segunda-feira, 28 de junho de 2021

Suspeitos de fraudar licitações e corrupção são alvos de operação em Formosa-GO


Uma operação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) que investiga suspeita de fraude a licitações e corrupção cumpriram, na manhã desta segunda-feira (28), três mandados de prisão preventiva e seis de busca e apreensão em Formosa, no Entorno do Distrito Federal (DF).

A estimativa é que os crimes tenham causado prejuízos de R$ 1,5 milhão aos cofres públicos. A operação AHAB conta com o apoio da Polícia Civil.

Entre os detidos estão os sócios de uma empresa e uma servidora pública, que também foram alvos de buscas e apreensão. Um quarto investigado, proprietário de outra empresa, foi alvo de buscas.

Segundo o MP-GO, nos anos de 2017 a 2019 os investigados se associaram e tinham como objetivo fraudar as licitações direcionadas para a aquisição de fórmulas nutricionais especiais pelo Fundo Municipal de Saúde. Para realizar o esquema, os empresários contaram com o auxílio da servidora.

Os suspeitos responderão pelos crimes de fraude a licitações, superfaturamento, corrupção passiva, falsificação de documentos e quadrilha, e estão sujeitos a mais de dez anos de prisão. De acordo com o MP-GO, as investigações continuam para identificar e responsabilizar outros envolvidos nas fraudes.

A operação recebeu esse nome em referência ao personagem do escritor norte americano Herman Melville, Capitão AHAB, que caçou a baleia branca Moby Dick pelos sete mares a bordo do baleeiro Pequod, como narrado no consagrado romance de mesmo nome.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário