quinta-feira, 1 de abril de 2021

Posse-GO: após sofrimento com seções de hemodiálise, paciente comemora o renascimento após transplante renal



Adriana Dourado recebeu um rim depois de entrar na lista de espera. Ela nos conta sua história com a doença renal e a vida nova após o transplante.

Este é o relato emocionante de Adriana Maria Dourado de 32 anos, moradora de Posse Goiás. Ela conta que perdeu o chão quando descobriu que os seus rins não funcionavam mais e veio o sofrimento com as seções de hemodiálise e o sofrimento de descolocar da cidade de Posse e ir até Formosa para tratamento.

Segundo ela passava até por humilhação, mas em nenhum momento desanimou diante das graves dificuldades. A história dela mostra que a determinação faz o universo conspirar a favor da vida.

O que posso dizer pros meus companheiros que não desista, corra atrás que consegue, o meu doador foi cadáver que era um rapaz de 23 anos, sempre tive fé que iria conseguir apesar de ouvir de muitos que seria impossível.

Nos dias seguintes fiquei fragilizada física e também emocionalmente. Tudo era novo para mim.

Com o tempo, me estabilizei e senti-me protegida pelo profissionalismo e a humanização da equipe do hospital das forças armadas onde foi feito o transplante.

Tive amparo médico, cuidados essenciais da enfermagem e apoio psicológico dos anjos que estavam sempre ao meu lado, conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário