quarta-feira, 30 de junho de 2021

Caiado entrega obras de rodovia e escola e inaugura hemodiálise em Posse-GO, na sexta-feira, dia 2


O governador Ronaldo Caiado cumpre agenda na sexta-feira (2) em Posse, no nordeste goiano. A previsão é que o governador chegue pela manhã na cidade.

As 10h, Caiado vai entregar a obra de reconstrução do perímetro urbano da GO-108, trecho entroncamento da BR-020 ao entroncamento da GO-446.

As 12h, o governador inaugura o serviço de hemodiálise da Policlínica de Posse.

Para finalizar a agenda na cidade, as 16h, Caiado inaugura as reformas da Coordenação Regional de Educação de Posse e do Colégio Estadual João Teixeira Júnior, além da entrega de cartão alimentação.

Delegacia de Polícia de Campos Belos-GO realiza operação contra o tráfico de drogas na divisa com o Tocantins


A Delegacia de Polícia de Campos Belos, no nordeste goiano, em conjunto com as Delegacias de Posse, São Domingos, Iaciara, Alvorada do Norte, deflagram operação de combate ao tráfico de entorpecentes em Campos Belos.

A operação foi na manhã desta quarta-feira (30) e cumpriu 5 mandados de prisão preventiva e 3 busca e apreensão.

Durante a operação, foi apreendido um revólver calibre .38 e uma porção de drogas em uma das casas, além de uma espingarda em outra casa.

Dois dos presos já estavam no sistema penitenciário. Foi lavrado também um auto de prisão em flagrante contra um dos alvos, o qual já tinha mandado de prisão decorrente de tráfico de drogas, suspeito de enviar entorpecentes para serem vendidos em Arraias (TO).

A operação contou com apoio da Polícia Civil do Tocantins.

Fonte: Polícia Civil

Em Quirinópolis, Caiado inaugura Policlínica da Região Sudoeste que beneficia 1 milhão de moradores em 28 municípios




Com capacidade para 7,7 mil consultas por mês, investimentos somam R$ 13,2 milhões. Unidade tem 4 mil metros quadrados, 21 especialidades médicas, aparelhos para realizar até 1,4 mil exames de imagem ao mês e check-ups de alta complexidade.  Governador diz que realiza sonho de regionalizar saúde no Estado. Objetivo é “ofertar a toda população do Sudoeste goiano uma estrutura que dará ao cidadão a condição de fazer o que existe de melhor”, destaca

O governador Ronaldo Caiado inaugurou, nesta quarta-feira (30/06), em Quirinópolis, a Policlínica da Região Sudoeste. A estrutura hospitalar, terceira deste modelo do Estado, beneficia diretamente moradores de 28 municípios próximos. Com capacidade para 7,7 mil consultas ao mês, o centro de atendimento conta com 21 especialidades médicas e custou R$ 13,28 milhões do Tesouro Estadual.

“Tenho dificuldade de narrar minha emoção no dia de hoje. Como médico há 46 anos, esta policlínica é tudo que sempre sonhei em minha vida: chegar ao governo e regionalizar a saúde no Estado de Goiás”, afirmou Caiado.

Do montante, R$ 3.430.980,91 foram aplicados na compra de equipamentos de ponta, com o melhor da tecnologia na área médica. Entre eles, um tomógrafo 16 cortes, por R$ 1.249.000,00, e um mamógrafo no valor de R$ 680.000,00. “Sem dúvida alguma, objetivo é trazer dignidade, respeito e cidadania. Vamos ofertar a todo Sudoeste goiano uma estrutura que dará ao cidadão a condição de fazer o que existe de melhor, com especialistas em cada uma das áreas”, acrescentou Caiado.

“Minha alegria é imensa. Em torno de 1 milhão de pessoas serão beneficiadas”, pontuou o secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino.

Além dos equipamentos, o Estado investiu R$ 9.854.098,49 nas obras da unidade, que tem 4 mil metros quadrados e capacidade para realizar 5,7 mil consultas médicas e mais de 2 mil atendimentos da equipe multiprofissional.

Inicialmente, funcionará com médicos nas áreas de anestesiologia, cardiologia, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, ginecologia, obstetrícia (pré-natal de alto risco), hematologia, nefrologia, ginecologia, mastologia, neurologia, pediatria, oftalmologia, ortopedia/traumatologia, otorrinolaringologia, medicina de família, pneumologia, reumatologia, urologia e proctologia.

O centro de especialidades tem capacidade de realizar pequenos procedimentos cirúrgicos e oftalmológicos. Também poderão ser feitos 1,4 mil exames de imagem ao mês e check-up de alta complexidade com procedimentos de colposcopia, endoscopia digestiva, ultrassonografia, eletroencefalograma, eletroneuromiografia, espirometria, doppler vascular, teste ergométrico, biópsias gerais, patologia clínica, eletrocardiografia, holter, urodinâmica, radiologia simples, nasofibroscopia, ecocardiografia, mapa, emissões otoacústicas. E ainda: tonometria, teste ortóptico, campimetria, mapeamento de retina, biometria ultrassônica, teste do olhinho e fundo de olho.

A Policlínica de Quirinópolis tem um Centro Especializado em Odontologia (CEO) e serviço de hemodiálise a pacientes renais crônicos. Para quem depende da diálise e tem dificuldade de acesso à unidade, o local oferecerá transporte. “Trazemos algo estruturado, que não seja passageiro, e que a população possa usufruir do mesmo jeito quando não estivermos mais aqui”, afirmou o secretário de Estado da Saúde. “Não vamos parar enquanto o plano de governo de Ronaldo Caiado não for consumado”, arrematou.

Outro serviço vinculado à policlínica, que passou a ser disponibilizado para a região Sudoeste, é a carreta de prevenção ao câncer de mama e de colo uterino, que percorrerá os municípios vizinhos para desenvolver ações de atenção à saúde da mulher. Com o sistema, é possível identificar esses males em pacientes na fase inicial.

O presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deputado Lissauer Vieira, salientou que, em reconhecimento à responsabilidade com que Caiado norteia as ações do Estado, o Poder que representa tem votado pautas importantes, a fim de viabilizar entregas como esta. “Hoje, com muito orgulho, vemos Goiás ser um canteiro de obras, e todas de qualidade”, destacou.

O vice-governador, Lincoln Tejota, explicou que os avanços e melhorias para a população, a exemplo da policlínica entregue hoje, nada mais são do que os frutos das parcerias que dão a tônica à gestão. “Nosso governo não é de um homem só”, afirmou. “Todas as nossas ações são pautadas para tirar as pessoas da vulnerabilidade”, garantiu.

“Estamos com a sensação de dever cumprido. Precisamos juntar forças, ter vontade política, coragem e fazer acontecer”, salientou a líder da bancada goiana na Câmara dos Deputados, deputada Flávia Morais. “Apesar de todas as dificuldades no primeiro ano de governo, com relação à questão fiscal e, depois, advindas da pandemia de Covid-19, as coisas estão acontecendo de forma muito rápida”, disse o deputado federal e presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner. “Cada centavo que a bancada federal consegue, em Brasília, é bem aplicado em Goiás”, disse o deputado federal José Nelto.

Funcionamento

A estrutura construída no bairro Residencial Atenas, em Quirinópolis, conta com 26 consultórios, 16 salas para exames, posto de coleta do laboratório, farmácia, posto de enfermagem, central de esterilização de material, além de salas destinadas à administração e recepção. “A parceria com o governador Ronaldo Caiado é extremamente necessária para conduzirmos nossos municípios. Falei com o governador sobre todas as demandas, e os despachos que fazemos são atendidos”, destacou o prefeito de Quirinópolis, Anderson de Paula “Lorenção”. “É um orgulho fazer parte desta gestão”, completou.

A policlínica vai funcionar estritamente como ambulatório, ou seja, atenderá com horário marcado. Todos os pacientes devem passar, inicialmente, pelo posto de saúde mais próximo para marcar a consulta, o exame ou o tratamento médico. Se necessário, o paciente será encaminhado pela Secretaria Municipal de Saúde para o agendamento. Os atendimentos serão realizados de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 19h. A unidade não funciona aos sábados, domingos e feriados. Como não é um hospital, não realizará internações.

Regionalização avança

A unidade de Quirinópolis soma-se a outras duas, já inauguradas e em funcionamento. Em março de 2020, foi entregue a Policlínica de Posse, no Nordeste Goiano, que atende moradores de 31 municípios daquela região. Em janeiro deste ano, foi a de Goianésia. A unidade abrange 60 cidades do Vale do São Patrício, com capacidade de receber 7 mil pacientes por mês. “A Policlínica de Quirinópolis vem para consolidar, nesta região, um passo a mais na regionalização da saúde. Um dos pontos do governo de Caiado, no qual trabalhamos diuturnamente”, afirma Alexandrino.

Prefeito de Turvelândia, Siron Queiroz, ao falar em nome da Associação Goiana dos Municípios (AGM), salientou que a regionalização da saúde é um dos maiores propósitos da atual gestão do Governo de Goiás. “Com trabalho e comprometimento, a fila do SUS vai acabar. Por isso, vamos todos vestir a camisa deste governo”, afirmou.

Para combate à Covid-19, foram entregues oito hospitais de campanha em diferentes regiões do Estado. Nenhuma das unidades foi desativada pelo Governo de Goiás. Após a fase crítica da pandemia, os locais continuarão servindo a população goiana como hospitais regionalizados. Essas unidades estão localizadas em Goiânia, Itumbiara, Luziânia, Formosa, São Luís de Montes Belos, Jataí, Porangatu e Uruaçu.

A presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Goiás (Cosems) e secretária de Saúde de Chapadão do Céu, Veronica Savatin, reportou que, com quase 700 mil habitantes, a macrorregião sudoeste dependia 100% da região metropolitana.  Com a estadualização do Hospital das Clínicas de Jataí e a mudança do contrato de gestão do Hospital de Urgência da Região Sudoeste (Hurso), em Santa Helena, ganha fôlego o processo de regionalização, vislumbrado pela entidade em 2017. “Isso nos permitirá dar um atendimento com especialidade muito mais digno e integral para nossa população.”

Estiveram presentes a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Andrea Vulcanis; o chefe de gabinete do governador, Alex Godinho; presidentes da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, e da Companhia Saneamento de Goiás S/A (Saneago), Ricardo Soavinski; deputados estaduais Chico KGL e Thiago Albernaz; vice-prefeita de Quirinópolis, Nicolina Maria; presidente da Câmara Municipal de Quirinópolis, vereador Fernando Novais, além dos também vereadores do município Romisdete Neves, Welington Faustino, Cleilton, Marcos Túlio, Renato Ribeiro, Denilson Barbosa e Paulo Roberto; a primeira-dama de Quirinópolis, Geyciane Souza; o ex-deputado estadual  ngelo Rosa; o presidente do Instituto Centro de Especialidades Médicas, Jesiel Barbosa; o diretor da Policlínica de Quirinópolis, Paulo César e o padre Neilton Neves.

Entre prefeitos, compareceram Claudiomar Portugal (Acreúna), Sivalda Maria do Carmo Fernandes (Bom Jesus), Edy Carlos Gonçalves (Aparecida do Rio Doce), Rodrigo Miranda Mendonça (Cachoeira Alta), Argemiro Rodrigues (Caiapônia), Eduardo Pagnoncelli (Chapadão do Céu), Ana Cláudia Lemos (Caçu), Fausto Caiado (Gouvelândia), Ricardo Francisco Goulart (Itarumã), Dione Araújo (Itumbiara), Claudio Caixeta (Inaciolândia), Núcia Kelly (Lagoa Santa), José Carlos Barbosa (Paranaiguara), João Henrique Silva (Porteirão), Marly David Rezende Rodrigues (Portelândia), Paulo do Vale (Rio Verde), Francisco de Assis Peixoto (São Simão), João Alberto Vieira Rodrigues (Santa Helena de Goiás), José Cândido do Nascimento (Santo Antônio da Barra), Siron Queiroz dos Santos (Turvelândia) e Heder do Nilo, prefeito em exercício de Itajá, que dará lugar ao prefeito eleito, Rênis Cesar de Oliveira.

Ainda os comandantes tenente-coronel Ronny Alves de Souza (8º Comando Regional da Polícia Militar - CRPM/Rio Verde), tenente-coronel Amilton de Souza Conceição (Corpo de Bombeiros Militar) e major Heber Bastos (2ª Companhia Independente de Polícia Militar Rodoviária - 2ª CIPMRV); presidente do Sindicato Rural, Jair Souza Soares; banda municipal 22 de Janeiro, sob regência do maestro Júnior Silva; além de demais autoridades políticas, de saúde, trabalhadores da Policlínica de Quirinópolis e convidados.

Secretaria de Comunicação- Governo de Goiás

Em diferentes ações, Polícia Militar realiza várias prisões e apreende mais de 40 kg de drogas



Principais ocorrências foram registradas na capital, em Aparecida de Goiânia, Itaguari, Chapadão do Céu e Anápolis.

A Polícia Militar de Goiás realizou ao menos 13 prisões no Estado, durante as ações realizadas entre terça-feira (29/06) e a madrugada desta quarta (30/06). As diligências resultaram na apreensão de mais de 40 quilos de drogas, ao menos quatro armas de fogo, munições, 10 mil carteiras de cigarros e 5 mil pacotes de fumo contrabandeados, veículos roubados/furtados e mais de R$ 15 mil em espécie, proveniente de crimes. As principais ocorrências foram registradas na capital, em Aparecida de Goiânia, Itaguari, Chapadão do Céu e Anápolis.

Em uma das ações, militares do Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) apreenderam 31 tabletes de maconha, em Goiânia. Duas pessoas foram presas. Com os suspeitos, também foram apreendidos dois veículos roubados, uma arma de fogo, rádios comunicadores, uma balança industrial e R$ 990,00. A dupla seria integrante de uma organização criminosa e responsável pelo armazenamento e distribuição dos entorpecentes. Os dois foram encaminhados à Central Geral de Flagrantes (CGF) da capital.

Já em Anápolis, equipes do 4º Batalhão da PM efetuaram a detenção de um indivíduo pelos crimes de tráfico de drogas e posse irregular de arma de fogo. Os policiais realizavam ações de patrulhamento no Setor Vila Jaiara, quando avistaram o homem, em atitude suspeita. Após abordagem e buscas pessoal e residencial, foram apreendidos 43 comprimidos de ecstasy, 1.897 pontos de LSD, porções de cocaína, duas pedras de MD, uma arma de fogo e R$ 12.009,60 em espécie. O indivíduo foi conduzido à Central de Flagrantes da cidade.

No combate aos crimes estelionato, militares do Batalhão de Choque prenderam duas pessoas, na capital. A dupla é suspeita de aplicar golpes, contra instituições financeiras, usando documentos falsos para receber aposentadorias de maneira indevida. Com eles, foram apreendidos documentos públicos e particulares falsificados, materiais para fabricar documentos, cartões falsos e valores em dinheiro. O crime foi descoberto após troca de informações com o Comando de Policiamento Especializado (CPE) de Anápolis. Os dois foram autuados em flagrante e levados à CGF.

A Polícia Militar de Goiás também autuou contra o contrabando, apreendendo 10 mil carteiras de cigarros e 5 mil pacotes de fumo oriundos do Paraguai. Os produtos eram transportados em um veículo, abordado durante ações do 34º BPM, em Itaguari. A carga seria revendida nos municípios de Itaberaí, Heitoraí, Taquaral de Goiás, Itaguaru e Itaguari. O motorista recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido para Polícia Federal, junto com toda a carga apreendida.

Secretaria de Estado da Segurança Pública - Governo de Goiás

Força-tarefa apura se crimes cometidos por Lázaro Barbosa têm relação com conflito fundiário


A força-tarefa que apura os crimes dos quais Lázaro Barbosa é suspeito e também indiciado tenta identificar se as ações dele têm alguma relação com conflitos fundiários e disputas de terras na região de Cocalzinho de Goiás.

O foragido, suspeito de matar cinco pessoas em Goiás e Distrito Federal, morreu em confronto com a polícia após 20 dias de fuga.

“Temos uma linha de investigação muito forte de que ele era uma espécie de jagunço, um segurança, um cobrador, um membro de uma quadrilha que tinha interesse patrimonial”, explicou”, explicou o secretário Rodney Miranda.

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, explicou que a morte de Lázaro Barbosa não encerra todas as investigações. "São 30 crimes que são de autoria confirmada dele. Temos oito em aberto, já com todos os indícios que foi ele que cometeu", disse.

Agora, os investigadores vão tentar identificar se Lázaro cometia crimes com a ajuda de algum comparsa ou a mando de alguém. O secretário disse que uma das possibilidades é que os atos do homem seriam para facilitar a aquisição de terras por parte de algumas pessoas.

“Ou baratear ou expulsar proprietários, pessoas mais humildes, para a quadrilha poder se apropriar da terra. [Ou para comprar a um preço mais barato] Ou começar a produzir incorporar no seu patrimônio sem o processo de compra necessário nesses casos”, disse.

A morte de Lázaro, na última segunda-feira (28) não era o desfecho esperado pela Secretaria de Segurança Pública. As equipes queriam prendê-lo vivo para que outros crimes fossem desvendados com mais rapidez.

“Desde o início eu falei que a gente queria capturá-lo, até porque a gente já sabia da rede criminosa, então seria importante ouvi-lo para saber quem são os coautores dos crimes dele, quem mandou, o porquê, a motivação”, disse o secretário.

Miranda apontou que a principal dificuldade para capturar Lázaro foi o fato de existirem pessoas que ajudavam o foragido. Nela poderiam estar envolvidas pessoas que teriam interesse nesses conflitos de terra na região.

Além disso, Lázaro teria ajuda não só para proteção, mas para cometer os crimes. Entre os casos listados pelo secretário dos quais haveria mais de um autor está a chacina de uma família em Ceilândia.

“Nós montamos uma pequena força-tarefa em Águas Lindas de Goiás para tentar desvendar esses crimes e trazer toda trajetória criminosa desse Lázaro. Ele nos parece uma ponta visível no iceberg”, contou Miranda.

Fonte: G1

terça-feira, 29 de junho de 2021

Prefeitura de Iaciara-GO abre processo seletivo


Na segunda-feira (28), a Prefeitura de Iaciara, no nordeste goiano, divulgou um novo edital de Processo Seletivo, que tem por objetivo a contratação temporária de profissionais de diversas áreas, por meio da Secretaria de Obras e Urbanismo.

De acordo com o edital de abertura, esta Seleção oferta 22 vagas para os seguintes cargos: operador de trator e esteira (1); operador de pá carregadeira (1); operador de retroescavadeira (1); motorista de caminhão basculante (3); eletricista (1); mecânico (1); auxiliar de serviços gerias (7); gari (6); cozinheira (1).

Para participar, é necessário que os candidatos possuam escolaridade entre os níveis fundamental incompleto e completo, e técnico, de acordo com o cargo de interesse.

Aos profissionais contratados, o salário a ser recebido varia entre os valores de R$ 1.100,00 a R$ 2.000,00, e a jornada de trabalho para o exercício de suas atividades será de 40 horas semanais.

Inscrição e seleção

As inscrições serão recebidas exclusivamente de forma presencial, na Escola Municipal Professor Sebastião Marques de Souza, situada na Rua 19, esquina com a Rua 12, no período de 5 e 6 de julho de 2021, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Como forma se seleção, os candidatos inscritos serão avaliados mediante a análise do tempo de serviço prestado na função, feita por meio de atestados fornecidos por pessoa jurídica de direito público ou privado, devendo constar o período (dia/mês/ano de início e fim) em que os serviços foram prestados. Não serão consideradas certidões/declarações, sem data precisa.

Validade

O prazo de validade deste Processo Seletivo Simplificado será de um ano, contado a partir da publicação da homologação do resultado final, prorrogável uma única vez pela Secretaria Municipal de Administração.

Clique aqui e leia o edital

Fonte: PCI Concursos

Operetas de amor à luz da Superlua no Vale da Lua, em Alto Paraíso de Goiás


Na expectativa lunática de que os sons na clave de Sol produzidos a partir da experiência “supernatural” do Cerrado em Alto Paraíso (Goiás) pudesse ecoar lá na Lua, durante sua fase mais próxima da Terra (Super Lua), nasce a ópera rock “LUA&ANA”: uma ode fabulística poética-musical ao astro luminoso de prata tão presente enquanto arquétipo em vários sistemas mitológicos tradicionais (pagãos, cristãos, indígenas e indianos, por exemplo).

Com poema escrito em 2017 em São Paulo e músicas compostas em 2020 em BH, durante a pandemia, LUA&ANA é também uma busca artística por uma brasilidade musical transregionalista, desimplicando hierarquias e estigmas sociais entre regiões das múltiplas brasilidade presentes no Brasil. Entrecortado por um mosaico de elementos musicais variados, colhidos nos frutíferos pés do cancioneiro popular brasileiro, ibérico e anglo-americano, esse polivalente disco de World Music Made In Goiás é um convite para uma trilha (trans)feminista. Nela é possível desvendar e exaltar os mistérios lunares e femininos em todas as fases e faces sagradas e profanas, por incentivar o empoderamento público das minorias de direitos de gênero em ambientes naturais e urbanos (direito à cidade + direito à diferença). 

Com eu-lírico feminino da obra faz uma releitura contemporânea das “canções de amigo” da cultura trovadoresca ibérica, que eram declamadas por homens sobre o platonismo do amor feminino à espera de seu vassalo cavalheiresco. Mas em “LUA&ANA” podemos chamá-las de “canções de amiga”, já que quem espera é Ana, cujo objeto de desejo é a Lua, seja lá quem ela for, apontando para um caráter emancipatório (trans)feminino, demandante por mais visibilização e direitos no espaço político e público (natural, construído ou virtual), marcado pela violência e exclusão física e simbólica por parta da sistêmica cultura falocêntrica e heteronormativa. A relevância desse tema agora é máxima pois sabemos que na pandemia as mulheres e os LGBTQI+ são os cidadãos mais afetados pelo “neoconservadorismo” em relação causal com o retrocesso das políticas públicas culturais e sexuais no país e o aumento dos casos de violência domésticas e urbanas (trans)feminicídas.

Como em um ritual de iniciação da guerreira xamânica dentro de nós, experienciar essa jornada ecoafetiva é uma forma de fortalecer uma percepção holística da diversidade cultural, sexual e biológica na Terra. Uma declaração de amor à Pacha Mama, LUA&ANA é também manifesto político em um momento de crescente aumento de desmatamentos, queimadas e poluições (sólidas, hídricas, visuais, sonoras,…) no país, estando as pautas ambientalistas e indigenistas sendo atacadas pelos  agentes econômicos e políticos antropocêntricos, que querem passar a boiada nas frentes de todos os outros seres vivos e nos obriga a preparar o terreno em outras atmosferas:. Em relação a essa questão ambiental o Le Blue considera que:

“A realidade socioambiental da Chapada dos Veadeiros é marcada por tentativas recentes por parte do setor produtivo energético e mineral de mudanças do plano de manejo para áreas preservação ambiental (APA) junto ao Conselho da Área de Conservação Ambiental (CONAPA). O solitário contato com Alto Paraíso, em especial, me despertou gradualmente para a questão macroambiental, mas percebida e modificada na escala micro. E como é amando nosso espaço imediato que podemos desenvolver compassividade para com os outros e conosco, essa personificação artística do amor através dos entes naturais, no caso a SuperLua & Vale da Lua, surgiu como uma forma de transbordamento da possibilidade de uma harmonia universal que é também singular. Por meio dessa percepção passamos a nos sentir receptáculos das forças vitais e, por isso, responsáveis politicamente pelo futuro do planeta e do amanhã. A ópera rock rural “Lua&Ana” surgiu assim desse chamado amoroso de luta e reverência para com nossa casa comum”. 

A complexidade e a simplicidade da obra se assemelha ao uso da técnica de construção narrativa leitmotiv nas obras musicais do compositor baiano Elomar. A  refundação sertão em bases geopoéticas, musicais e políticas (“Estado do Sertão”) singulares, permite perceber o território em sua dimensão cultural, vivida e imaterial, Le Blue aprimorado por meio do movimento e conceito de “artetetura e humanismo”. Valorizando o cor-local de sua tribo goiana, o compositor e letrista da obra, Fred Le Blue, aponta para recriação do já considerado espaço mítico do Vale da Lua e do Cerrado, mostrando a importância da arte musical e do (eco)turismo cultural virtual como potencial “artetetônico” para educação e consciência socioambiental em tempos de pandemia.Sobre isso Le Blue comenta:

“Com desmontes nas políticas públicas culturais, ambientais e sexuais após 2018, aguditizados com a pandemia global e a crise econômica a partir de 2020, temos sidos acossados em nosso campo de experimentação por uma humanidade inautêntica causadora de distúrbios psicossociais. Enquanto compositor acostumado ao confinamento criativo, percebi que seria o momento ideal para compartilhar esse infinito universo da solidão para meus interlocutores enlutados pelas inúmeras mortes por COVID-19.

A experiência solitária de conhecer o Vale da Lua em uma época de grandes avanços nos direitos ambientais e humanos no Brasil (2005), havia me tornado simbolicamente um astronauta egresso de uma missão. Talvez, por ser um local que permite se ter a percepção distanciada da Terra, como se fosse mesmo uma espécie de Lua terrestre. A poesia musicada iniciada em 2017 em São Paulo, inicialmente, com objetivo de reverenciar somente a SuperLua e o universo (trans)feminista, só tomara o corpo musical e poético geoafetivo em 2020 em minha breve passagem por Belo Horizonte e sua musicalidade eclética esquineira. Na ocasião em que as músicas estavam sendo refeitas 3 astronautas se dirigiam para a Estação Espacial Internacional. Naquela época e até hoje, todos nós estamos confinadas em uma nave espacial caseira, voltando a aderir aos conselhos moralistas de mãe para não falar com estranhos e ficar na rua o dia todo. Então voltar ao Vale da Lua através da música e poesia em um momento em que não se podia viajar me pareceu a melhor vacina mental e turismo cultural para suportar aqueles primeiros meses do pandemônio da pandemia”. 

O filme-making of videoclíptico que segue a trilha das canções com imagens psicodélicas caseira também artista visual Le Blue tenta trabalhar com esse desafio pandêmico de falar de lugares devolutos usando estratégias que não a filmagem descritivista in locu. Sem nenhum postal do lugar, o material aponta justamente para uma possibilidade visual menos paternalista que permite reorganizar os sentidos em prol de uma potência imaginativa sinestésica por parte de cada observador.   O lançamento dessas vídeo-operetas seresteiras de amor à luz estão sendo apresentadas no período entre as 3 Super Luas de 2021 ( 08/04 – Superlua “Rosa”; 26/05 – Superlua “Flores” e 24/06 – Superlua “Morango” ) quando nós estaremos aqui na Terra vivenciando esses fenômenos astronômicos de dilatação da percepção que temos do deslocamento lunar. Do eclipse simbólico desse ponto geopoético (Vale da Lua) e astrofísico (perigeu) de “aproximação” da Terra com a Lua será impossível não se inspirar vendo e ouvindo essa “luana cosmogoiana” cheia de mistérios em seu barroco jogo de luzes e sombras sonoras.

FRED  LE BLUE é Doutor em Planejamento Urbano e Regional IPPUR/UFRJ; mestre em Memória Social PPGMS/UNIRIO; graduado em Comunicação Social  FIC/UFG; Pesquisador associado do Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC-UFRJ); Idealizador do  Movimento Artetetura e Humanismo   e do LAH-AQUI (Laboratório de Artetetura e Humanismo de Ações para Questões Urbanas Insolúveis); Editor da Editora Brasilha Teimosa e da Coleção “Artetetura e Humanismo: Olhar do artista, mãos de arquiteto” e autor de livros, filmes, músicas e WEB séries de educação política patrimonial e socioambiental.

Fonte: Jornal Opção

Promotora integra júri simulado em colégio estadual de Cavalcante-GO


O Ministério Público de Goiás (MP-GO), por meio da Promotoria de Justiça de Cavalcante, integrou um júri simulado promovido pelo Colégio Estadual Elias Jorge Cheim, no qual participaram os alunos do 3° Ano C e D. A promotora Úrsula Catarina Fernandes da Silva Pinto participou como jurada, a convite do professor de Geografia e Turismo, Mauro Ramero Meserani.

O tema proposto para debate foi a reabertura do comércio na cidade de Cavalcante. Cada grupo teve 30 minutos para apresentar suas ponderações e argumentos, com momento para réplica e tréplica. O professor conduziu os trabalhos.

Os alunos se prepararam durante duas semanas. Na ocasião, foi muito bem explorado pelo grupo favorável à abertura, aspectos como a redução do número de empregos, quantidade de cestas insuficientes, queda do número de turistas, o que afeta drasticamente os donos de pousadas, restaurantes, supermercados. Eles também falaram sobre a fiscalização solidária, argumentaram que a maioria da população já recebeu a primeira dose da vacina, e que outras cidades turísticas já reabriram. Por fim, defenderam o slogan: O vírus, podemos evitar. A fome, não!

Já grupo contra a reabertura enfatizou a quantidade absurda de 500 mil mortes, falta de ambulância e de estrutura, escassez de leitos, precariedade no transporte dos pacientes, falta de conscientização quanto aos protocolos de segurança, transmutação viral, redução dos patrulheiros, festas clandestinas, além das novas variantes do vírus.

Decisão

Por fim os jurados, composto pela promotora de Justiça, a diretora da escola, a secretária de Educação, um representante do Setor de Turismo e uma estudante, votaram. Por 3 votos contra 2 ganhou a tese de que Cavalcante não será reaberta para aos turistas. Ao final, o professor falou com os alunos também sobre a importância da conscientização e do saber na formação de novos profissionais.

Participaram da dinâmica os alunos Vinícius Galvão, Joyce Alves, Guilherme Sionílio, Érika Alves, Salete Marques, Euziane Dias, Taís Moreira, Graciele Santos e Marcilene Ribeiro, Yasmin Moreira, Fabiana Ferreira, Samique Santos e Carolaine Silva.

Fonte: MPGO

Goiás aplica mais de 82 mil doses de vacina contra Covid-19 em moradores do Distrito Federal


Imunização de pessoas com endereço do DF ocorre em todo Estado. Situação é mais comum na região do Entorno. “Não é possível barrar vacinação de brasilienses do ponto de vista legal e, acima de tudo, moral”, diz governador Ronaldo Caiado

O Governo de Goiás aplicou 82.103 vacinas contra a Covid-19 em pessoas com endereço do Distrito Federal (DF). Destas, 64.666 referentes à primeira aplicação, 17.360 ao reforço e 77 receberam imunizante de uma única dose. Para esse levantamento, foram consideradas as informações inscritas no Cartão Nacional de Saúde. Recentemente, o governador Ronaldo Caiado comentou que “não é possível barrar a vacinação de brasilienses do ponto de vista legal e, acima de tudo, moral”.

O registro de moradores ocorre em todo o Estado, entretanto, pela proximidade com Brasília, as Regiões de Saúde do Entorno Norte e Sul são as com mais casos de imunização de brasilienses. De acordo com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), em especial o da universalidade, as pessoas podem se vacinar fora das cidades de origem. “Jamais admitiria que esse princípio fosse quebrado”, ressaltou Caiado.

Nesta semana, o Estado iniciou uma nova etapa da campanha que visa acelerar a aplicação das vacinas nos municípios goianos. O governador Ronaldo Caiado confirmou, nas redes sociais, uma mudança na estratégia de imunização. “90% das vacinas que chegarem serão aplicadas nos municípios por faixa etária. 10% destinam-se a grupos específicos”, informou.

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, reforçou que será possível avançar ainda mais na imunização. “As vacinas podem ser utilizadas para grupos específicos de acordo com a realidade do município. Pelo menos 90% das doses, o que pode chegar a 100%, avançarão por ordem decrescente de idade”, pontuou.

Balanço

O Governo de Goiás, em parceria com as prefeituras municipais, já imunizou 244.802 pessoas no Entorno do Distrito Federal com a primeira dose das vacinas contra a Covid-19. Em relação ao reforço, 71.297 receberam a aplicação. Ao todo, foram distribuídos 434.034 imunizantes aos 15 municípios que contornam a capital federal e as cidades-satélites.

A Região de Saúde do Entorno Sul, que abrange os municípios de Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cristalina, Luziânia, Novo Gama, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás, teve 226.836 vacinas aplicadas contra a Covid-19, das quais 173.760 para primeira dose e 52.970 para reforço.

No Entorno Norte, constituído pelos municípios de Água Fria de Goiás, Alto Paraíso, Cabeceiras, Flores de Goiás, Formosa, Planaltina, São João D’Aliança e Vila Boa, foram aplicados 94.461 imunizantes, sendo 75.756 para a primeira aplicação e 18.705 para segunda.

Secretaria de Estado da Saúde - Governo de Goiás

Governo de Goiás vai começar obra da GO-447 no dia 8 de julho



Há mais de 40 anos a comunidade do nordeste de Goiás luta pela pavimentação da rodovia GO-447, entre o entroncamento do Distrito Prata, na GO-118, até Divinópolis de Goiás (GO).

Os motivos para a urgência da obra são vários, passando pela interligação entre duas regiões das mais pobres do estado, com IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) baixíssimo, comparado ao de países da África Subsaariana.

Essas duas regiões são vizinhas, mas a falta de uma rodovia pavimentada dificulta tudo: acesso a universidades e boas escolas, integração econômica, escoamento da produção, principalmente de leite e outros produtos mais perecíveis; a interligação turística entre Terra Ronca, Chapada dos Veadeiros e pontos turísticos do estado do Tocantins.

Para se ter uma noção, entre Campos Belos (GO) e São Domingos, local do ponto turístico do lago de São Domingos e das lindíssimas grutas do Parque Terra Ronca, hoje o percurso é feito em estrada de chão, com mais de duas horas, ou sob intensa poeira, na seca, ou sob muito atoleiro, durantes as águas.

Com a pavimentação, esse trecho, com pouco mais de 60 km de extensão, poderá ser feito em 40 minutos. Um saldo gigantesco para a qualidade de vida e de desenvolvimento social e econômico.

Mas parece os governantes estatais, ao longo de quatro décadas, fizeram questão de não enxergar esses aspectos. Este Blog cobra há dez anos essa obra, com dezenas de matérias já publicadas.

A última inciativa foi iniciada em governos anteriores (Perilo e José Eliton) e sua conclusão mais parece uma novela mexicana, com muito dinheiro público desperdiçado, engodos de agentes políticos e muita mentira.

Nesta semana, no entanto, o prefeito de Monte Alegre de Goiás (GO), Felipe Campos, informou que a obra vai novamente ser iniciada, agora no dia 8 de julho.

A promessa é do presidente da Goinfra, Pedro Sales, que informou ao prefeito que obra está licitada e a ordem de serviço será publicada na próxima quinta-feira (1).

Há até agenda da presença do governador Ronaldo Caiado, no dia 8 de julho, para abrir os trabalhos da empresa contratada.

A pavimentação, segundo Felipe Campos, terá duas frentes. Uma saindo da GO-118, com destino ao Distrito Prata. E a outra cabeça, no sentido contrário, iniciando nos trabalhos anteriores de terraplanagem e que foram interrompidos.

Vamos ficar de olhos bem abertos e com lupa sobre a GO-447.

Fonte e texto: Blog Dinomar Miranda

segunda-feira, 28 de junho de 2021

Mais detalhes da Operação Ahab que cumpre mandados em Formosa-GO, para desarticular grupo suspeito de fraude a licitações



O Ministério Público de Goiás (MP-GO), por intermédio da 5ª Promotoria de Justiça de Formosa, e a Polícia Civil desencadearam na manhã desta segunda-feira (28/6) a Operação Ahab. O objetivo é desarticular quadrilha suspeita de fraude a licitações e corrupção que resultaram em prejuízos da ordem de R$ 1,5 milhão aos cofres públicos do município de Formosa. Foram cumpridos três mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão.

Foram decretadas as prisões temporárias dos empresários Karine Daniela Ribeiro da Silva e Daniel Pereira da Silva, proprietários da empresa Max Comércio, além da servidora pública Aline Aparecida da Silva. Os três também são alvos de busca e apreensão, além do empresário Bruno Lima Calazans, proprietário da empresa Master Médico, onde os agentes também cumpriram mandado de busca.

De acordo com o promotor de Justiça Douglas Chegury, investigações realizadas pelo MP-GO em Formosa e pela Polícia Civil identificaram que os investigados se associaram com o objetivo de fraudar licitações milionárias voltadas para a aquisição de fórmulas nutricionais especiais pelo Fundo Municipal de Saúde nos anos de 2017 a 2019. As empresas e seus proprietários, explicou o promotor de Justiça, agiram em um esquema de cobertura mútua e falsificação de documentos, com o auxílio da servidora Aline Aparecida da Silva, ligada à Comissão de Licitações, tendo produzido orçamentos superfaturados em valores que chegaram a ultrapassar 100% dos praticados no mercado.

A operação é coordenada pelo promotor de Justiça Douglas Chegury e pelo delegado Regional José Antônio Sena, e conta com o apoio de dezenas de policiais civis. Os mandados foram expedidos pelo juiz Fernando Oliveira Samuel, da Vara Criminal de Formosa. Caso os fatos sejam confirmados, os investigados responderão a processo criminal pelos delitos de fraude a licitações, superfaturamento, corrupção passiva, falsificação de documentos e quadrilha.

As investigações terão prosseguimento para identificar e responsabilizar outros envolvidos nas fraudes. O nome da operação é uma referência ao personagem do escritor norte americano Herman Melville, Capitão Ahab, que caçou a baleia branca Moby Dick pelos sete mares a bordo do baleeiro Pequod, como narrado no consagrado romance de mesmo nome.

Fonte: MPGO

'Lázaro descarregou a pistola em cima dos policiais', diz secretário de Segurança de Goiás


O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, disse que Lázaro Barbosa Sousa, de 32 anos, tinha uma rede de pessoas que o acobertaram durante os 20 dias em que passou fugindo da polícia na área rural dos municípios de Cocalzinho e Águas Lindas de Goiás. O criminoso foi morto nesta segunda-feira, após trocar tiros com agentes. Segundo Rodney, Lázaro estava armado e atirou contra as equipes.

Temos filmagens que vamos mostrar para vocês: ele estava armado. Ele foi para o mato, fizemos o cerco. Ele tentou fugir do cerco e confrontou a equipe do major Edson. Um trabalho coletivo e, graças a Deus, nenhum policial foi ferido. Ele, na hora da abordagem, descarregou a pistola em cima dos policiais. E não tivemos outra alternativa senão revidar.

Lázaro teria feito ainda ameaças aos policiais quando foi visto em Águas Lindas, onde teria ido à casa da ex-sogra e da ex-mulher.

“Ele foi para buscar, para encontrar com elas. Nós estávamos monitorando. Tentamos ali já pegá-lo. Ele chegou a ameaçar alguns policiais dizendo que se entrassem na mata atrás dele, ele daria tiro na cara. Fizemos o cerco prudentemente, tecnicamente”, relatou Rodney.

O secretário afirmou ainda que, ao ser colocado na ambulância, Lázaro estava vivo.

“Ele foi conduzido com vida mas chegou no hospital e foi a óbito”, disse.

Rodney informou que Lázaro não agia sozinho. De acordo com ele, o criminoso vinha recebendo apoio.

“Estava trocando de roupa mais uma vez: mais uma prova que tiinha uma rede que o acobertava. E essa questão de ele querer fugir também, patrocinado logicamente, mostra que tinha gente não interessada na prisão dele”.

De acordo com Rodney, Lázaro saiu de sua "zona de conforto" após as prisões de pessoas suspeitas de tê-lo ajudado — o fazendeiro Elmi Caetano Evangelista e o caseiro Alain Reis de Santana. Elmi permamece preso e Alain foi solto, na audiência de custódia, e reponde em liberdade. Ele passou a ajudar a polícia.

Nos últimos dias, depois que ele saiu da zona de conforto depois que nós prendemos uma parte das pessoas que estavam acobertando ele, nós apertamos o cerco. Ontem à noite nós descobrimos que ele tinha tentado entrar em contato com parentes na periferia de Águas Lindas — disse o secretário.

O cerco a Lázaro começou por volta das 22h30 e se estendeu por toda a madrugada, contou Rodney:

“Viramos a madrugada mais uma vez até que hoje cedo, graças a Deus, conseguimos finalizar essa ocorrência com todos os policiais de bem e com um grande objetivo cumprido. Não deixamos ele machucar mais ninguém”.

Dinheiro para fuga

O secretário afirmou que, além da arma, Lázaro estava com cerca de R$ 4,4 mil. Isso indicaria uma intenção de fuga.

Isso é mais uma prova de que tinha gente acobertando ele e dificultando o trabalho das forças policiais. Possivelmente ele planejava fugir. Mas o esforço de todas as forças impediu que ele ou fugisse ou continuasse a cometer outros crimes. O indicativo do dinheiro no bolso certamente era de que ele estava querendo sair ou do estado ou até do país — afirmou.

A investigação para tentar identificar cúmplices de Lázaro continuará — a polícia acredita que ele possa ter tido ajuda em sete ou oito crimes de latrocínio e assassinato. A ex-sogra e a ex-mulher do criminoso prestaram depoimento e, de acordo com o secretário, podem ser indiciadas por facilitação de fuga, disse Rodney.

“Ainda temos algumas pessoas para investigar e prender. Não temos o número exato. Mas o principal, que seria o empresário (Elmi), que é um dos líderes da organização, e o psicopata esses já não são mais problema para essa comunidade. Agora a Polícia Civil aqui de Águas Lindas de Goiás assume totalmente a investigação e vai até o fim”

O secretário informou que há indícios de que Lázaro trabalhava como segurança para algumas pessoas e que pode ter atuado também como matador.

O corpo de Lázaro foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Goiânia, onde passará por uma necrópsia.

Fonte e texto: O Globo

Após 20 dias de buscas, Lázaro Barbosa é morto pela polícia


Após 20 dias de uma megaoperação que contou com mais de 270 policiais, Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto após ser baleado nesta segunda-feira (28), em Goiás.

Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás. Policiais comemoraram a prisão, e imagens mostram o fugitivo ferido.

As buscas por Lázaro começaram após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, no começo de junho. Dias depois, Lázaro foi acusado de outra morte: um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

As informações sobre a captura de Lázaro foram divulgadas pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado.

"Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso", disse o governador Ronaldo Caiado.

"Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido", completou o governador.

As buscas começaram no dia 9 de junho, após o crime no DF. Na fuga, Lázaro roubou um carro e foi para a cidade de Cocalzinho de Goiás, a 80 km de distância. Desde então, foi perseguido pela força-tarefa policial pelas matas da região.

Drones, helicópteros, rádios comunicadores e até um caminhão com uma plataforma de observação elevada de videomonitoramento ajudaram nas operações.

Cães farejadores também atuaram na caçada a Lázaro. A cadela Cristal, que ajudou nas buscas em Brumadinho (MG), estava entre eles. Um dos animais, o pastor alemão Sauke, se machucou em uma pedra dentro de um rio.

Durante a perseguição, Lázaro invadiu ao menos 11 fazendas, trocou tiros e baleou moradores, dois policiais militares e um oficial da Força Aérea Brasileira (FAB), segundo informações da força-tarefa.

Ele também fez uma família refém em uma das fazendas - o casal e uma adolescente de 16 anos. Durante o sequestro, o criminoso exigiu que todos andassem em um córrego para não deixar rastros.

Durante as buscas, os policiais encontraram ainda um carro queimado e alguns objetos, como um lençol usado e um serrote. Todos os itens seguiram para a perícia.

Fonte: G1

São Domingos-GO anuncia vacinação contra covid-19 de pessoas com 30 anos ou mais


A Prefeitura de São Domingos, no nordeste goiano, através da Secretaria de Saúde, anunciou o início da vacinação contra a covid-19 de pessoas com 30 anos ou mais.

A vacinação ocorre na terça-feira, dia 29 e na quarta-feira, dia 30 de junho, de 8h as 17h.

A Secretaria de Saúde orienta as pessoas que procurem o PSF mais próximo de sua residência.

É necessário apresentar RG, Cartão do SUS ou CPF e Cartão de Vacina.

É obrigatório o uso de máscara de proteção.



Lázaro Barbosa é preso nesta segunda-feira, confirma governador de Goiás


O Governador Ronaldo Caiado acaba de anunciar que o Serial Killer Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi preso nesta segunda-feira (28).

Após 20 dias de uma megaoperação, com mais de 270 policiais, Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi preso nesta segunda-feira (28).

O fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia e em Goiás. Ele também é acusado da morte de quatro pessoas de uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, e de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Goiás.

"Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso".

"Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido", disse o governador Ronaldo Caiado em uma rede social.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Goiás informou que o suspeito deve ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para o exame de corpo de delito e, em seguida, será levado para o presídio de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

Governo de Goiás investe R$ 229,2 milhões em alimentação escolar para 530 mil alunos durante pandemia


Com suspensão das aulas presenciais, Estado desenvolveu diferentes ações para manter segurança nutricional de estudantes da rede de ensino. Cartões alimentação disponibilizam crédito mensal de R$ 30 para cada aluno, destinado à aquisição de gêneros alimentícios

O Governo de Goiás investiu, desde abril do ano passado, R$ 229,2 milhões na execução de programas voltados à garantia da segurança nutricional dos estudantes da rede estadual de Educação. Dentre esses programas, estão o Auxílio-Alimentação, a entrega dos kits e a distribuição de cartões.

A oferta de alimentação adequada aos 530 mil estudantes da rede pública estadual é um dos desafios do Governo de Goiás durante a pandemia de Covid-19.

Com as aulas presenciais suspensas, salas vazias e alunos em Regime Especial de Aulas Não Presenciais (Reanp), a alternativa foi criar ações que possibilitassem a aquisição de produtos e facilitassem o acesso das famílias aos alimentos.

Auxílio-Alimentação

Lançado em abril de 2020, o Auxílio-Alimentação escolar beneficiou cerca de 110 mil estudantes em situação de vulnerabilidade social da rede estadual de ensino. O benefício consistia no repasse quinzenal de R$ 75 para alunos beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família.

Ao todo, foram repassadas sete parcelas do Auxílio-Alimentação, que vigorou em Goiás de abril a julho de 2020. O investimento total foi de R$ 54.286.425,00.

Kits alimentação

Em julho do ano passado, o Governo de Goiás anunciou a distribuição inédita de kits de alimentos a todos os estudantes matriculados nas escolas estaduais do Estado.

Adquiridos pelos conselhos escolares por meio de processos licitatórios, os kits tinham o objetivo de suprir as necessidades nutricionais e alimentares dos estudantes durante o período em que estiverem em aulas virtuais.

Cada kit era composto gêneros alimentícios básicos não-perecíveis (arroz, feijão, macarrão e molho de tomate) e itens da agricultura familiar, como verduras e legumes. A entrega era feita mensalmente, na escola em que o aluno estava matriculado.

Os kits de alimentos foram entregues entre os meses de agosto e dezembro de 2020. Em fevereiro de 2021, com a manutenção do Reanp nas escolas da rede estadual, a distribuição dos kits foi retomada.  O benefício foi mantido até junho deste ano. Ao todo, foram R$ 82 milhões investidos no segundo semestre de 2020 e R$ 45 milhões no primeiro semestre de 2021.

Cartão alimentação

No mês de maio, o governador Ronaldo Caiado anunciou os cartões alimentação para todos os alunos da rede estadual de ensino. A medida consiste na disponibilização de um crédito mensal de R$ 30 destinado à aquisição de gêneros alimentícios.

Serão destinados R$ 15,9 milhões mensais durante os três meses de vigência do benefício, totalizando investimento de R$ 47,7 milhões. A intenção é que, em posse do cartão, as famílias tenham uma maior autonomia na aquisição de alimentos, complementando as refeições dos estudantes durante o período em que estiverem estudando de casa.

Para o governador Ronaldo Caiado, a medida expressa o cuidado do Governo de Goiás com o correto desenvolvimento dos alunos. “Tudo está ligado a uma preocupação que temos com as crianças entre os três primeiros anos de idade até a fase da adolescência”, disse. “Neste período é preciso investir na saúde e na alimentação das crianças, para que tenham um desenvolvimento capaz de acompanhar a demanda mundial de hoje, com um nível de educação cada vez mais sofisticado”, afirma.

A secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, reforça a contribuição dessa medida para garantir segurança alimentar e, também, para o desenvolvimento das medidas de busca ativa escolar durante as entregas do benefício. “Provavelmente só em Goiás haja uma ação desta qualidade”, afirma.

Os cartões alimentação são entregues em todas as escolas da rede estadual de ensino desde o fim do mês de maio. Para receber o benefício, os pais ou responsáveis pelos estudantes devem atualizar o cadastro junto à instituição de ensino. A retirada do benefício só pode ser feita pelo responsável legal do aluno, mediante apresentação de documento de identificação com foto.

Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc) - Governo de Goiás

Suspeitos de fraudar licitações e corrupção são alvos de operação em Formosa-GO


Uma operação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) que investiga suspeita de fraude a licitações e corrupção cumpriram, na manhã desta segunda-feira (28), três mandados de prisão preventiva e seis de busca e apreensão em Formosa, no Entorno do Distrito Federal (DF).

A estimativa é que os crimes tenham causado prejuízos de R$ 1,5 milhão aos cofres públicos. A operação AHAB conta com o apoio da Polícia Civil.

Entre os detidos estão os sócios de uma empresa e uma servidora pública, que também foram alvos de buscas e apreensão. Um quarto investigado, proprietário de outra empresa, foi alvo de buscas.

Segundo o MP-GO, nos anos de 2017 a 2019 os investigados se associaram e tinham como objetivo fraudar as licitações direcionadas para a aquisição de fórmulas nutricionais especiais pelo Fundo Municipal de Saúde. Para realizar o esquema, os empresários contaram com o auxílio da servidora.

Os suspeitos responderão pelos crimes de fraude a licitações, superfaturamento, corrupção passiva, falsificação de documentos e quadrilha, e estão sujeitos a mais de dez anos de prisão. De acordo com o MP-GO, as investigações continuam para identificar e responsabilizar outros envolvidos nas fraudes.

A operação recebeu esse nome em referência ao personagem do escritor norte americano Herman Melville, Capitão AHAB, que caçou a baleia branca Moby Dick pelos sete mares a bordo do baleeiro Pequod, como narrado no consagrado romance de mesmo nome.

Fonte: O Popular

Buscas por Lázaro Barbosa entram no 20º dia com cerco em bairro onde ele teria sido visto em Águas Lindas de Goiás


A força-tarefa que procura por Lázaro Barbosa começou esta segunda-feira (28), 20º dia de buscas, de forma intensa, com um cerco em um bairro de Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, a cerca de 20 km de onde foi montada a base da operação. Ele é investigado por matar uma família de quatro pessoas em Ceilândia (DF) e por, pelo menos, outros sete crimes em território goiano.

Moradores do Setor Itamaracá, que preferiram não ser identificados, afirmam que, por volta de 21h de domingo (27), Lázaro foi visto, momento em que acionaram a corporação. Porém, ele conseguiu fugir pela mata. Já nesta madrugada, o cerco foi montado.

“Quando a polícia chegou, tentou negociar com ele, falaram: ‘Lázaro, conversa com a gente, vamos negociar’. Mas ele correu para o mato”, disse um morador.

Uma mulher foi vista entrando na mata com policiais que buscam pelo fugitivo. Segundo moradores, ela é ex-companheira de Lázaro.

Até as 6h40 desta segunda-feira, não havia informação se o fugitivo foi encontrado.

Os vizinhos afirmam que esta não é a primeira vez que Lázaro foi visto no setor. Eles relataram que, no sábado (26), o fugitivo esteve na mesma casa, quando denunciaram a situação à força-tarefa. Porém, os moradores alegam que não viram policiais no bairro.

A reportagem pediu, por volta de 2h desta segunda-feira, informações à Secretaria de Segurança Pública sobre o cerco e a ação no setor, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Moradores afirmam que mais de 20 viaturas chegaram ao setor após a denúncia. Um helicóptero e cães farejadores também auxiliam nas buscas nesta segunda-feira, sobrevoando a mata. Ao todo, são mais de 270 policiais envolvidos na força-tarefa.

Na tarde de domingo, policiais estiveram em uma chácara onde a casa estava revirada. Horas antes, no início da manhã, um morador afirmou que o viu nas proximidades da BR-070, em Cocalzinho de Goiás.

Anteriormente, a SSP-GO informou que investiga todas as informações que recebe.

Fonte: G1

domingo, 27 de junho de 2021

Prefeitura decreta toque de recolher para tentar controlar o coronavírus em São Domingos-GO


A Prefeitura de São Domingos, no nordeste goiano, decretou novas medidas de restrição para tentar controlar o coronavírus no município, o decreto está em vigor desde a última quinta-feira (24).

Dentre as medidas adotadas está o toque de recolher, as partir das 20h30, segundo a prefeitura, apenas comércios considerados essenciais abertos.

Estão proibidos eventos esportivos, festas particulares, reuniões e atividades internas de modo presencial em estabelecimentos que não prestam serviços essenciais.

Bares e distribuidoras podem funcionar de segunda a sexta, somente com serviço de entrega. A prainha do povo também foi fechada.

O atendimento presencial da prefeitura municipal também está suspenso.

O decreto também prevê atendimento em supermercados, padarias, açougues, farmácias e outros seguindo a recomendação do novo decreto.

O decreto vale de 24 de junho a 7 de julho. São Domingos vive um dos piores momentos desde o inicio da pandemia.

Até o último boletim divulgado pela prefeitura, São Domingos tem 29 casos ativos, 5 suspeitos, 1 hospitalizado e 41 pessoas em isolamento.

Clique aqui e leia a íntegra do decreto

Posse-GO inicia vacinação contra a covid-19 de pessoas com 36 anos e mais, nesta segunda-feira, dia 28


A Prefeitura de Posse, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que, nesta segunda-feira, 28, estará dando início a vacinação contra a covid-19 de Pessoas com 36 anos ou mais.

É necessário levar RG, CPF, Comprovante de Endereço. Não será permitido acompanhante.

A vacinação ocorre no PSF da Vila São José, das 8h às 16h.

A pandemia ainda não acabou, continue seguindo as recomendações, evite aglomerações, lave as mãos com frequência, use máscaras e álcool em gel. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.



Uma pessoa morre e três ficam feridas em acidente na GO-116, em Formosa-GO


Uma pessoa morreu e três ficaram feridas em um capotamento na noite de sábado (26), na GO-116, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal.

O acidente aconteceu no km 50 da rodovia, quatro pessoas estavam no veículo, sendo duas crianças.

O motorista morreu no local do acidente e as outras vítimas foram atendidas pelos Bombeiros e Samu e encaminhadas para o Hospital Regional de Formosa.

Todos os envolvidos são de Formosa. Os feridos estão clinicamente bem, sem risco de morte.

O corpo do motorista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para os procedimentos cabíveis.

Taxa de ocupação de UTIs para Covid em Goiânia é de 93,85%


A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) destinados a pacientes com Covid-19 na rede pública municipal de Goiânia é de 93,85% neste domingo (27).

As informações são do boletim integrado divulgado diariamente pela Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com a pasta, dos 296 leitos implantados, 244 estão em uso, 36 estão bloqueados e 16 estão disponíveis.

Quatro hospitais estão com 100% de ocupação: Hospital Ortopédico de Goiânia, Hospital Ruy Azeredo, Gastro Salustiano Hospital e Clínica do Esporte.

O aumento se dá em um cenário de circulação comunitária da variante Delta e baixa aplicação das medidas de restrição à movimentação de pessoas.

No último dia 18 a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou, por meio de exames, a presença e transmissão comunitária da variante indiana na capital.  O registro é de uma jovem que teve sintomas leves da Covid-19.

Estado

O boletim mostra que, na rede pública estadual, 84,52% dos leitos estão ocupados neste domingo. Dos 598 leitos implantados, 486 estão ocupados, 23 estão bloqueados e 89 estão disponíveis.

Força-tarefa para prender Lázaro Barbosa entra no 19º dia seguido e tem buscas em mata após denúncia de morador


As equipes da força-tarefa que procuram por Lázaro Barbosa em Cocalzinho de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, entram, neste domingo (27), no 19º dia seguido de buscas pelo fugitivo. Os policiais começaram o dia verificando a denúncia de um morador que acredita ter visto o homem em mata próxima à BR-070.

O procurado é considerado suspeito de matar uma família de quatro pessoas em Ceilândia (DF).

O morador, que preferiu não ter a identidade divulgada, contou à equipe da TV Anhanguera que crê ter visto Lázaro por volta das 7h em Girassol, no distrito de Cocalzinho de Goiás. Segundo ele, o fugitivo estava de roupa branca, em uma bicicleta e quando o viu, entrou na mata.

“Eu estava indo visitar uma irmã minha. Na subida, eu vejo um vulto de camisa branca, bermuda branca, parece que de sandália e uma bicicleta. Ele vinha de boa, quando ele me viu, a uma distância de uns 300 metros, ele virou o cão. Eu desci da bicicleta, vim andando e não vi mais nada. Ele está na mata, escondido. Eu acho que era o Lázaro”, disse.

Também no início desta manhã, o movimento na base da operação era tranquilo, com algumas viaturas chegando e saindo. Logo no raiar do dia um helicóptero preto sobrevoou a região.

Uma barreira feita em estrada de terra em região de chácaras da cidade ainda no sábado (26) seguia abordando os motoristas que queriam passar na manhã deste domingo.

No total, são mais de 270 policiais envolvidos nas buscas, além de helicópteros, drones e cães farejadores.

Uma moradora denunciou à força-tarefa que o procurado tentou comprar salgadinhos na padaria em que ela trabalha na cidade de Cocalzinho, mas que o homem conseguiu fugir antes que ela e a patroa conseguissem chamara os policiais.

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás (SSP-GO) investiga todas as informações que recebe, mas não acredita que o fugitivo tenha ido à cidade.

Fonte: G1