domingo, 30 de maio de 2021

80 mil cestas básicas são distribuídas em três semanas pelo Governo de Goiás


Para minimizar os efeitos da crise provocada pela pandemia da Covid-19, o Governo do Estado garante a segurança alimentar das famílias em situação de vulnerabilidade social dos 246 municípios goianos. Em uma união de esforços, a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), o Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds) já distribuíram 80 mil cestas básicas na terceira etapa da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, de um total de 250 mil recentemente adquiridas. A maior parte foi para municípios do interior: 117, além da capital, já foram contemplados.

Presidente de honra da OVG e coordenadora do GPS, a primeira-dama Gracinha Caiado lembra que a entrega dos kits é apenas uma das ações do Governo de Goiás para garantir segurança alimentar diante da crise causada pela pandemia.

“Incrementamos as ações do Banco de Alimento e Restaurantes do Bem, da OVG. Também estão em pleno funcionamento o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), da Seapa [Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento], e o cartão alimentação para os estudantes, por meio da Secretaria de Educação (Seduc)”, exemplifica Gracinha.

O secretário de Desenvolvimento Social, Wellington Matos, ressalta que a segurança alimentar é uma prioridade da gestão do governador Ronaldo Caiado, que direcionou, desde o início da pandemia, cerca de R$ 70 milhões para garantir este suporte às famílias goianas.

“Cada entrega representa muito e estamos empenhados para que as 250 mil cestas básicas desta última etapa cheguem aos municípios no menor tempo possível”, afirma Wellington Matos.

Desde o início da ação, em março do ano passado, mais de 600 mil cestas ajudaram a combater a fome de idosos, adultos, grávidas e crianças.

Logística

A distribuição de alimentos movimenta o pátio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em Goiânia. É de lá que partem, diariamente, cerca de 20 caminhões carregados com cestas destinadas ao interior do Estado.

Cada kit para doação beneficia uma família de até cinco pessoas e possui mantimentos básicos: arroz, feijão, açúcar, óleo de soja, café, sal, macarrão, molho de tomate, farinha de mandioca, biscoito tipo rosquinha, achocolatado em pó, sardinha e fubá de milho.

Na parceria firmada com os municípios, as prefeituras ficam responsáveis pelo envio dos veículos para a retirada das cestas básicas e pela distribuição dos gêneros alimentícios às famílias em situação de vulnerabilidade.

Na última semana, também começou a distribuição das doações para assentamentos rurais, realizada pela Secretaria de Estado da Agricultura de Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Emater, em parceria com as forças de segurança do Estado. Além disso, será iniciada nos próximos dias a entrega dos alimentos para entidades sociais e comunidades quilombolas e indígenas, repetindo a ação das duas primeiras etapas da campanha.

Destino final

A determinação do governador Ronaldo Caiado é de que nenhuma família em situação de vulnerabilidade social fique esquecida, nem mesmo as que moram em locais de difícil acesso e nas regiões mais distantes da capital.

Na ponta final da movimentação, que começa no pátio da Conab, está a dona de casa Rosa Alves Pereira, de 66 anos. É da janela da moradia simples, feita de pau a pique, que a moradora de uma comunidade quilombola localizada na zona rural de Cavalcante, a 512 quilômetros de Goiânia, agradece.

 “Fiquei muito feliz de vocês terem vindo aqui. Agradeço pela visita e pela cesta básica que prepararam para a minha família. Que Deus lhes abençoe e dê a recompensa por essa ajuda,” afirma Rosa Alves.

A família foi uma das 170 do município de Cavalcante que receberam, durante visita da equipe do Goiás Social nesta semana, além da cesta básica, cobertores, enxovais para bebê e brinquedos.

Presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social do Estado de Goiás (Coegemas–GO) e secretária de Ação Social em Divinópolis de Goiás, a primeira-dama Maria Cláudia Nunes Santos Tolentino assinala que as doações das cestas básicas feitas pelo Governo de Goiás fazem a diferença na vida de quem recebe os alimentos, e traz motivação para quem trabalha na área social dos municípios.

“É com gratidão que parabenizo o governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama Gracinha Caiado. Eles estão cuidando de quem mais precisa com carinho e atenção. Estejam certos de que as pessoas mais simples estão felizes demais com o trabalho e empenho de vocês,” afirma Maria Cláudia.

Já a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, lembra que a doação de cestas básicas é uma das ações mais relevantes desenvolvidas pela organização neste período. “O nosso papel é amparar pessoas em situação de vulnerabilidade com doações e atendimentos nas nossas unidades”, pontua. “Contamos com apoio das pastas estaduais e de voluntários para levar essas cestas básicas aos goianos que mais precisam desse apoio”, reforça.

Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) – Governo de Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário