quarta-feira, 14 de julho de 2021

Fogo diminui, mas ainda queima área preservada na Chapada dos Veadeiros


Continuam acesas as chamas que consomem uma área de cerca de 400 hectares de Cerrado preservado na Serra do Paranã, em São João d'Aliança (GO), município conhecido como portal da Chapada dos Veadeiros, localizado a cerca de 160km de Brasília.

Neste momento, no entanto, o fogo está mais distante da comunidade rural, mas avança em direção às cachoeiras do Label e Complexo Veadeiros – a última segue fechada para visitação pelo menos até esta quinta-feira (15/7).

O risco iminente de incêndio de casas na ecovila Condomínio Habitat, onde existem cerca de 170 unidades residenciais rurais, foi afastado graças à ação da Rede Contra Fogo, um grupo de voluntários civis treinados para este tipo de ocorrência. Desde segunda-feira, quando as queimadas começaram, apenas dois agentes do Corpo de Bombeiros goiano foram designados para as ações de campo no local.

O baixo quantitativo de pessoal e os poucos equipamentos apropriados disponíveis podem ser apontados como as principais causas para que o fogo ainda persista. Nesta tarde, um novo grupo de voluntários da Rede Contra Fogo se deslocará de Alta Paraíso (GO), onde estão sediados, até São João d'Aliança, em mais um esforço para extinguir o incêndio florestal.

A região é rica em biodiversidade, com inúmeras espécies vegetais típicas do Cerrado – bioma extremamente ameaçado de extinção – e centenas de espécies de animais silvestres, como lobos, antas, veados, porcos-espinhos e uma infinidade de aves. A área atrai também milhares de turistas, pois conta com atrativos naturais exuberantes, como a Cachoeira do Label, a mais alta de Goiás, com 187 metros de altura.

Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário