terça-feira, 22 de junho de 2021

Cães farejadores chegaram a rastrear Lázaro Barbosa por 4,5 quilômetros


Cães farejadores teriam conseguido rastrear os passos de Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, por cerca de 4,5 quilômetros na tarde de domingo (20), em uma fazenda no distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás, onde há 13 dias forças policiais do Estado e do Distrito Federal o procuram após ser acusado de uma chacina em Ceilândia (DF), no dia 9 de junho. Entretanto, após percorrerem a área próxima a um córrego acompanhados de vários policiais, os animais o perderam.

Lázaro não chegou a ser visto no local. Policiais militares acompanhavam os proprietários da fazenda para que estes pudessem matar uma vaca e doar a carne para a força-tarefa que está instalada em Girassol e durante uma ronda próxima a uma cachoeira ouviram um barulho. Segundo a supervisora comercial Ana Paula Araújo, de 34 anos, dona do local junto com o marido, o fugitivo teria visto primeiro os policiais e pulado em um córrego e a equipe ouviu o barulho.

Ana Paula conta que os policiais foram ao local onde teriam ouvido supostamente alguém entrando no corpo de água e teriam encontrado pegadas, então chamaram por reforços. Helicópteros foram deslocados para lá, com cães farejadores, que identificaram o rastro como sendo de Lázaro e foram atrás.

A supervisora estava com o marido, mais um casal de amigos e um rapaz de Girassol na fazenda para fazer uma doação de carne para os policiais instalados de forma provisória em uma escola na BR-070, em Girassol. Moradores e empresários da região ou com propriedades lá se mobilizam para doar alimentos para a força-tarefa.

Entretanto, como a doação envolvia um processo de abate de um animal e demandaria tempo no local onde Lázaro estava sendo procurado, solicitaram apoio policial. “Eles não chegaram a ver (o Lázaro), quando ele avistou os policiais, pulou no córrego. Só estava a pegada dele ali, já tinha entrado no mato de novo”, conta Ana Paula, que vive com o marido em Taguatinga (DF).

Hoje de manhã o marido de Ana Paula voltou com os policiais para a fazenda e percorreram a região atrás de novas pistas, mas nada foi divulgado pela força-tarefa sobre o resultado desta nova empreitada.

O local fica a cerca de 4 quilômetros da área onde as forças policiais concentravam as buscas por Lázaro entre sexta-feira e sábado. A última vez que ele foi visto foi na sexta-feira (18), pelo menos segundo testemunhos confirmados pela polícia e tornados públicos.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário