sábado, 10 de julho de 2021

Aos 36 anos, publicitário morre de Covid-19 dois dias após deixar UTI em Goiânia


Aos 36 anos, o publicitário Arthur Galvão morreu de Covid-19 dois dias após deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de Goiânia, informou o sócio da empresa em que ele trabalhava Tiago Pinheiro. O colega disse que ele estava bem e chegou a responder mensagens de amigos antes de falecer.

“Ele chegou a ter uma melhora Grande. Chegou a mandar mensagens falando que tinha renascido, mas teve essa complicação que a gente não sabe bem explicar”, contou.

O publicitário morreu na noite de quinta-feira (9). Segundo o colega de trabalho, ele havia sido diagnosticado com a doença no dia 21 de junho e internado nove dias depois.

Ele disse ainda que, na terça-feira (6), Arthur deixou a UTI e foi para enfermaria, no dia seguinte ele conseguiu falar com amigos e familiares por meio de mensagem. Ele trabalhava na empresa com Tiago há três meses.

“Ele trabalhou conosco pouco tempo, mas era um cara muito querido. Na publicidade você tem uma relação muito próxima. A gente tem uma equipe muito unida”, contou.

Segundo o sócio, ele tinha diabetes, hipertensão e colesterol, mas que não se encaixava nos grupos prioritários para vacinação contra o coronavírus. “Ele tentou se vacinar, mas o tipo de diabetes não era compatível com a lista”.

Arthur deixou dois filhos de 1 e 10 anos e a esposa. Ele foi sepultado nesta sexta-feira (9).

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário