domingo, 8 de agosto de 2021

Mapa de calor mostra as Regionais Nordeste Goiano I e II em situação crítica


O último Mapa de Calor, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) aponta uma estabilização quanto à quantidade de regionais de saúde em situação de calamidade, crítica e de alerta. São sete grupos de municípios em calamidade, oito classificadas como crítica e outras três em alerta. O último levantamento foi atualizado na última sexta-feira (6).

Na semana anterior, em relação ao número de regionais, a situação era praticamente a mesma. No período havia apenas uma região a mais em calamidade e outra a menos na condição crítica. Apesar da variação geral ser pequena, houve mudança na classificação em 5 das 18 regionais.

Estão na condição mais grave - calamidade - as regionais Rio Vermelho (cidade de Goiás), São Patrício I (Ceres), São Patrício II (Goianésia), Oeste I (Iporá), Oeste II (São Luís de Montes Belos), Sudoeste II (Jataí) e Sul (Itumbiara).

Na classificação crítica, que é intermediária, estão Nordeste I (Campos Belos), Nordeste II (Posse), Serra da Mesa (Uruaçu), Central (Goiânia), Pirineus (Anápolis), Centro-Sul (Goiânia), Estrada de Ferro (Catalão) e Sudoeste I (Rio Verde). A classificação mais branda contempla apenas três regionais: Norte (Porangatu), Entorno Norte (Formosa) e Entorno Sul (Luziânia). As sete regionais que estão em calamidade reúnem 1.222.420 habitantes de Goiás.

Dentre as cinco mudanças de condição, três foram para situação melhor: duas de crítica para alerta (Norte e Entorno Norte) e uma de calamidade para crítica (Estrada de Ferro). A piora ocorreu em duas, que passaram de alerta para crítica: Nordeste I e Nordeste II.

A classificação das regionais leva em conta os números de aceleração do contágio e sobrecarga do sistema de saúde. O total de indicadores soma seis.

Enquanto isto, a vacinação avança. A secretaria informou neste sábado (7) que foram aplicadas 3.260.243 vacinas contra a Covid-19 com primeira dose. O número de pessoas totalmente imunizadas, seja com as duas etapas da proteção ou dose única soma 1.289.881. O Estado, que tem cerca de 7,1 milhões de habitantes, recebeu 5,74 milhões de vacinas.

Dos 246 municípios de Goiás, apenas sete não registraram casos de coronavírus (Sars-CoV-2) nas últimas quatro semanas conforme o site da SES-GO. Por outro lado, há 22 cidades onde a incidência atingiu o mais alto patamar: mil casos por grupo de 100 mil habitantes.

O total de óbitos até sábado chegou a 21.278 em decorrência da Covid-19. Os casos confirmados somam 760.132.

Delta

Os municípios goianos confirmaram até o momento oito casos da variante Delta do após o sequenciamento genômico. Segundo a SES-GO, quatro casos foram registrados em Goiânia, um em Santo Antônio do Descoberto e os três últimos em Aparecida de Goiânia. A SES-GO considera que ainda não há transmissão comunitária no Estado.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário