segunda-feira, 19 de julho de 2021

A Lendária GO-447


Um Goiás distante de Goiás, assim ficou por anos e décadas o nosso Nordeste Goiano.  Uma região pouco habitada, e com poucos eleitores, “não rende muito”, assim ficamos sem muitas estradas pavimentadas, sem hospitais de referência, sem muitos outros benefícios. Mas aos poucos, graças ao que ficou conservado, "o cerrado ", um novo olhar, e novos interesses foram surgindo. 

Ficamos por anos sendo uma região contornada. Quem já passou pela lendária rodovia GO- 447, sabe bem essa história, nas águas muita lama, na seca muita poeira, só se passa por essa estrada quem realmente não tem outro jeito.

Como filha do Nordeste Goiano por muitos anos presenciei a promessa de sua pavimentação, e muitos recursos que eram para a GO- 447 foram sendo desviados.

E nosso povo humilde, que pouco tem, sendo enganado, e endividado pelas empresas que assumiram a obra: muitos restaurantes que forneciam comida para os trabalhadores da obra ficaram com prejuízos, devido a falta de pagamento, trabalhadores e máquinas que eram alugadas também.  Não foi só a obra abandonada, mas muitos pequenos assalariados e prestadores de serviços que ficaram na mão.

Que hoje (19 de julho 2021) se torne uma data que jamais seja esquecida, e que o histórico de 40 anos de promessas e desilusões fique em um passado bem distante.

Governador Ronaldo Caiado, torcemos muito que esse 19 de julho 2021, seja uma data histórica de um recomeço que deu certo e que realmente a GO- 447 deixará de ser uma lenda para ser realidade. Acredito na sua luta e na sua garra, sempre vem citando o Nordeste Goiano em suas falas e pautas. Ainda temos muito a pedir, mas GO- 447 será um grande marco.

Francielle Rego (professora, escritora e poetisa, filha do Nordeste Goiano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário