segunda-feira, 31 de maio de 2021

Advogada pede com versos mais prazo a juiz em Formosa-GO


A advogada Andreia Bacellar fez um pedido de uma forma não tão convencional no meio jurídico e requisitou a dilatação de prazo em um processo para obter informações sobre um veículo. Para isso, ela usou poesia.

Como resultado, o juiz Rozemberg Vilela da Fonseca, do Juizado Especial Cível de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, deferiu a petição e estipulou o prazo de 30 dias para que seu cliente apresente os dados solicitados.

Andreia relatou que tentou sensibilizar o juiz depois de tantas negativas dentro do processo e que, além disso, que levar pouco de ternura e poesia ao Poder Judiciário.

Confira o conteúdo da petição:

Senhor MMº Juiz com todo respeito,

O promovente recorre a sua ciência

Com muita fé e paciência em busca da tutela jurisdicional.

 

De fato, nenhum bem foi encontrado

Em nome do devedor muito esperto e ‘antenado’

No qual resultou idas e vindas do zeloso oficial de Justiça

Em busca de cumprir a honrosa missão liça

 

Nesse momento recorro à poesia,

para amenizar o desalento,

desapontamento da causídica desta ação.

 

Pois de todo coração,

diante da nova certidão,

não há muito o que fazer, a não ser…

Requerer com toda reverência

A sabedoria da Vossa Excelência

O alongamento do prazo para que o autor desta ação.

Tenha condição de apresentar o paradeiro do veículo em questão

Nova espécie de planta medicinal é descoberta no Cerrado de Niquelândia-GO


Em Niquelândia, no Norte de Goiás, uma nova espécie de planta foi descoberta durante a realização de um inventário da flora e da vegetação de uma reserva particular. A planta, que ganhou o nome científico Erythroxylum niquelandense é morfologicamente semelhante a outras do mesmo gênero que são popularmente conhecidas como pimentinha-do-mato. Mais que uma nova descoberta, a planta possui propriedades muito utilizadas em medicamentos para câncer e aids.

A espécie estava localizada em duas áreas do Legado Verdes do Cerrado, uma área de 32 mil hectares da Companhia Brasileira de Alumínio, que constitui uma Reserva Particular de Desenvolvimento Sustentável (RPDS) e foi localizada pela primeira vez em 2019. A pesquisa foi coordenada por Marcos José da Silva e Maria Iracema Bezerra Loiola e publicada em janeiro de 2021 na revista científica Phytotaxa Magnolia Press. A planta foi encontrada durante um inventário da flora e da vegetação da reserva, com aproximadamente 80% da área composta por cerrado nativo.

Marcos José da Silva, pesquisador do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Goiás (UFG) explica que o objetivo da pesquisa era listar todos os tipos de vegetação existentes no local. Com isso, todas as espécies foram coletadas e depois analisadas. “No total, o Brasil possui 133 espécies de Erythroxylum e em todo o mundo são 230 conhecidas. A maioria é composta de árvores, mas este é um arbusto.”

O pesquisador afirma que sempre que um trabalho de catálogo é feito desta forma, encontram-se novas espécies e pontua que o Cerrado goiano ainda pode ter muitas outras novidades ainda não conhecidas. “Por seu aspecto, é um gênero fácil de ser reconhecido. Tem folhas simples e frutos vermelhos. É um gênero de plantas muito difundido nas Américas. A literatura, entretanto, ainda é muito pequena para muitas espécies estudadas. Quando temos a definição de que é uma nova, ela precisa ser batizada, publicada, para então passar a existir. Seguimos todas as recomendações prévias. Ela é endêmica do Estado de Goiás e devem ser realizados estudos químicos, sobretudo nas folhas, para descobrir em quais finalidades seu uso poderá ser melhor aplicado”, acrescenta Marcos José da Silva.

Os cientistas fizeram uma série de investigações em laboratório, com consulta à literatura especializada, busca de informações sobre o grupo botânico ao qual a planta pertence, além de análises em laboratório para precisar as características vegetativas da nova espécie. Marcos José, da UFG, pontua que ela está associada à floresta seca. “Essa descoberta mostra o quanto o Cerrado como um todo ainda é pouco explorado”, diz.

Fonte: O Popular

Seis prefeitos concorrem à presidência da Associação Goiana dos Municípios


Seis prefeitos colocaram seus nomes na disputa pela presidência da Associação Goiana dos Municípios (AGM). No entanto, a tendência é de que, até o dia da formalização das inscrições, marcado para 19 de junho, as chapas se afunilem. O governador Ronaldo Caiado (DEM) deve manifestar apoio à chapa com maior congregação de prefeitos.

Por enquanto, a lista de prefeitos dispostos à disputa conta com Wilson Tavares, de Gameleira de Goiás; Carlos Alberto, o Carlão da Fox, de Goianira; e Cleiton Melo, de Itauçu. Esses três primeiros filiados ao Democratas, partido de Caiado. Além disso, Zé Diniz (PP), de Abadiânia; Siron Queiroz (Solidariedade), de Turvelândia; e Débora Domingues (PL), de São João D’Aliança também se prontificam.

Como o governador anunciou que apoiará quem congregar mais prefeitos, a tendência é de afunilamento das candidaturas. A intenção é de que haja formação de uma chapa única, sem disputa de fato durante a eleição marcada para 29 de junho. Por isso a “pré-campanha” é de suma importância.

O prefeito de Gameleira, Wilson Tavares, diz que conta com pelo menos 100 moções de apoio de prefeitos. Por ser do DEM e ter liderado a derrubada da atual diretoria e convocação de nova eleição. “Estamos no momento de diálogo e convergência. A esperança é que não haja disputa. Já tenho número suficiente para registrar a chapa, mas ainda vamos tentar dialogar com os outros candidatos”, diz.

O prefeito de Goianira, Carlão, também diz que o trabalho a ser feito é de busca por chapa única. Ele afirma que irá tentar até o 18 de junho, um dia antes do prazo final para registro das chapas, para buscar estabelecer seu nome. Até lá, segundo ele, seu nome estará no jogo para “ver quem soma mais”.

Entenda

Prefeitos eleitos no ano passado contestavam a permanência de Paulinho à frente da AGM, após prorrogação do mandato, ainda em 2020, por mais um ano. Assim, 147 prefeitos formaram comissão provisória formada por Wilson Tavares, Argemiro Rodrigues (DEM), de Caiapônia, e Carlão da Fox, que saiu do PSDB para o DEM, de Goianira, para posterior eleição.

Fonte: Mais Goiás

Prefeito de Cavalcante-GO testa positivo para a Covid-19


O prefeito do município de Cavalcante, no nordeste de Goiás, Vilmar Kalunga, foi diagnosticado como contaminado pela Covid-19.

A confirmação veio após o prefeito ter febre e dor de cabeça e, na sequência, fazer o teste de PCR na noite de domingo, 30 de maio.

A prefeitura emitiu nota de alerta pedindo a todos que estiveram com o prefeito nos últimos três dias que fiquem em isolamento residencial.

A prefeitura alerta ainda que se essas pessoas tiverem qualquer sintoma, procurem imediatamente o posto de saúde.

Na sexta-feira, 28, Vilmar Kalunga recepcionou o governador Ronaldo Caiado e a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, que foram a Cavalcante para a entrega do segundo laboratório de robótica Include da região Nordeste de Goiás. A unidade foi instalada no Colégio Estadual Elias Jorge Cheim.

Na ocasião Vilmar Kalunga declarou que o município se desenvolveu muito com auxílio do governador Ronaldo Caiado. “O senhor está levando Goiás ao primeiro lugar. Cavalcante avançou, nesses dois últimos anos, muito mais que em 20 anos. Aqui não tem promessa, tem realidade”, disse o prefeito.

A nota emitida pela prefeitura não diz se o prefeito continuará trabalhando em Home Office.

Leia nota na íntegra abaixo:

Fonte: O Vetor e Prefeitura de Cavalcante



Manifestação do MP é acolhida pelo Judiciário para manter toque de recolher em Alto Paraíso de Goiás


Considerando manifestação do Ministério Público de Goiás (MP-GO) pelo indeferimento de liminar pleiteada em habeas corpus impetrado por advogado na comarca de Alto Paraíso, o Judiciário julgou-o extinto, ante a ausência de cabimento da medida, mantendo, assim, a eficácia do ato do prefeito que proíbe a circulação de pessoas em vias públicas das 23 às 5 horas, conforme prevê o Decreto Municipal 1.925/2021.

O toque de recolher foi implementado como estratégia de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

O promotor de Justiça Danilo de Souza Resende relata, em sua manifestação, que o advogado José de Melo Álvares impetrou um habeas corpus preventivo, com pedido de liminar de salvo conduto coletivo, contra ato supostamente ilegal contido no Decreto 1.925/2021, assinado pelo prefeito Marcus Rinco.

No documento, José de Melo se apresenta como advogado militante nas comarcas de Formosa, Alto Paraíso e Entorno do Distrito Federal na área criminal, sendo acionado para acompanhar clientes em estado de flagrância de supostos crimes cometidos, em sua maioria, ao findar da noite e início das madrugadas, bem como para tomar anotações em entrevistas com apenados e reeducandos, motivos pelo qual sua liberdade estaria sendo restringida pelo ato normativo.

Manifestação

Para o promotor de Justiça, “a pretensão, na forma como deduzida, se presta a substituir ação de controle concentrado de constitucionalidade contra ato normativo municipal, cuja competência originária para conhecimento, apreço e julgamento é do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) ou, eventualmente, do próprio Supremo Tribunal Federal (STF), o que, portanto, se dá em via procedimental inadequada. Mais ainda, subverte a estrutura orgânica do Judiciário e tenta subtrair do órgão jurisdicional originariamente competente a causa da qual é o juiz natural”.

Ao analisar o artigo questionado da norma municipal, o promotor sublinha que ela prevê ressalva, assim, sendo justificado ou justificável a circulação de pessoas em vias públicas entre 23 e 5 horas, a liberdade de mobilidade é plena, “o que evidencia que o núcleo irredutível desse direito foi respeitado”. Por fim, pontuou sobre a compatibilidade do toque de recolher com o ordenamento jurídico da verdadeira justificativa da decisão dos precedentes do STF, observando que a medida se apresenta como apta para a contenção da proliferação da doença na cidade e na comarca de Alto Paraíso.

Fonte: MPGO

Conselheiros tutelares de Alvorada do Norte, Damianópolis, Buritinópolis, Simolândia, Sitio D'Abadia e Mambaí são os primeiros a participarem de capacitação on-line do MP


O Ministério Público de Goiás (MP-GO), por meio da Área da Infância, Juventude e Educação do Centro de Apoio Operacional (CAO), deu início nesta segunda-feira (31/5) ao curso Capacitação de Conselheiros Tutelares On-line 2021.

Os primeiros municípios a integrarem essa formação são Alvorada do Norte, Damianópolis, Buritinópolis, Simolândia, Sitio D'Abadia e Mambaí.

O curso é dividido em três dias de encontros, nos quais são trabalhados três diferentes módulos: os dois primeiros com ênfase em aspectos teóricos e o último, de caráter prático. No primeiro dia é abordada a Doutrina da Proteção Integral e Política de Atendimento, temática a ser explicada pelo promotor de Justiça Pedro de Mello Florentino, e também o tema Entendendo a Rede de Proteção e as Atribuições do Conselho Tutelar, que será detalhado pelo promotor Maurício Alexandre Gebrim.

Já no segundo módulo, que será realizado nesta terça-feira (1º/6), a coordenadora da Área da Infância, Juventude e Educação do CAO, Cristiane Marques de Souza, falará sobre A Relação Conselho Tutelar e Escola, enquanto as psicólogas integrantes da Unidade Técnica em Psicologia do MP-GO esclarecerão sobre O Conselho Tutelar e a Escuta de Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência. Neste dia, a programação é finalizada com a apresentação de um vídeo informativo sobre prevenção e combate ao trabalho infantil.

No último dia de capacitação, que ocorrerá em 8 de junho, a equipe da Coordenadoria de Assessoramento à Autocomposição Extrajudicial e Judicial (Caej) apresentará um enfoque prático sobre o tema Ética do Conselheiro Tutelar, Abordagem nas Famílias e Estudo de Caso com Aplicação dos Fluxos e Protocolos Desenvolvidos no Serviço Fortalecendo Redes.

Outros municípios

Os municípios que ainda receberão a capacitação são: Maurilândia, Castelândia, Porteirão, Turvelândia, Cachoeira Alta, Sanclerlândia, Córrego do Ouro, Buriti de Goiás, Campinorte, Alto Horizonte, Nova Iguaçu de Goiás, Bela Vista, Hidrolândia, Posse, Guarani de Goiás, Montes Claros de Goiás, Petrolina, Santa Rosa de Goiás, São Domingos, Divinópolis de Goiás, Campos Belos, Campo Alegre de Goiás e Goiânia. A Área da Infância, Juventude e Educação já elaborou e encaminhou o cronograma de todas as Promotorias de Justiça que solicitaram a capacitação. Aquelas que queiram a prestação desse serviço podem requerê-lo à área de atuação.

Fonte: MPGO

Polícia Militar de Goiás apreendeu quase 200 kg de drogas nos últimos dias




Ações resultaram ainda na apreensão de diversas armas de fogo e outros objetos ilícitos. Ao menos 31 pessoas foram presas.

A Polícia Militar de Goiás, durante as diferentes ações realizadas no final de semana, entre sexta-feira (28/05) e este domingo (30/05), apreendeu quase 200 quilos de drogas no Estado e 200 quilos de insumos para a fabricação de entorpecentes. Durante as ações, ao menos 31 pessoas foram presas. Entre elas, diversos indivíduos foragidos da justiça. A maioria das detenções foi motivada pelo envolvimento com o tráfico de drogas.

Ao longo das diligências, também foram apreendidas pelo menos 11 armas de fogo, várias munições, veículos roubados/furtados ou usados em crimes, fios de cobre furtados, máquinas de cartão, usadas em estelionatos e mais de R$ 2 mil em espécie. As principais ocorrências foram registradas na capital, em Aparecida de Goiânia, Trindade, Mineiros, Anápolis, Jussara, Formosa, Luziânia, Ipameri, Catalão, Itaberaí e Cidade de Goiás.

Cruzada contra o tráfico

Em uma ação, militares do 41º BPM efetuaram a detenção de dois indivíduos, em Aparecida de Goiânia, com grande quantidade de entorpecentes. Ao todo, foram 150 quilos de maconha e 200 quilos de ácido bórico, usado para a produção de drogas. O primeiro indivíduo foi abordado durante patrulhamento tático no Jardim Tropical. Após busca veicular, foram encontrados quatro tabletes de maconha. Aos policiais, ele indicou um depósito para o armazenamento dos ilícitos, em uma casa da capital.

De posse das informações, as equipes se deslocaram para o endereço, no Setor Sul. No local, foram encontrados quatro tabletes, escondidos no interior de uma caminhonete. Já em um dos quartos da residência, os policiais encontraram mais 102 tabletes. Os insumos também estavam armazenados na casa e foram apreendidos. Um segundo indivíduo, que estava na casa, também foi detido. A dupla foi encaminhada ao 4º Distrito Policial do município.

Durante outra ocorrência, equipes do Comando de Policiamento Especializado (CPE) de Formosa apreenderam 20 quilos de maconha, na cidade. Os PMs receberam denúncia anônima, informando sobre um indivíduo, que fazia o transporte de entorpecentes e foram ao local averiguar. No momento da tentativa de abordagem, os policiais foram recebidos por disparos de arma de fogo e revidaram. O suspeito foi atingido e chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Com ele, também foi apreendido um revólver calibre .38.

Militares do Batalhão de Rotam efetuaram a detenção de um indivíduo, em Anápolis, com diversos ilícitos. A operação policial teve início após o recebimento de uma denúncia, sobre possível ponto de tráfico, na cidade. Três indivíduos estavam no local e fugiram assim que avistaram a viatura. Um deles foi interceptado. Na casa, foram encontrados 4 quilos de maconha, 1 quilo de crack, 1 quilo de cocaína, duas balanças de precisão e um simulacro de arma de fogo. O homem foi levado à Central de Flagrantes de Anápolis.

Outras ocorrências

Equipes da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CPCães) prenderam um homem, em flagrante, suspeito de aplicar golpes, na capital e região metropolitana. Os policiais descobriram que o homem era oriundo do estado de São Paulo e que usava o cartão das vítimas para realizar transações bancárias fraudulentas. Com ele, foram apreendidas 22 máquinas de cartão, seis cartões, um celular e quantia de R$ 1.000,00. Ele foi conduzido, junto ao material apreendido, à Central de Flagrantes de Goiânia.

A Polícia Militar atuou ainda no combate a crimes ambientais. Em Formosa, militares do CPE prenderam três homens, por porte ilegal/ posse irregular de arma de fogo e suspeitos de caça. Os policiais estavam em patrulhamento quando avistaram os indivíduos, ostentando arma de fogo. Após busca pessoal e domiciliar, foram encontradas duas armas de fogo, uma ave silvestre abatida e porções de drogas. Os três foram autuados em flagrante e levados à Delegacia da região.

Secretaria de Estado da Segurança Pública – Governo de Goiás

Polícia Militar encerra festa clandestina em Água Fria de Goiás

Imagem Ilustrativa

Na noite do último sábado (29) a Polícia Militar, por meio do 21º BPM, encerrou uma festa clandestina realizada na zona rural da cidade de Água Fria de Goiás.

Assim que tomaram conhecimento do evento não autorizado, policiais militares deslocaram a um determinado ponto da Rodovia GO-230, onde flagraram diversos veículos estacionados as margens da via, com o aparelho de som ligado e cerca de 60 pessoas reunidas fazendo uso de bebidas alcoólicas.

A aglomeração foi enquadrada como descumprimento de medida sanitária de prevenção prevista no decreto municipal.

Ao final das autuações e do encerramento do evento, os participantes foram convidados a se retirar do local.

Os autuados responderão junto ao Juizado Especial Criminal da Comarca de Planaltina-GO.

Emocionante: cantor Beto Costa de Campos Belos-GO vence a Covid-19, após ficar 9 dias internado na UTI



Por Jefferson Victor,

Hebert Anderson silva da Costa, 40 anos, conhecido por Beto Costa, morador de Campos Belos (GO), saiu neste domingo (30) da UTI de um hospital de Luziânia (GO), onde permaneceu internado por nove dias.

Beto foi diagnosticado com covid há cerca de 20 dias, ficou internado na sentinela por sete dias. Devido à gravidade do seu quadro, foi encaminhado para Luziânia (GO), onde recebeu tratamento mais adequado em função da existência de leitos de UTI, no qual foi internado.

Que angústia em, Beto? Só de ter que sair já passa mil coisas na cabeça.

“Meu Deus, tenho Kelly minha esposa, mãe da nossa, filha Maria Flor, e no momento, gerando uma outra criança. Eu ainda jovem, muita perspectiva pela frente e essa doença pode interromper tudo isso.”

Quantos pensamentos negativos, né, amigo?

Mas aí vinha aquele pensamento positivo. “Eu preciso viver, tenho que ser forte, tem gente lá fora precisando de mim”.

E nós aqui fora pensando: Beto, você merece viver, você precisa vencer essa doença, você é gente de bem, você vive para alegrar as pessoas, volte para nós.

Você canta e encanta por onde passa. A sua vida é embalar casais em serestas, festas, comemorações e muitos outros eventos. Onde há alegria você está presente proporcionando felicidades, cantando e encantando.

Que emocionante aquela sua saída carregando aquela placa de vencedor. Nunca em sua vida teve um momento tão feliz como aquele, suponho.

Que discurso bonito o da sua irmã agradecendo os anjos que cuidaram de você. ” Vocês devolveram o meu irmão com saúde”, disse ela.

Que gesto bonito aquele seu em doar à equipe médica, que cuidou de você com muito zelo, aquele buquê. Nada melhor para expressar o seu agradecimento.

Sua voz estava embaçada, mas suas lágrimas não foram captadas pelas câmeras, mas o seu semblante mostrava um menino choroso que acabara de nascer.

“Betera”, que forma carinhosa de te receber. Pareceu-se ser cunhado Paulo Henrique, estudante de medicina, e que certamente acompanhou você de perto.

Que família maravilhosa essa que você entrou, Cida, Ze Cândido, Carlinho e KellY.

Bem-vindo de volta, Beto!

Deus te quer aqui entre nós

domingo, 30 de maio de 2021

80 mil cestas básicas são distribuídas em três semanas pelo Governo de Goiás


Para minimizar os efeitos da crise provocada pela pandemia da Covid-19, o Governo do Estado garante a segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade social dos 246 municípios goianos. Em uma união de esforços, a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), o Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) já distribuíram 80 mil cestas básicas na terceira etapa da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, de um total de 250 mil recentemente adquiridas. A maior parte foi para municípios do interior: 117, além da capital, já foram contemplados.

Presidente de honra da OVG e coordenadora do GPS, a primeira-dama Gracinha Caiado lembra que a entrega dos kits é apenas uma das ações do Governo de Goiás para garantir segurança alimentar diante da crise causada pela pandemia.

“Incrementamos as ações do Banco de Alimento e Restaurantes do Bem, da OVG. Também estão em pleno funcionamento o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), da Seapa [Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento], e o cartão alimentação para os estudantes, por meio da Secretaria de Educação (Seduc)”, exemplifica Gracinha.

O secretário de Desenvolvimento Social, Wellington Matos, ressalta que a segurança alimentar é uma prioridade da gestão do governador Ronaldo Caiado, que direcionou, desde o início da pandemia, cerca de R$ 70 milhões para garantir este suporte às famílias goianas.

“Cada entrega representa muito e estamos empenhados para que as 250 mil cestas básicas desta última etapa cheguem aos municípios no menor tempo possível”, afirma Wellington Matos.

Desde o início da ação, em março do ano passado, mais de 600 mil cestas ajudaram a combater a fome de idosos, adultos, grávidas e crianças.

Logística

A distribuição de alimentos movimenta o pátio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Goiânia. É de lá que partem, diariamente, cerca de 20 caminhões carregados com cestas destinadas ao interior do Estado.

Cada kit para doação beneficia uma família de até cinco pessoas e possui mantimentos básicos: arroz, feijão, açúcar, óleo de soja, café, sal, macarrão, molho de tomate, farinha de mandioca, biscoito tipo rosquinha, achocolatado em pó, sardinha e fubá de milho.

Na parceria firmada com os municípios, as prefeituras ficam responsáveis pelo envio dos veículos para a retirada das cestas básicas e pela distribuição dos gêneros alimentícios às famílias em situação de vulnerabilidade.

Na última semana, também começou a distribuição das doações para assentamentos rurais, realizada pela Secretaria de Estado da Agricultura de Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Emater, em parceria com as forças de segurança do Estado. Além disso, será iniciada nos próximos dias a entrega dos alimentos para entidades sociais e comunidades quilombolas e indígenas, repetindo a ação das duas primeiras etapas da campanha.

Destino final

A determinação do governador Ronaldo Caiado é de que nenhuma família em situação de vulnerabilidade social fique esquecida, nem mesmo as que moram em locais de difícil acesso e nas regiões mais distantes da capital.

Na ponta final da movimentação, que começa no pátio da Conab, está a dona de casa Rosa Alves Pereira, de 66 anos. É da janela da moradia simples, feita de pau a pique, que a moradora de uma comunidade quilombola localizada na zona rural de Cavalcante, a 512 quilômetros de Goiânia, agradece.

 “Fiquei muito feliz de vocês terem vindo aqui. Agradeço pela visita e pela cesta básica que prepararam para a minha família. Que Deus lhes abençoe e dê a recompensa por essa ajuda,” afirma Rosa Alves.

A família foi uma das 170 do município de Cavalcante que receberam, durante visita da equipe do Goiás Social nesta semana, além da cesta básica, cobertores, enxovais para bebê e brinquedos.

Presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social do Estado de Goiás (Coegemas–GO) e secretária de Ação Social em Divinópolis de Goiás, a primeira-dama Maria Cláudia Nunes Santos Tolentino assinala que as doações das cestas básicas feitas pelo Governo de Goiás fazem a diferença na vida de quem recebe os alimentos, e traz motivação para quem trabalha na área social dos municípios.

“É com gratidão que parabenizo o governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama Gracinha Caiado. Eles estão cuidando de quem mais precisa com carinho e atenção. Estejam certos de que as pessoas mais simples estão felizes demais com o trabalho e empenho de vocês,” afirma Maria Cláudia.

Já a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, lembra que a doação de cestas básicas é uma das ações mais relevantes desenvolvidas pela organização neste período. “O nosso papel é amparar pessoas em situação de vulnerabilidade com doações e atendimentos nas nossas unidades”, pontua. “Contamos com apoio das pastas estaduais e de voluntários para levar essas cestas básicas aos goianos que mais precisam desse apoio”, reforça.

Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) – Governo de Goiás

Homem é preso investigado por matar idoso em Iaciara-GO


A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Iaciara, no nordeste goiano, prendeu na última sexta-feira (28) um homem investigado pelo crime de homicídio qualificado ocorrido na cidade.

Ao tomar conhecimento da ocorrência de um crime de homicídio qualificado contra um idoso de 77 anos, ocorrido na cidade na data de 23 de abril deste ano, a Polícia Civil em Iaciara iniciou a investigação, que posteriormente foi concluída com a identificação dos autores e com o pedido de prisões preventiva.

Foi apurado, por meio de Laudo Pericial, que vítima sofreu múltiplas lesões antes de ser brutalmente assassinada.

De acordo com a investigação, os autores seriam dois irmãos, sendo que um seria genro da vítima.

Um dos autores tem 36 anos e já responde por vários crimes cometidos na cidade, entre eles tráfico de drogas e homicídio, e faz do crime meio de vida.

Diante da gravidade do fato e da intranquilidade social ocasionada com a sua liberdade, a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva.

Após as comunicações de praxe, o preso foi recolhido na unidade prisional e encontra-se à disposição do Poder Judiciário.

Dois são presos suspeitos de homicídio, em São Domingos-GO


Duas pessoas foram presas na madrugada deste domingo (30), suspeitas de homicídio na cidade de São Domingos, no nordeste goiano.

Polícias do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT), em patrulhamento pela cidade, conseguiram realizar as duas prisões na cidade.

Além das prisões, uma arma também foi apreendida pelos policiais.

Ladrões roubam doses de vacina da gripe achando que eram doses de vacina da covid-19, em Formosa-GO


Ladrões roubaram doses de vacina da gripe na Unidade Básica de Saúde do Setor Nordeste, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal.

Achando que estavam fazendo um ótimo negócio e que iriam comercializar as doses roubadas, os ladrões acabaram levando as doses de vacina da gripe, pensando que eram as doses de vacina contra a COVID-19.

Segundo informações, o caso foi repassado para as forças policiais, que estão investigando o caso.

Homem que transportava 20 kg de maconha é morto durante confronto com a Polícia, em Formosa-GO


Um traficante foi morte neste domingo (30), após confronto com a Polícia Militar, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal.

Os policiais receberam uma denúncia que um veículo estaria transportando grande quantidade de drogas.

A equipe localizou o veículo no Setor Sul, deram ordem de parada, mas o carro ignorou o alerta e desobedeceu, ao seguir, o veículo parou, um homem desceu do veículo efetuando vários disparos de arma de fogo.

Os policiais revidaram a agressão e o indivíduo foi baleado, vindo óbito no local.

Os policiais apreenderam cerca de 20kg de maconha, R$ 2 mil em espécie, uma balança e um revólver calibre 38.

O homem foi identificado como Antônio, de 27 anos, natural da cidade de Alvorada do Norte, no nordeste goiano.

Goiás tem piora nos índices da pandemia e volta a ter 11 regiões em situação de calamidade


O aumento de casos na última semana, o que a Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO) chama de repique da segunda onda de Covid-19, voltou a deixar o mapa de Goiás com a cor vermelha predominante. O mapa de calor divulgado na sexta-feira (28/5) aponta 11 regiões de Saúde em situação em calamidade. Na semana passada, eram oito regiões no pior nível.

Nenhuma região apresentou melhora. Seis apresentaram estabilidade e mantiveram o quadro da semana passada. As alterações ocorreram nas regiões Rio Vermelho, Sudoeste I, Sul e Estrada de Ferro, que tiveram piora nos índices da pandemia. Com a atualização dessa semana, o Estado tem duas regiões em situação de alerta (amarelo), cinco em situação crítica (laranja) e 11 em calamidade (vermelha).

As regiões Rio Vermelho, Sul e Estrada de Ferro saíram da situação crítica para calamidade depois da piora em três dos seis índices analisados: aumento da incidência de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), aumento na taxa de ocupação das UTIs públicas e privadas e a velocidade de contágio no tempo (R).

A outra alteração ocorreu na região Sudoeste I, que estava na situação de alerta e subiu um nível, atingindo o estado crítico. entre os fatores que ocasionaram essa piora estão o aumento na taxa de ocupação de leitos de UTI e o aumento da incidência de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Situação de alerta

Serra da Mesa: Alto Horizonte, Amaralina, Campinorte, Colinas do Sul, Hidrolina, Mara Rosa, Niquelandia, Nova Iguacu de Goiás, Uruacu;

Norte: Bonopolis, Campinacu, Estrela do Norte, Formoso, Minacu, Montividiu do Norte, Mundo Novo, Mutunopolis, Novo Planalto, Porangatu, Santa Tereza de Goiás, São Miguel do Araguaia, Trombas.

Situação crítica:

Pirineus: Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Campo Limpo, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Gameleira de Goiás, Goianápolis, Pirenópolis e Terezópolis de Goiás.

Central: Abadia de Goiás, Anicuns, Araçu, Avelinópolis, Brazabrantes, Campestre de Goiás, Caturaí, Damolândia, Goiânia, Goianira, Guapo, Inhumas, Itaguari, Itauçu, Jesúpolis, Nazário, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Petrolina de Goiás, Santa Bárbara de Goiás, Santa Rosa de Goiás, Santo Antônio de Goiás, São Francisco de Goiás, Taquaral de Goiás e Trindade.

Centro Sul: Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Caldazinha, Cezarina, Cristianópolis, Cromínia, Edealina, Edéia, Hidrolândia, Indiara, Jandaia, Leopoldo de Bulhões, Mairipotaba, Orizona, Piracanjuba, Pontalina, Professor Jamil, São Miguel do Passa Quatro, Senador Canedo, Silvânia, Varjão Vianópolis e Vicentinópolis.

Entorno Sul: Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cristalina, Luziânia, Novo Gama, Santo Antonio do Descoberto e Valparaíso de Goiás;

Sudoeste I: Acreúna, Aparecida do Rio Doce, Cachoeira Alta, Caçu, Castelândia, Itajá, Itarumã, Lagoa Santa, Maurilândia, Montividiu, Paranaiguara, Porteirão, Quirinópolis, Rio Verde, São Simão, Santa Helena de Goiás, Santo Antonio da Barra e Turvelândia.

Calamidade:

Oeste II: Adelândia, Aurilândia, Buriti de Goiás, Cachoeira de Goiás, Córrego do Ouro, Firminópolis, Palmeiras de Goiás, Palminópolis, Paraúna, São João da Paraúna, São Luis de Montes Belos, Sanclerlândia e Turvânia.

Sul: Água Limpa, Aloândia, Bom Jesus de Goiás, Buriti Alegre, Cachoeira Dourada, Goiatuba, Gouvelândia, Inaciolândia, Itumbiara, Joviânia, Morrinhos e Panamá.

Estrada de Ferro: Anhanguera, Caldas Novas, Campo Alegre de Goiás, Catalão, Corumbaíba, Cumari, Davinópolis, Goiandira, Ipameri, Marzagão, Nova Aurora, Ouvidor, Palmelo, Pires do Rio, Rio Quente, Santa Cruz de Goiás, Três Ranchos e Urutaí.

Nordeste I:  Campos Belos, Cavalcante, Divinópolis de Goiás, Monte Alegre de Goiás e Teresina de Goiás.

São Patrício II: Barros Alto, Goianésia, Itaguaru, Jaraguá, Mimoso de Goiás, Padre Bernardo, Santa Rita do Novo Destino e Vila Propício.

São Patrício I: Campos Verdes, Carmo do Rio Verde, Ceres, Crixás, Guarinos, Ipiranga de Goiás, Itapaci, Morro Agudo de Goiás, Nova América, Nova Glória, Pilar de Goiás, Rialma, Rianápolis, Rubiataba, Santa Isabel, São Luiz do Norte, São Patrício, Santa Terezinha de Goiás, Uirapuru e Uruana.

Oeste I: Amorinópolis, Aragarças, Arenópolis, Baliza, Bom Jardim de Goiás, Diorama, Fazenda Nova, Iporá, Israelândia, Ivolândia, Jaupaci, Moiporá, Montes Claros de Goiás, Novo Brasil, Palestina de Goiás e Piranhas.

Nordeste II: Alvorada do Norte, Buritinópolis, Damianópolis, Guarani de Goiás, Iaciara, Mambaí, Nova Roma, Posse, São Domingos, Simolândia e Sítio D’Abadia.

Rio Vermelho: Americano do Brasil, Araguapaz, Aruanã, Britânia, Faina, Goiás, Guaraita, Heitoraí, Itaberaí, Itapirapuã, Itapuranga, Jussara, Matrinchã, Mossâmedes, Mozarlândia, Nova Crixás, Santa Fé de Goiás.

Entorno Norte: Água Fria de Goiás, Alto Paraíso, Cabeceiras, Flores de Goiás, Formosa, Planaltina, São João D’Aliança e Vila Boa.

Sudoeste II: Aporé, Caiapônia, Chapadão do Céu, Doverlândia, Jataí, Mineiros, Perolândia, Portelândia, Serranópolis e Santa Rita do Araguaia.

Golpe do Pix já causou prejuízos de cerca de R$ 200 mil a 11 vítimas em Rio Verde-GO


A Polícia Civil de Goiás investiga uma série de crimes estelionatários do chamado ‘Golpe do Pix‘. Segundo o delegado Danillo Fabiano, pelo menos 11 pessoas já se tornaram vítimas em Rio Verde. Estima-se que o prejuízo somado beire os R$ 200 mil. No entanto, caso semelhante também já foi registrado em Luziânia.

O investigador explicou que os criminosos escolhem o PIX por ser uma maneira imediata de transferir o dinheiro com sucesso. Um empresário rioverdense de 37 anos relata que em menos de cinco de minutos teve R$ 2.650 da conta corrente transferidos e um empréstimo de de R$ 20 mil no nome dele, logo após o dinheiro cair, os criminosos o retiraram.

“Recebi uma mensagem que falava que eu tinha feito um empréstimo de R$ 20 mil. Logo em seguida, chegou outra confirmando o PIX dos R$ 20 mil. Eu vi nos extratos que transferiram para dois homens diferentes, que não sei quem são”, disse o empresário

O delegado afirma que ainda não se sabe se apenas um grupo está sendo responsável pela série de crimes. Para isso, a investigação contará com a troca de informações entre diferentes delegacias de diferentes cidades do estado, onde o crime já foi registrado.

Como o golpe acontece?

O delegado Danillo Fabiano explica que, até o momento, o que se sabe é que os estelionatários enviam um link para as vítimas se passando por bancos. Junto com o link, uma mensagem de que a instituição precisa atualizar os dados da vítima também é enviada.

Acreditando ser um pedido do banco, a vítima clica no endereço e fornece os dados. Automaticamente, por meio de um programa desenvolvido pelos criminosos, os estelionatários recebem os dados e podem fazer o que bem entenderem, conforme informações do investigador.

Entretanto, existem vítimas recentes que relatam nunca terem clicado em nenhum link ou nunca terem sido abordadas pelos falsos bancos. “Ninguém me ligou nem mandou mensagem SMS se passando por terceiro ou funcionário de banco. De repente, recebi uma mensagem sobre a transferência dos R$ 2,6 mil e fiquei assustado. Não sei como entraram na minha conta”, explicou o empresário que teve o empréstimo feito em seu nome.

“Para esses casos mais recentes ainda estamos investigando as possíveis maneiras que os criminosos utilizaram”, informou o delegado.

Como evitar o golpe?

O investigador explica que a principal maneira de evitar ser vítima do golpe é o cuidado com o preenchimento de dados e os links recebidos pela internet. “Tem que ter muito cuidado com esses links que são enviados por SMS e WhatsApp e até mesmo as ligações, pois os criminosos ligam e se passam por funcionários”, explica o delegado.

Uma segunda maneira, é entrar em contato com os verdadeiros contatos da instituição bancária. Dessa forma, a necessidade de recadastramento ou atualização de informações poderá ser confirmada ou desmentida pela verdadeira equipe.

Fonte: Mais Goiás

Ex-deputado estadual e ex-prefeito de Poragantu-GO, Júlio da Retífica morre aos 66 anos


Ex-prefeito de Porangatu por dois mandatos e ex-deputado estadual por quatro mandatos, Júlio Sérgio de Melo, conhecido como Júlio da Retífica, morreu aos 66 anos. Ele estava internado em um hospital em Brasília lutando contra uma pneumonia que contraiu em março deste ano.

O corpo seguirá para Porangatu, onde será velado e sepultado. Ainda não há informações sobre horário e local das cerimônias.

Júlio é natural de Araguari (MG) e completaria 67 anos no próximo dia 22 de junho. Ele deixa a esposa, Gláucia Aparecida Fernandes de Melo, os filhos Júlio Sérgio de Melo Júnior, Fernanda Maísa de Melo, Mônica Cristina de Melo da Silva e Ricardo Augusto Nunes de Melo, além de cinco netos.

A Câmara de Vereadores de Porangatu prestou uma homenagem nas redes sociais. “Júlio da Retifica deixou seu legado político e administrativo na história do município de Porangatu e vai ficar registrado na memória de todos. Neste momento de dor, demonstramos nossos sentimentos à família e aos amigos do ex-prefeito. Porangatu está de luto.”

sexta-feira, 28 de maio de 2021

Homem sobe em carro, atira entre telhado e portão de oficina e mata mecânico em Formosa-GO



Um mecânico de 31 anos foi morto a tiros dentro da oficina em que trabalhava, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Câmeras de monitoramento mostram o atirador correndo atrás da vítima, que entra no imóvel. Em seguida, o homem sobe em um carro e atira entre o telhado e o portão da casa.

Por não ter a identidade divulgada, a reportagem não conseguiu localizar a defesa do suspeito.

O caso ocorreu no Setor Parque Lago, na manhã de segunda-feira (24). Segundo o delegado responsável pelo caso, Lucas Rocha, os dois eram conhecidos e uma briga por "bobeira", após o homem "encarar" a vítima, teria motivado o crime.

“Em princípio, a discussão foi por bobeira, motivo fútil. Aparentemente, eram conhecidos de vista, mas a vítima se aproximou perguntando 'o que ele estava olhando', falando que ele era folgado e deu um tapa no rosto do rapaz, que foi em casa, buscou uma arma de fogo e voltou para matar”, explicou o delegado.

As imagens ainda mostram que o homem só conseguiu atirar no mecânico depois de subir em um carro e ficar agarrado ao portão da oficina, após os disparos, ele foge do local. Conforme a polícia, Edmar Cruz Santos levou ao menos três tiros.



Fonte: G1

“Não nos falta coragem, disposição, força para trabalhar e, principalmente, apoio da população”, diz Lincoln Tejota, em Alto Paraíso de Goiás



Ao lado do governador Ronaldo Caiado, vice-governador inaugurou unidade do laboratório Include em Alto Paraíso. Na ocasião, pequenos e médios agricultores da região receberam Títulos de Regularização Fundiária

“Durante muito tempo tivemos o progresso sendo direcionado para regiões que já estavam prontas, mas, desde o início, o governador Ronaldo Caiado avisou que começaríamos o trabalho pelas regiões que mais precisam. Não nos falta coragem, disposição, força para trabalhar e, principalmente, apoio da população”, disse o vice-governador Lincoln Tejota, que participou nesta quinta-feira, 27, da inauguração do laboratório Include, em Alto Paraíso, onde alunos de 12 a 20 anos, em situação de vulnerabilidade social, terão a oportunidade de acesso gratuito a cursos de robótica, programação e eletrônica.

Ainda nesta semana, por meio do Goiás Social e em parceria com o Instituto Campus Party (ICP), o Governo de Goiás vai entregar mais uma unidade do projeto Include - agora em Cavalcante, onde vivem cerca de 880 famílias da comunidade quilombola Kalunga. O objetivo do projeto é difundir o uso da tecnologia e promover a inclusão social, com a oferta de ferramentas que garantam educação de qualidade e desenvolvam habilidades dentro de um ecossistema totalmente disruptivo.

“Para o nosso governo inclusão é muito mais do que uma palavra somente ligada a tecnologia. Incluir é trazer respostas para os problemas. Trazendo aqui algo tão forte e com o poder tão grande de mudar a vida das pessoas, buscamos incluir os nossos jovens dessa região tão importante. Não temos o direito de deixar o povo do Nordeste Goiano de fora do desenvolvimento que está acontecendo no mundo inteiro”, discursou.

Com metodologia de ensino de robótica, programação, eletrônica, sensores e mecânica, o Projeto Include em escolas públicas estaduais deve atender 1,8 mil estudantes de comunidades carentes locais até 2023. Segundo o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, Goiás será o estado brasileiro com mais laboratórios Include. As duas novas unidades já iniciaram suas aulas em abril no formato híbrido: presencial e remota, seguindo as medidas de proteção e os protocolos de saúde.

Títulos de Regularização Fundiária - Aproveitando a ida a Alto Paraíso, o governador Ronaldo Caiado e o vice-governador Lincoln Tejota entregaram 70 títulos de regularização fundiária nos municípios de São João D’aliança, Alto Paraíso e Cavalcante, contemplando, ainda, cidades como Nova Roma, Teresina e Niquelândia. A transferência da propriedade aos atuais ocupantes, composta em sua maioria por pequenos e médios agricultores, garante o título definitivo de domínio.

Realizada por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a regularização tem por finalidade a legalização das terras devolutas do Estado de Goiás, arrecadadas por meio de ações discriminatórias judiciais e/ou administrativas. Com isso, os até então ocupantes tornam-se proprietários de direito, permitindo o acesso às políticas públicas implementadas pelo estado de Goiás e demais entes da federação, como o crédito rural. "Quero agradecer ao governador por me convidar para ser seu vice. Eu sabia do desafio, mas também sabia que não faltava coragem. Nós estamos construindo um estado forte", finaliza Lincoln Tejota.

LEM-BA: Um ano após crime, família de empresário morto a tiros pede respostas: 'Nada foi feito pela Justiça'


Familiares do empresário Renato de Souza Lobo, morto a tiros dentro do carro que dirigia quando chegava em casa, na cidade de Luís Eduardo Magalhães, cidade do oeste da Bahia, segue sem respostas sobre o crime, que completou um ano nesta quinta-feira (27).

"Nós temos uma realidade cruel que é de não ter respostas diante de uma situação tão trágica, de um crime tão bárbaro, que mexeu com todas as nossas vidas. Uma pessoa usou do seu livre-arbítrio para tirar a vida dele, na porta do nosso lar, deixá-lo sangrando nos nossos braços e nada foi feito pela Justiça", disse a esposa de Renato, Eliandra Fiuza.

"O que falar quando nós completamos um ano de falta, do amor da minha vida, que partiu sem o direito de dizer adeus?"

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil, que não deu etalhes, e disse que a apuração desse caso corre sob segredo de Justiça.

Em vídeo enviado pela família de Renato Lobo, a esposa do empresário, que estava grávida quando aconteceu o crime, conta que a família vem buscando forças através da fé. Na época, o casal morava com a filha mais velha de Eliandra, enteada de Renato.

"No dia 27 de maio de 2020, nós perdemos o nosso pilar de forma trágica. E a gente tem enfrentado todo esse período com uma sensação de que o tempo está passando rápido e, ao mesmo tempo, de que não está passando", disse Eliandra Fiuza.

"A gente tem buscado forças através da fé. As pessoas perguntas e falam que estou sendo forte, mas eu tenho consciência de que a fé é que nos levanta".

Não conheceu a filha

Renato tinha 40 anos e atuava no ramo de grãos. A primeira filha dele foi batizada como Renata e nasceu após a morte do empresário. A esposa menta que ele não conseguiu conhecer "Renatinha".

"Eu olho para Renatinha e tenho muita gratidão a Deus e a Renato, por ter deixado esse presente. Mas também não tem como não pensar que foi tirado dela o direito de conhecer o pai. Foi tirado dele o direito de olhar nos olhos da filha e de continuar a vida ao nosso lado", disse a esposa de Renato.

Eduarda Fiuza, enteada do empresário, contou que via em Renato, a figura de um pai. "Desde o primeiro dia que eu conheci ele, ele falava que eu era uma Barbie. Ele sempre me tratou muito bem, como uma filha, e eu sempre senti que ele era um pai para mim, também", disse a adolescente.

"Eu lembro que a gente fazia um 'cafofo' para assistir filme, a gente fazia pipoca, a gente ia no CTG, tomava um chimarrão, montava nas éguas e disso eu nunca vou esquecer", completou.

Caso

Renato de Souza Lobo foi morto a tiros dentro do carro que dirigia, quando chegava em casa, no dia 27 de maio de 2020, em Luís Eduardo Magalhães.

A vítima foi abordada quando por duas pessoas em uma moto. Os suspeitos efetuaram vários disparos contra o carro e fugiram. Ao menos seis tiros acertaram Renato.

Fonte: G1

Governador Ronaldo Caiado e primeira-dama, Gracinha Caiado, entregam laboratório de robótica e títulos de regularização fundiária, em Cavalcante-GO


Inauguração acontece nesta sexta-feira (28/05), às 9h. Parceria com Instituto Campus Party, unidade do Include busca facilitar acesso à tecnologia e beneficia cerca de 880 famílias da comunidade quilombola Kalunga. Durante solenidade, serão entregues, também, títulos de regularização fundiária para produtores rurais da região

O governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama do Estado, presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, inauguram nesta sexta-feira (28/05), às 9h, o laboratório de robótica Include, em Cavalcante, município onde vivem cerca de 880 famílias da comunidade quilombola Kalunga. Na solenidade, também serão entregues títulos de regularização fundiária para produtores rurais da região.

Iniciativa que faz parte do Goiás Social, o Include é uma parceria com Instituto Campus Party (ICP). O projeto capacita gratuitamente jovens, com idade entre 12 e 20 anos, por meio do ensino da robótica, programação, eletrônica, sensores e mecânica, além de oferecer oficinas de empreendedorismo e IOT (internet das coisas).

A unidade de Cavalcante é a sexta entregue pelo Governo de Goiás. As outras ficam em Goiânia (dois), Luziânia, Valparaíso e Alto Paraíso. Até o fim de 2022, Goiás contará com mais 20 unidades e será o Estado com o maior número de laboratórios do Brasil.

No evento serão entregues, ainda, títulos de regularização fundiária para pequenos e médios produtores rurais da região. A transferência da propriedade aos atuais ocupantes, garante a posse definitiva, tornando-os proprietários de direito, permitindo o acesso às políticas públicas implementadas pelo Estado, como o crédito rural.

Serviço

Assunto: Governador Ronaldo Caiado e primeira-dama, Gracinha Caiado, entregam laboratório de robótica e títulos de regularização fundiária, em Cavalcante

Quando: Sexta-feira (28/05), às 9h

Onde: Colégio Estadual Elias Jorge, Rua 2, Centro, Cavalcante (GO)

Detran-GO dá início a megaoperação para limpar pátios de veículos apreendidos


Ação coordenada em todo o Estado tem objetivo de reduzir focos de proliferação de vetores de doenças, diminuir impactos ambientais e zerar estoques de automóveis e de motocicletas aptos para leilões

O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) inicia, nesta sexta-feira (28/05), uma megaoperação para limpar os pátios de veículos apreendidos. A ação coordenada tem o objetivo de reduzir os focos de proliferação de vetores de doenças, diminuir os impactos ambientais e zerar o estoque de automóveis e motocicletas aptos para leilões.

A operação terá início, às 14h30, no Pátio do Detran-GO em Abadia de Goiás e se estenderá por todo o Estado. O diretor de Operações do Detran-GO, Juliano Bezerra, estará disponível para entrevistas.

No pátio de Abadia de Goiás estão mais de 2 mil veículos, entre sucatas e recuperáveis. Serão retirados dos pátios do Detran-GO, os veículos aptos para leilão, ou seja, àqueles que estão apreendidos há mais de 60 dias. Eles serão removidos para empresas credenciadas, que darão sequência aos procedimentos necessários para o leilão.

Alguns veículos apreendidos chegam a ficar no pátio por mais de 10 anos. A ação do tempo, além de deteriorar o bem, reduzindo o valor venal, gera prejuízos ambientais. Os veículos danificados liberam resíduos que acabam poluindo o lençol freático, além de servir como reservatório para proliferação de vetores de doenças como o mosquito da dengue.

Antes de enviar um veículo para leilão, o Detran notifica o responsável legal pelo carro ou motocicleta para que ele tenha a oportunidade de reaver o bem. Somente quando são esgotadas as tentativas previstas em lei, é que é aberto o processo de venda. Até o dia do leilão, o proprietário legal do veículo poderá reivindicá-lo, sanando o problema que ocasionou a retenção, e fazendo a retirada do mesmo.

Serviço

Operação limpeza de pátio

Data: 28/05 – sexta-feira

Horário: 14h30

Sugestão de entrevista: diretor de Operações, Juliano Bezerra

Local: Pátio do Detran-GO na saída para Abadia de Goiás – BR 060 KM13, Sítio Salinas, Próximo ao Centro de Distribuição da Ricardo Eletro.

Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran) - Governo de Goiás

quinta-feira, 27 de maio de 2021

Polícia evita possível massacre em escola de Goiânia


Na manhã desta quinta-feira (27), os policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia – com apoio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), da Homeland Security Investigations da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, e Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça, através do Laboratório de Operações Cibernéticas – cumpriram um mandado de busca e apreensão na cidade de Goiânia.

Após troca de mensagens indicando a intenção de ataques a escolas da capital, um menor de 16 anos de idade foi apreendido hoje por prática de ato infracional análogo ao crime do art. 20 da Lei 7716/89 (racismo).

No aparelho celular do adolescente, foram encontrados inúmeros indícios de participação em grupos que planejam massacres a escolas, além de apoio ações e doutrina nazista. Também foram encontrados anotações e desenhos feitos à mão, cujas imagens são de cunho violento e enaltecem o nazismo por meio de dizeres e símbolos. Durante as buscas, foram apreendidos pela DPCA dois celulares.

Foi lavrado um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC) em desfavor do menor na DPCA e ele foi encaminhado à Depai para os procedimentos de praxe.

As investigações seguem na DPCA para identificação de possíveis outros autores de crimes de racismo e terrorismo.

Foragido da Justiça é preso em Formosa-GO suspeito de matar ex-mulher e tio dela por disputa de bens na Bahia


Um homem de 34 anos, suspeito de matar a ex-mulher e o tio dela na Bahia, foi preso na quarta-feira (26) em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Ele, que tinha um mandado de prisão em aberto, foi localizado após o carro em que ele estava fazer uma manobra perigosa e chamar a atenção da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O suspeito disse que tinha brigas patrimoniais após o divórcio.

Segundo a polícia, o crime aconteceu em março deste ano, em Campo Alegre de Lourdes. Donizete Mendes da Silva teria armado uma emboscada para a ex-mulher, Queliane Ribeiro Barbosa.

Ela estava com o tio, Antônio Ferreira da Silva, em uma moto. O suspeito, então, teria esfaqueado os dois e fugido na moto da vítima. A mulher morreu no mesmo dia, mas o familiar faleceu no último dia 21.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa o preso até a última atualização dessa reportagem.

Os policiais decidiram parar o carro após uma manobra arriscada na rodovia. Dentro estavam o motorista, dois parentes dele e o suspeito.

“Durante a abordagem, a gente fez a busca pessoal e na conferência de um dos indivíduos que estava no veículo, havia um mandado de prisão da Bahia. Ele informou que seria em razão do homicídio que ele havia cometido contra a ex-mulher dele”, disse o policial rodoviário federal Roberto Hott.

Todos os ocupantes foram levados para a delegacia. O motorista disse que tinha recebido R$ 1 mil para levar o homem da Bahia até o Distrito Federal. Ele e os outros dois ocupantes disseram que não sabiam que o homem era foragido da Justiça e, segundo a PRF, foram liberados.

Fonte: G1

Caiado autoriza obras de R$ 6 milhões para reforma de barragem do Rio Paranã, no Nordeste do Estado


Com recursos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), empreendimento vai aumentar oferta hídrica para produtores rurais e fomentar produção agrícola irrigada na região, considerada a mais carente de Goiás. “A barragem foi esquecida por muito tempo, sem ser reativada. Estamos recuperando algo que ficou largado durante 20 anos”, destaca governador

O governador Ronaldo Caiado assinou, nesta quinta-feira (27/05), ordem de serviço para a reforma estrutural da barragem do Rio Paranã, na divisa entre os municípios de São João d'Aliança e Formosa, na região Nordeste do Estado. A obra é orçada em R$ 6 milhões, com recursos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), e está dentro do projeto Irrigação Flores de Goiás. “Com isso, vamos recuperar toda a barragem e teremos controle da vazão de água”, afirmou Caiado. “Ela foi esquecida por muito tempo, sem ser reativada. Estamos recuperando algo que ficou largado durante 20 anos”, garantiu.

Acompanhado da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, o governador pontuou que a barragem foi a responsável por dar condição de perenidade ao rio. “Ou seja, tem água constante. Antes dela, o rio cortava no período da seca. Isso trouxe a capacidade para as pessoas produzirem aqui”, detalhou.

O governador destacou o projeto do Estado de levar irrigação a assentamentos rurais da região, também em parceria com a Codevasf, e a recuperação da GO-116, em São João d'Aliança. “Os produtores rurais quebraram porque não tinham como tirar a safra que produziam, não tinha ponte, não tinha estrada. Aqui era uma região esquecida e nós estamos dando vida ao Nordeste goiano”, destaca.

O empreendimento está numa área conhecida como Vale do Paranã, possui 1.800 metros de extensão de aterro e tem capacidade de armazenamento para 195 milhões de metros cúbicos de água. A obra prevê as recuperações do talude jusante, do vertedouro, do talude montante e da crista. A barragem foi construída para aumentar a oferta hídrica para os produtores rurais e fomentar a produção agrícola irrigada na região, considerada a mais carente do Estado.

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), coordena o projeto de engenharia de recuperação da barragem. O investimento tem foco em proporcionar estabilidade e segurança à estrutura, desenvolvimento da agricultura irrigada e das atividades agropecuárias que possam ser beneficiadas com disponibilidade hídrica, além da promoção do crescimento econômico e social da região Nordeste do Estado, especificamente o Vale do Paranã.

O titular da Seapa, Tiago Freitas de Mendonça, salientou que Goiás é um Estado muito rico e cabe aos gestores aproveitar esse potencial disponível para mudar a vida das pessoas daquela região. “O governador realmente está levando desenvolvimento para onde é fundamental e necessário, que é no nosso Norte e Nordeste”, disse.

O secretário firmou, ainda, que a secretaria deve começar, no segundo semestre, projetos-piloto para produção frutífera para abastecer pontos como a Centrais de Abastecimento de Goiás S/A (Ceasa) de Goiânia, Brasília e até mesmo com fins de exportação. “Teremos a Norte Sul, a Leste Oeste, Terminal de Mara Rosa, Porto de Cargas de Anápolis, enfim, uma infraestrutura excepcional que vai beneficiar nosso povo”, observou.

Com 195 milhões de metros cúbicos de água, a estrutura atende 13 mil hectares com cultivo de arroz irrigado, por ano. Além dessa produção, segundo a Seapa, são feitos dois estudos de viabilidade para implantação de polos de fruticultura irrigada na região no PAA Santa Maria (São João d'Aliança) e no PAA Bom Sucesso/Santa Cruz (Flores de Goiás), que vão beneficiar produtores da agricultura familiar.

O secretário nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Tiago Pontes Queiroz, afirmou que Caiado se destaca como liderança nacional ao promover o desenvolvimento regional no Estado. “Chama bastante atenção os elogios que recebe em Brasília por sua garra e desempenho”, pontuou.

A represa indicava necessidade de reforma em 2014. A partir da gestão do governador Ronaldo Caiado, desde 2019, com a recriação da Seapa, a pasta buscou recursos para reforma da barragem. Foi feita, então, parceria com a Codevasf para dar sequência ao projeto. Após a reforma estrutural, está prevista uma segunda etapa de reforma mecânica, hidráulica e elétrica, cujo processo licitatório está em andamento.

“Nós vamos não só recuperar a barragem, mas fornecer a água necessária para que o perímetro de Flores possa produzir como era antigamente”, disse o presidente da Codevasf, Marcelo Andrade. “Estamos trabalhando também na estrada de escoamento da produção, e nas rotas de fruticultura do Centro-Oeste”, destacou.

“Esse projeto da barragem é um sonho desde 1997, faz 24 anos que nós sonhamos com a concretização. Que seja dado o início, continuidade e que seja finalizado para que chegue o benefício para as pessoas que realmente precisam”, disse Altran Lopes, prefeito de Flores de Goiás.

“O senhor tem transformado a realidade, porque administra com justiça e igualdade, reacendendo a esperança no coração das pessoas”, afirma Débora Domingues, prefeita de São João d'Aliança. “Fechou a torneira do dinheiro que escorria, por isso está conseguindo investir. Isso é demonstração de um ser humano que quer fazer a boa política”, arrematou Gustavo Marques, de Formosa.

Regularização

Ainda durante a assinatura da ordem de serviço, o governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama, Gracinha Caiado, fizeram a entrega de títulos de regularização fundiária para produtores rurais. Com a transferência da propriedade, os atuais ocupantes garantem a posse definitiva da terra e passam a ter acesso às políticas públicas implementadas pelo Estado, como, por exemplo, o crédito rural.

As entregas dos títulos no Nordeste Goiano contemplam 70 produtores dos municípios de São João d´Aliança, Alto Paraíso, Cavalcante, Nova Roma, Teresina de Goiás e Niquelândia.

Os primeiros documentos foram entregues para os moradores de São João d'Aliança. “Estamos fazendo junto ao governo federal a legalização de todas as nossas terras da região para dar tranquilidade ao cidadão, para ninguém usar mais a propriedade dele em campanha eleitoral”, disse o governador. Segundo ele, o objetivo é fazer o máximo possível junto à Seapa para que o documento chegue ao cidadão para que ele viva com tranquilidade.

Realizada por meio da Seapa, a regularização está fundamentada na lei estadual nº 18.826/2015 e foi regulamentada pelo decreto 8.576/2016. O objetivo é a legalização das terras devolutas do Estado, arrecadadas por meio de ações discriminatórias judiciais e/ou administrativas.

Como resultado, além do respeito ao produtor, espera-se o fortalecimento da agricultura familiar, a inclusão social e a geração de renda no campo, sobretudo nas regiões Norte e Nordeste, onde há maior demanda por esse tipo de ação.

Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás