terça-feira, 24 de agosto de 2021

“Cazé é amor”: amigos homenageiam jovem morto na Chapada dos Veadeiros


Amigos e parentes do jovem Carlos Henrique Vieira Parreira, de 24 anos, expressaram nas redes sociais o lamento pela partida precoce do rapaz. Ele morreu na sexta-feira (20/8), após o carro em que ele e mais quatro pessoas estavam cair de uma ponte dentro de um córrego na região da Chapada dos Veadeiros.

A família de Carlos é goiana, ele trabalhava como coordenador de marketing e estava morando, nos últimos anos, em São Paulo. Ele, o namorado e mais três amigos saíram da capital paulista em direção a Goiás para passar uns dias de folga visitando as cachoeiras da Chapada.

O acidente ocorreu numa região conhecida como Macaquinhos, em Alto Paraíso de Goiás. Quando passava pela ponte Rio Tocantins, o veículo, um VW T-Cross, despencou de uma altura de quatro metros. Testemunhas que auxiliaram no socorro acreditam que o motorista perdeu a visão da estrada, em razão da poeira.

Carlos morreu no local, antes da chegada dos bombeiros. O namorado, Rafael Savassi, e outros três amigos ficaram feridos e foram hospitalizados. Nas redes sociais, a cunhada do jovem e irmã de Rafael, Ana Savassi, escreveu um texto lamentando a morte do rapaz.

“Se o amor fosse uma pessoa, apresento a vocês o amor. E ele é o mais doce, puro, alegre, generoso, com sorriso largo, sempre fazendo todos se sentirem os mais especiais. (…) Cazé é o amor de muita gente, da sua família carinhosa, de seus amigos, de sua irmã, mais que gêmea, sua outra metade – como ele sempre fez questão de dizer, sua melhor metade”, expressou Ana.

A irmã gêmea de Carlos chama-se Mineia Vieira. Em postagem feita nesse domingo (22/8) no Instagram, ela pediu preces pela saúde e recuperação dos outros quatro rapazes que estavam no carro com Carlos. Além de Rafael Savassi, estavam, também, no veículo os médicos Caio Silva e Hilton Lobato e o consultor de eventos Rodrigo Velloso.

De acordo com familiares, dois foram encaminhados para hospitais de Brasília, um para o hospital local em Alto Paraíso e o quarto para o Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia (Hugol).

“Sempre intenso, sorriso lindo”

A tia de Carlos Henrique, a ortodontista e presidente da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial em Goiás (Abor-GO), Flávia Aline Silva Jesuíno, descreveu o rapaz como jovem intenso, muito querido, amoroso e de sorriso lindo.

“Sua passagem pela terra foi breve, mas nosso amor e saudade serão eternos”, escreveu ela numa postagem no Instagram.

Carlos foi sepultado no sábado (21/8), no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. Amigos e familiares se organizaram e soltaram balões brancos em homenagem a ele.

“A sua alegria de viver contaminava todos a sua volta. Obrigada por sempre me dar aquele sorriso de orelha a orelha sempre que me via, cada um deles era sempre tão verdadeiro. Guardarei eles para sempre comigo”, expresso a amiga Carol Montolar, também pelas redes sociais.

Fonte: Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário