domingo, 14 de março de 2021

Médica goiana Ludhmila Hajjar é cotada para assumir Ministério da Saúde


A cardiologista Ludhimila Hajjar, do Incor e da rede de hospitais Vila Nova Star, já desembarcou em Brasília para conversar com o presidente Jair Bolsonaro sobre a possibilidade de assumir o Ministério da Saúde no lugar de Eduardo Pazuello.

O ministro já teria pedido demissão, segundo o jornal O Globo.

Outros nomes estão no páreo, como o do cardiologista Marcelo Queiroga, que também foi chamado para conversar.

Ludhmila é cardiologista e se especializou no tratamento da Covid-19.

Na unidade de Brasília, ela estreitou relacionamento com dezenas de autoridades.

A cardiologista tratou, por exemplo, do próprio Pazuello, quando ele foi infectado pelo novo coronavírus.

Ela atendeu também o ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), o ministro Dias Toffoli quando presidia o Supremo, e também os ex-presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre.

Fonte: Folha Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário