terça-feira, 12 de outubro de 2021

Região da Chapada dos Veadeiros atingida por incêndio no último mês passará por nova perícia


As áreas do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros que foram atingidas por um incêndio no mês de setembro passarão por nova perícia na próxima terça-feira. Segundo informou o delegado regional José Sena à CBN Goiânia, na data, serão divulgados ainda os resultados das investigações policiais que já concluíram três inquéritos apontando a autoria dos crimes. O fogo, que começou no dia 12 do mês passado, destruiu 36 mil hectares de vegetação e só foi controlado com a chegada de chuvas isoladas na região.

As investigações apontaram, até o momento, que um dos responsáveis por atear fogo na vegetação é um fazendeiro que teria tentado desmatar uma área de sua propriedade, mas as chamas saíram do controle.

O segundo responsável seria um morador que ateou fogo em um lixão no distrito de São Jorge. Por fim, a corporação apontou um terceiro autor, que, ao contrário dos demais, não teve a intenção de atear fogo em nenhum material. Conforme apontou a investigação, ele utilizava uma máquina que deixou uma fagulha escapar.

O capitão Dias, que foi responsável pela operação, disse ao Popular, na ocasião, que provocar incêndios é ilegal mesmo em área privada. “Não importa se colocado de forma acidental ou proposital, se enquadram como o mesmo crime”.

Para combater o incêndio, atuaram no local bombeiros, brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além de voluntários. No solo, os brigadistas trabalharam com sopradores, abafadores e bombas d’água. No ar, três aviões chegaram às regiões mais difíceis.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário