quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Covid-19: Goiás mantém vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades


A Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) informou, nesta quinta-feira (16), que manterá a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos por ordem decrescente de idade em Goiás. A confirmação veio depois da recomendação do Ministério da Saúde em suspender a vacinação de pessoas dessa faixa etária sem comorbidades.

“Em Goiás, por enquanto, a vacinação segue sem alterações, ou seja, não suspensão da aplicação da vacina Pfizer na população deste grupo etário no Estado”, diz a nota.

O informe reiterou que, neste momento, é priorizada a vacinação de adolescentes que apresentam deficiência permanente, adolescentes cumprindo medidas socioeducativas, adolescentes gestantes e puérperas, e, em seguida, conforme disponibilidade de doses, está permitido o avanço da imunização para adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades.

Ainda de acordo com a SES-GO, o Conselho Nacional de Secretários (Conass) já solicitou esclarecimentos sobre o assunto à Agência Nacional de Vigilância sanitária (Anvisa) e aguarda posicionamento.

Na quarta-feira (15), o Ministério da Saúde publicou uma nota informativa em que volta atrás sobre a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. A recomendação passa a ser para que apenas adolescentes com deficiência permanente, comorbidades, ou jovens privados de liberdade recebam o imunizante.

A pasta alega que a maioria dos adolescentes sem comorbidades não sofrem de casos graves da doença, e que os benefícios da vacinação em adolescentes sem comorbidades ainda não estão claramente definidos. O governo ressalta ainda que houve redução na média móvel de casos e óbitos com melhora do cenário epidemiológico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário