equipe da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO). “Estamos aguardando os resultados desses testes rápidos”, afirma o prefeito Felipe de Souza Campos (DEM). “Depois dos resultados, vamos retomar a vacinação.”

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Monte Alegre alega, entretanto, que ainda não foi comunicada oficialmente dos resultados desses testes pela SES-GO. No último boletim municipal da Covid-19 de Monte Alegre, constam apenas sete casos 19 entre os kalungas.

A SES-GO informou que a vacinação da população quilombola em Monte Alegre começou no dia 8 e, “em nenhum momento, houve paralisação total da aplicação das doses da vacina contra a Covid-19, no município”. “Diante do registro de casos da doença, uma equipe da Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa) da SES-GO esteve na cidade e iniciou a testagem da população.”

A SES-GO lembra que positivados com Covid-19 não devem receber o imunizante e, nestes casos, a vacinação deve ser adiada por quatro semanas após a data de confirmação do resultado. “Por esse motivo, ainda há pessoas não vacinadas no município.”

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário