segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Fogo atingiu cerca de 19% do Parque Estadual de Terra Ronca


O último foco de incêndio do Parque de Terra Ronca, situado nos municípios de São Domingo e Guarani de Goiás, no Nordeste Goiano, foi eliminado no último sábado (25), conforme informação da Brigada Aliança. Neste domingo (26), o cálculo é que cerca de 11 mil hectares da unidade de conservação foram atingidos, o equivalente a 19% da área total do parque.

O combate ao fogo foi iniciado havia onze dias. As chamas haviam consumido, até a última sexta-feira (24), 12% dos cerca de 57 mil hectares da unidade de conservação. Ainda no domingo, parte da equipe que atuou no local continuava em campo fazendo o rescaldo. O objetivo é garantir que não haja reignição dos focos de incêndio que atingiram o local.

Desde julho deste ano, houve sete princípios de incêndio, ou seja, pequenos focos que foram combatidos antes que se alastrassem pela unidade de conservação de responsabilidade da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad). As chuvas que caíram em Goiás desde a última sexta-feira foram responsáveis por auxiliar na contenção dos focos.

O tempo seco e quente que havia na região durante o incêndio tornou o combate às chamas mais dificultoso e a situação chegou a ser descrita como desesperadora por brigadistas e bombeiros que atuaram no local.

O incêndio também chegou à região da Chapada dos Veadeiros. Atuaram no local brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) e Brigada Aliança da Terra.

O Parque Terra Ronca foi criado em 1989. O local é rico em cavernas e grutas, além de fauna e flora típicas desse tipo de ambiente e espécies do Cerrado ameaçadas de extinção. A unidade é uma das que a Semad propõe intervenção para viabilizar mudanças na região, a partir do Programa Gênesis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário