domingo, 22 de agosto de 2021

Esposa se emociona ao rever marido que ficou 60 dias internado em UTI por causa da Covid: 'Melhor dia da vida'


A funcionária pública Vaneli dos Anjos Rosa Martins, esposa do produtor rural Mário Genaldo Martins de Lima, 52 anos, se emocionou com a alta do marido que ficou 60 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da Covid-19, em Itumbiara, região sul de Goiás. Segundo a mulher, ele chegou a ter 75% de comprometimento pulmonar.

“Foi muito emocionante, talvez o melhor dia da minha vida. Só eu sabia a vontade que eu tinha de ter ele de volta. É uma mistura de sentimentos, de alegria, felicidade e gratidão. Foi um período de muita oração e eu sempre sentia, Deus falava comigo, no meu coração, que aquela enfermidade não era pra morte e que ele ia voltar", disse a esposa.

A alta aconteceu na última quinta-feira (19) no Hospital Estadual de Itumbiara São Marcos. Ao sair da unidade, Mário foi aplaudido pelos funcionários e pela família, que estava muito emocionada. Filha do casal, a auxiliar de administração Aline Cristina Martins Ribeiro contou que, como forma de agradecimento, a mãe presentou a equipe médica com bombons e rosas.

"A ideia do presente foi da minha mãe como forma de dizer obrigada. Foi uma gratidão imensa por ter cuidado do meu pai. Ela queria agradecer de alguma forma, dizer que ele foi um milagre e que a equipe fez parte desse milagre", disse a filha.

Aline também se emocionou ao ver o pai e conta que fazia oração todos os dias para a recuperação dele.

"Fiquei feliz e agradecida a Deus, pois ele ouviu meu pedido. Eu orava todos os dias, às 3h da manhã, pela cura dele. Como é bom ter ele de volta. Meu pai é um guerreiro, ele venceu", conta a filha.

A família mora em São Miguel do Passa Quatro. Segundo eles, Mário deu entrada em um hospital no dia 16 de junho. Devido a uma piora no quadro respiratório, ele foi encaminhado para uma UTI e passou pelo procedimento de intubação e traqueostomia.

Após sair da UTI, o produtor rural conseguiu se recuperar e foi transferido para a enfermaria, onde permaneceu até ganhar alta. Ao todo foram 65 dias de internação.

"Quando eu o vi, fiquei muito feliz, pois eu sabia que Deus havia cumprido aquilo que ele falava no meu coração. Mário teve um sensação muito ruim, ele achava que ia morrer, mas ele foi muito bem cuidado e recebeu um apoio muito grande do pessoal do hospital", ressalta a esposa.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário