sábado, 18 de setembro de 2021

Incêndio na Chapada dos Veadeiros é monitorado por satélites e já atinge 14 mil hectares


Agentes da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil, monitoram por satélite o incêndio na Chapada dos Veadeiros, no norte de Goiás. Segundo o agente da PC Daniel Villaverde, as imagens mostram que 14 mil hectares já foram atingidos pelo fogo até esta sexta-feira (17).

"Esse trabalho de monitoramento com drone e georreferenciamento nós vamos juntar com as imagens de satélite que temos do início do fogo e contribuirá para a apuração dos possíveis criminosos”, explica o agente.

O grupo de monitoramento do fogo está concentrado no aeroporto de Alto Paraíso, no norte goiano. De acordo com a polícia, o mapa ajuda a localizar as equipes de combate, que estão divididas em três regiões diferentes e reuniram cerca de 170 brigadistas, voluntários e bombeiros.

Conforme boletim divulgado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o incêndio da região da serra da Boa Vista e Vale da Lua foi extinto e fogo na região do Rio dos Couros foi controlado.

Outros três focos, identificados por volta de 11h da última sexta-feira (16), também foram extintos, após o trabalho realizado durante toda a noite e madrugada.

O instituto pondera que permanecem ativas as frentes de incêndio localizadas na região dos “Cristais”, combatida por 16 bombeiros de Goiás, 9 do Distrito Federal e 14 brigadistas do ICMBio e Ibama.

Ainda na região, os combates continuam nas proximidades do Rio Tocantizinho, com 13 bombeiros de Goiás e brigadistas voluntários.

Incêndio

O fogo começou no Vale da Lua no domingo (12). Cerca de 100 turistas que estavam no local ficaram isolados na área devido ao fogo. Eles tiveram que esperar cerca de 1h30 para serem resgatados.

No mesmo dia, um brigadista voluntário ficou ferido ao cair no fogo enquanto ajudava no combate ao incêndio. Ele escorregou de uma ribanceira e caiu dentro do fogo, foi atendido em um hospital e liberado em seguida para seguir tratamento em casa.

Na quarta-feira (15), o incêndio provocou o fechamento do Parque Estadual Águas do Paraíso, pois uma linha de fogo com 7 km de comprimento começou a se aproximar da unidade.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário