quinta-feira, 29 de abril de 2021

Hipertensão arterial é tema de palestra na Policlínica de Posse-GO


Para celebrar o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, comemorado em 26 de abril, a Policlínica Regional Santa Dulce dos Pobres, em Posse, realizou uma palestra informativa sobre a doença para os pacientes que aguardavam atendimento nas recepções da unidade de saúde.

A ação foi conduzida pela nutricionista Mariana Albino. Ela abordou sobre as causas, prevenção e complicações da hipertensão arterial. De acordo com a profissional, na maioria dos casos a doença é assintomática e por isso é fundamental o acompanhamento médico. “A hipertensão arterial costuma ser silenciosa e não podemos esperar os sintomas para depois iniciarmos o tratamento. O ideal é aferir a pressão regularmente, ressaltou.

Mariana destacou a importância de uma alimentação saudável. “O sal é um grande vilão da nossa saúde. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a ingestão diária de, no máximo, cinco gramas de sal, o que equivale a dois gramas de sódio. No entanto, o brasileiro consome uma média muito maior”, revelou.

Para evidenciar que não há necessidade de abusar do sal, no fim da palestra foi distribuído sal de ervas para os pacientes. “Entregamos o sal com a receita de como prepará-lo em casa com intuito de conscientizar que há outros temperos que evidenciam o sabor dos alimentos.”, explicou.

A diretora da Policlínica de Posse, Silvana Mofardini, enfatizou a importância da data como estímulo e alerta para a doença que afeta um quarto da população. “A hipertensão é uma das principais causas de morte no país e que muitas vezes as pessoas passam anos sem apresentar os sinais e sintomas. Neste sentido, cuidar previamente evita complicações como o acidente vascular cerebral e outros fatores de risco”, alertou.

Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial

A data, instituída pela Lei nº 10.439/2002, tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico preventivo e do tratamento da doença.

A hipertensão é caracterizada pela elevação sustentada dos níveis de pressão arterial, acima de 140×90 mmHg (milímetro de mercúrio), popularmente conhecida como 14/9 – o primeiro número se refere à pressão máxima ou sistólica, que corresponde à contração do coração; o segundo, à pressão do movimento de diástole, quando o coração relaxa.

A hipertensão arterial pode ser primária, quando geneticamente determinada ou secundária, quando decorrente de outros problemas de saúde, como doenças renais, da tireoide ou das suprarrenais. É fundamental diagnosticar a origem do problema, para que seja introduzido o tratamento adequado.

Fonte: Policlínica de Posse

Nenhum comentário:

Postar um comentário